Seguir o O MINHO

Futebol

Marcelo não comenta ‘nega’ dada a Salvador para integrar comissão de honra no Braga

Polémica

em

Foto: Divulgação / SC Braga (arquivo)

O Presidente da República escusou hoje comentar porque recusou, em 2017, integrar a comissão de honra de António Salvador, por considerar que podem ser feitas comparações com o apoio dado pelo primeiro-ministro à candidatura de Luís Filipe Vieira.


“Eu não tenho mais nada a dizer do que aquilo que já disse. E, portanto, sobre essa matéria, não tenho nada a acrescentar relativamente ao que disse. Soube como soube, na circunstância que soube, pela comunicação social, e, portanto, não tenho nada a comentar sobre esta realidade, sobre o que já disse”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa, quando questionado pelos jornalistas sobre se já tinha falado com António Costa sobre esta matéria.

Questionado sobre quais a razões que o levaram a recusar integrar, em 2017, a comissão de honra do presidente do Sporting de Braga, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar a sua decisão, temendo comparações com o caso de António Costa.

“Não tenho nada a dizer, porque tudo o que eu dissesse seria uma forma indireta de me pronunciar sobre a questão sobre a qual não me quero pronunciar, porque tudo o que eu dissesse seria utilizado para, num sentido ou noutro, fazer comparações ou estabelecer diferenças. Ora, a minha é precisamente não me pronunciar sobre a matéria”, afirmou.

O Observador avançou na segunda-feira que o convite ao Presidente da República surgiu quando este já ocupava o cargo, tendo na ocasião justificado que não podia aceitar devido ao cargo que ocupava.

Em 2013, quando ainda era comentador político, Marcelo Rebelo de Sousa tinha integrado a comissão de honra da candidatura de António Salvador.

No domingo, o Presidente da República tinha já recusado comentar o apoio dado pelo primeiro-ministro, António Costa, à candidatura de Luís Filipe Vieira à presidência do Benfica, alegando que ainda não tinha falado com o primeiro-ministro.

À margem de uma visita ao lar de Martim Longo, no concelho de Alcoutim, e perante a insistência dos jornalistas para comentar o que faria, num caso hipotético, se o próprio Marcelo Rebelo de Sousa quisesse apoiar alguém à presidência do seu clube, o chefe de Estado voltou a responder que “não queria comentar nada”.

Já na segunda-feira, António Costa voltou a defender que o seu apoio à recandidatura do presidente do Benfica “rigorosamente nada” tem a ver com a sua vida política ou funções.

“Mais uma razão acrescida para que não misture de forma alguma aquilo que são as minhas responsabilidades enquanto agente político com coisas que rigorosamente nada têm ou tiveram a ver com a minha vida política ou funções”, disse, à saída de uma visita à Escola Secundária de Benavente, assinalando o primeiro dia do arranque do ano letivo, desta feita num contexto de pandemia de covid-19.

O chefe do Governo preferiu manifestar-se “150% concentrado” no assunto que o trouxe ao referido estabelecimento de ensino e evitou responder a mais questões sobre a sua inclusão na comissão de honra da candidatura do atual presidente “encarnado”, Luís Filipe Vieira, envolvido em diversos processos judiciais.

Anúncio

Futebol

Pedro Nuno dá triunfo ao Moreirense sobre Merelinense na Taça de Portugal

Taça de Portugal

em

Foto: DR

Um golo de Pedro Nuno deu hoje uma difícil vitória por 1-0 ao Moreirense no terreno do Merelinense, do Campeonato de Portugal, e o apuramento para a quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol.

O Moreirense foi sobretudo mais eficaz do que o adversário, que joga no terceiro escalão do futebol nacional e o único golo da partida surgiu aos 65 minutos, com o médio dos ‘cónegos’, que sairia lesionado na parte final, a rematar certeiro na sequência de um canto.

Quarto classificado da série A do Campeonato de Portugal, o Merelinense deu excelente réplica à equipa da I Liga e, apesar do maior domínio do Moreirense, que não teve César Peixoto no banco por estar infetado com covid-19, dispôs de algumas boas ocasiões para marcar, com destaque para Joel Marques.

O Moreirense entrou bem na partida e Pires criou perigo logo aos dois minutos, mas a equipa da casa respondeu com uma ocasião mais clara, mas uma rápida intervenção de Pasinato impediu que Ivan Nelson marcasse (29).

Com o jogo repartido, pertenceu ao Merelinense a melhor oportunidade da primeira parte: isolado diante de Pasinato, Joel Marques rematou ao lado (40).

A equipa do concelho de Braga voltou a chegar com perigo junto da baliza da equipa do concelho de Guimarães através de remates de Luís Ferraz (58) e Ola (61), mas seria Pedro Nuno a fazer a diferença ao insistir após uma tentativa de remate, após um canto (65).

Ficha de Jogo

Jogo no Estádio João Soares Vieira, em Merelim S. Pedro, Braga.

Merelinense – Moreirense, 0-1.

Ao intervalo: 0-0.

Marcador:

0-1, Pedro Nuno, 65 minutos.

Equipas:

– Merelinense: Rui Rego, Zé Diogo, Filipe Almeida, João Paulo, Miguel Ângelo, Luís Ferraz, Ivan Nelson (Freitas, 67), Ola, Bruno Fernandes, Joel Marques (Leo Costa, 75) e Marcelo.

(Suplentes: Marinho, João Gabriel, Ricardo Bouças, Freitas, Leo Costa, Rodrigues, Rui Ferreira).

Treinador: Emanuel Simões.

– Moreirense: Pasinato, Dalberto, Rosic, Steven Vitória, Afonso Figueiredo, Fábio Pacheco, Pedro Nuno (David Tavares, 85), Alex (Gonçalo Franco, 67), Pires, Walterson e André Luís (Galego, 74).

(Suplentes: Miguel Oliveira, Ferraresi, David Tavares, Matheus, Reinaldo, Galego, Gonçalo Franco).

Treinador: Leandro Mendes.

Árbitro: João Pinheiro (AF Braga).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Rosic (36), Fábio Pacheco (73), Filipe Almeida (79) e Freitas (84). Cartão vermelho para o diretor desportivo do Merelinense, Rui Miguel (83).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

Continuar a ler

Futebol

Fransérgio testa negativo e já pode ser opção no Braga

em

O médio Fransérgio já integrou hoje os treinos do SC Braga normalmente depois de ter testado negativo à covid-19, informou o clube da I Liga de futebol.

Foi o treinador da equipa, Carlos Carvalhal, no final da vitória por 2-1 sobre o Trofense, hoje, para a Taça de Portugal, que deu a novidade.

“O Fransérgio já deu teste negativo, hoje já treinou normalmente com os jogadores que não estavam convocados [para o jogo com o Trofense] e já está em condições de ajudar a equipa. Pode ser opção para quinta-feira [Leicester, da Liga Europa], mas esteve muito tempo parado, vamos analisar”, disse.

Fransérgio deu positivo para a covid-19 em 02 de novembro e duas semanas depois fez novo teste que deu resultado inconclusivo, o que se repetiu dois dias depois. Na sexta-feira, o médio brasileiro testou negativo.

Continuar a ler

Futebol

Seis equipas da I Liga tentam chegar à quarta eliminatória da Taça

Taça de Portugal

em

Foto: DR

A terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol continua hoje com mais seis equipas da I Liga a entrarem em ação, todas com duelos fora e frente a formações de escalões inferiores.

Logo às 11:00, o Tondela joga no terreno Felgueiras 1932, do Campeonato de Portugal, seguindo-se mais dois duelos entre equipas da I Liga e do terceiro escalão, com o Santa Clara a jogar em Aveiro com o Beira Mar (14:30) e o Moreirense a defrontar fora o ‘vizinho’ Merelinense (15:00).

À mesma hora, o Rio Ave joga com o Moção, o único ‘sobrevivente’ dos distritais.

O dia termina com dois duelos entre primeiro e segundo escalão, com Paços de Ferreira e Boavista a defrontarem Oliveirense (17:15) e Vizela (20:00), respetivamente.

No sábado, o FC Porto, detentor do troféu, iniciou a defesa do título com um triunfo no Barreiro sobre o Fabril, do terceiro escalão, por 2-0, enquanto o Benfica venceu na visita ao Paredes, do Campeonato de Portugal, por 1-0.

O Sporting joga na segunda-feira, com uma viagem muito curta para defrontar o Sacavenense, também do Campeonato de Portugal, no Estádio Nacional, em Oeiras.

A terceira eliminatória só fica encerrada em 03 de dezembro, com uma reedição da final de 1989/90, entre o Estrela da Amadora, agora no terceiro escalão, e o Farense, da I Liga, num jogo que terminou com a vitória dos amadorenses, no desempate por grandes penalidades.

Na sexta-feira, a ronda arrancou com uma grande surpresa, com a União de Leiria, do Campeonato de Portugal, a afastar o Portimonense, da I Liga, vencendo os algarvios por 1-0.

Programa da terceira eliminatória:

– Sexta-feira, 20 novembro

Oleiros (CP) – (+) Gil Vicente (I), 0-0 (0-0 ap, 2-4 gp)

Feirense (II) – (+) Amora (CP), 0-1

(+) União de Leiria (CP) – Portimonense (I), 1-0

– Sábado, 21 novembro

Oriental Dragon (CP) – (+) Leixões (II), 0-0 (0-0 ap, 3-4 gp)

Oriental (CP) – (+) Famalicão (I), 0-3

Montalegre (CP) – (+) Académico de Viseu (II), 2-3

Fabril do Barreiro (CP) – (+) FC Porto (I), 0-2

Marinhense (CP) – (+) Cova da Piedade (II), 1-1 (1-1 ap, 3-5 gp)

Arouca (II) – (+) Vitória SC (I), 0-0 (0-0 ap, 6-7 gp)

Trofense (CP) – (+) SC Braga (I), 1-2

Paredes (CP) – (+) Benfica (I), 0-1

– Domingo, 22 novembro

Anadia (CP) – Pinhalnovense (CP), 11:00

Torreense (CP) – Alverca (CP), 11:00

Felgueiras 1932 (CP) – Tondela (I), 11:00

Limianos (CP) – Fontinhas (CP) , 11:00

Fafe (CP) – Vilar Perdizes (D), 11:00

Sporting de Espinho (CP) – Gondomar (CP), 11:00

Vilaverdense (CP) – Olímpico do Montijo (CP), 11:00

Beira-Mar (CP) – Santa Clara (I), 14:30

Merelinense (CP) – Moreirense (I), 14:30

Estoril Praia (II) – Lusitano de Évora (CP), 15:00

Vilafranquense (II) – Sanjoanense (CP), 15:00

Monção (D) – Rio Ave (I), 15:00

Oliveirense (II) – Paços Ferreira (I), 17:15

Vizela (II) – Boavista (I), 20:00

– Segunda-feira, 23 novembro

Salgueiros (CP) – Sporting da Covilhã (II), 11:00

Penafiel (II) – Marítimo (I), 14:00

Real Massamá (CP) – Belenenses SAD (I), 16.45

Académica (II) – Varzim (II), 19:30

Sacavenense (CP) – Sporting (I), 21:15

– Quarta-feira, 25 novembro

Casa Pia (II) – Nacional (I), 10:00

– Quinta-feira, 03 dezembro

Estrela da Amadora (CP) – Farense (I), 14:30

(+): Apurado para a quarta eliminatória.

Continuar a ler

Populares