Seguir o O MINHO

Braga

Jóias ‘made in’ Braga em destaque na Vogue americana

Empresas

em

Foto: TeenVogue

A marca de jóias Wonther, com sede em Braga, está em destaque num editorial da versão americana da revista Vogue pela mão de Rachael Wang, a “maior referência em styling inclusivo e sustentável nos Estados Unidos”.


A famosa estilista americana, que trabalha há mais de dez anos como diretora de publicações em Nova Iorque como a W Magazine ou a Glamour, escolheu peças da marca bracarense para incluir num editorial publicado na TeenVogue, direcionada para adolescentes, onde aparece a ostentar as jóias portuguesas.

Rachael Wang

Rachael Wang

Rachael Wang

Rachael Wang

Olga Kassian, fundadora da Wonther, veio da Ucrânia para Braga com os pais aos quatro anos. Aos 22 anos, a criadora reconhece que a marca que fundou “já recebeu reconhecimento internacional pela sua política ética e de sustentabilidade no setor”.

No entanto, revela que  “para uma marca tão jovem e difícil de construir em cima de valores éticos e sustentáveis, é um grande privilégio ser selecionada pela Rachael Wang, alguém que defende diariamente os valores que nos movem”.

A sustentabilidade, que podia não estar no foco de muitas marcas, é agora uma exigência do consumidor como explica Rachael Wang no seu editorial para a revista americana.

“Os clientes estão a ameaçar reter os seus gastos, a menos que vejam progresso na representação e no fabrico ético”, disse.

“Na nossa sociedade capitalista, o nosso dinheiro conta como o nosso voto, por isso, teoricamente, se as pessoas votarem com seu dinheiro ou retiverem os gastos para o tipo de mundo em que desejam viver, então, esperançosamente, a indústria será forçada a mudar”, explicou.

Lançada a 05 de novembro de 2019, a marca de jóias foi fundada por Olga depois de esta ter trabalhado em Nova Iorque quando tinha 19 anos, ao serviço de uma loja pop-up da marca de calçado Josefinas, também com sede em Braga.

Com peças entre os 35 e os 308 euros, é objetivo de Olga Kassian dar “sentimentos e emoções”, lembrando que as jóias não são só acessórios.

“Ao longo da minha vida sempre tive uma relação muito forte com aquilo que são os direitos das mulheres e acho que as joias conseguem transmitir emoções e significados muito preciosos”, disse à revista MAGG, em novembro do ano passado.

Olga Kassian. Foto: DR

Em agosto de 2020, numa entrevista dada ao jornal Observador, Olga esclarece que a sede é em Braga e que as vendas são feitas “sobretudo online”, embora conte com uma loja física no Brooklyn, em Nova Iorque. Os Estados Unidos e também Londres, no Reino Unido, são os principais mercados de venda da marca.

Recentemente, a Wonther lançou uma campanha onde desafia os cidadãos a venderem artigos em prata que já não usam, de forma a reciclar aquele material para novas peças de joalharia.

Anúncio

Braga

Festival Semibreve acontece no fim de semana em Braga “à prova de pandemia”

Cultura

em

Foto: DR

O Festival Semibreve, em Braga, dedicado à música eletrónica e arte sonora, marcado para o próximo fim de semana, tem uma programação “à prova de pandemia”, com obras sonoras, performances e debates apenas ‘online’.

“Seria praticamente impossível fazer o Semibreve na mesma lógica [das edições anteriores], pelo que optámos por uma reorganização total do programa, que foi desenhado do zero”, explicou à Lusa o diretor artístico do festival, Luís Fernandes.

O que estava preparado para este ano foi adiado para outubro de 2021, tendo sido feito um programa “que parte da ideia de reclusão, de confinamento”, tendo o Mosteiro de Tibães como “elemento central” onde estarão colocadas obras sonoras e onde foram gravadas performances dos artistas convidados.

Luís Fernandes explica que o festival encomendou obras sonoras inéditas a sete artistas, entre os quais Jim O’Rourke, Beatriz Ferreyra, Ana da Silva e Tyondai Braxton, que estarão instaladas no mosteiro e virtualmente acessíveis em ‘streaming’ no ‘site’ do Semibreve.

Também ‘online’ serão exibidas, apenas nos dois dias do festival, performances previamente gravadas de cinco artistas convidados pelo Semibreve, fruto de residências artísticas em Braga: Pedro Maia, Klara Lewis, Laurel Halo, Nik Void e Oliver Coates.

“Não tivemos nenhuma recusa de nenhum dos artistas convidados. Percebemos que houve um apreço pelo facto de não termos desistido do festival e um fascínio imediato pelo contexto do mosteiro”, explicou Luís Fernandes.

O Semibreve contará ainda com um programa de conversas que versam sobre a criação contemporânea nas áreas da música eletrónica, experimental e arte sonora.

Os artistas Chris Watson e David Toop, os curadores Nuno Crespo e Margarida Mendes, a investigadora Raquel Castro e o programador Pedro Santos são alguns dos convidados destas conversas.

Apesar de a programação se focar no ‘online’, Luís Fernandes explicou que as obras de arte sonora estarão dispersas pelos espaços do mosteiro e que poderão ser visitáveis no fim de semana, para quem comprar bilhete para visitar aquele edifício.

Continuar a ler

Braga

Vila Verde investe 150 mil euros em campo de futebol

Obras públicas

em

Foto: Divulgação / CM Vila Verde

A câmara de Vila Verde vai investir 150 mil euros na requalificação do campo de futebol de Turiz para “melhoria das condições da prática de desporto”, através da colocação de piso de relva sintética, anunciou hoje a autarquia.

Na página oficial da rede social Facebook, aquela autarquia do distrito de Braga explica que o arrelvamento do campo de jogos existente “representa um importante impulso na criação de condições para que a população local, especialmente os mais jovens, possam ocupar os seus tempos livres de uma forma salutar”.

Segundo a autarquia, com esta obra a freguesia de Turiz “passa a contar com um equipamento desportivo renovado e adaptado às modernas exigências de uma prática desportiva potenciadora do bem-estar da população”.

“A aposta na melhoria dos equipamentos desportivos e a criação de cada vez melhores condições para que um número crescente de pessoas enverede por estilos de vida saudáveis, combatendo o sedentarismo com a regular prática de exercício físico, se reveste da maior importância para a elevação dos índices de qualidade de vida da população local”, refere no texto o presidente da autarquia António Vilela.

Continuar a ler

Braga

GNR apreendeu armas a suspeito de ameaças em Braga

Crime

em

Foto: Divulgação / GNR

A GNR apreendeu duas armas de fogo a um homem em Lamas, Braga, no âmbito de uma investigação de um caso de ameaça, anunciou hoje aquela força.

Em comunicado, a GNR refere foram ainda apreendidas 43 munições.

Foto: GNR

O suspeito, um homem de 62 anos, foi constituído arguido e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Braga.

Continuar a ler

Populares