Seguir o O MINHO

Braga

Mão Morta tocam na Festa do Avante

Participação em evento do PCP gera controvérsia

em

Foto: DR

A lendária banda bracarense Mão Morta foi acrescentada ao cartaz da Festa do Avante, evento que marca a ‘reentrée’ polícia do PCP e se realiza de 02 a 04 de setembro, no Seixal, distrito de Setúbal.

O anúncio, na quarta-feira, de que o grupo liderado por Adolfo Luxúria Canibal, atualmente vereador do PS na Câmara de Braga, deu origem a polémica entre os seus seguidores devido às posições do PCP em relação à guerra na Ucrânia.

Na página de Facebook da banda são vários os utilizadores que criticam os Mão Morta – que já tocaram no Avante em 2017 – por atuarem no evento dos comunistas, enquanto outros mostram o seu apoio.

Recorde-se que Luxúria Canibal, nome artístico de Adolfo Macedo, já tinha gerado controvérsia quando, em abril deste ano, numa entrevista ao ‘podcast’ da Blitz, afirmou que a guerra na Ucrânia é um conflito “entre duas extremas-direitas”, acrescentando que “não é descabido” quando Putin fala da “desnazificação” da Ucrânia, comparando o Batalhão Azov às antigas SS da Alemanha nazi.

Dino D’Santiago, Carminho, Paulo Bragança, Orquestra Filarmónica de Braga, Bia Ferreira ou Júlio Resende são alguns dos nomes que estão confirmados na Festa do Avante.

Populares