Seguir o O MINHO

Alto Minho

Mais de 30 refugiados ucranianos aprendem português em Caminha

Guerra

em

Foto: CM Caminha

Cerca de 30 cidadãos ucranianos começaram esta semana a aprender a língua portuguesa num curso especialmente preparado para os refugiados que procuram Caminha para fugir à guerra que assola o seu país, foi hoje divulgado.

Em comunicado, a Câmara de Caminha explicou que o curso, com duração de 25 horas, resulta de uma parceria com o Centro Qualifica da escola profissional ETAP.

Atualmente, Caminha acolhe 71 cidadãos da Ucrânia, correspondendo a 27 famílias, sendo que 50 são adultos e 21 crianças.

Catorze crianças estão integradas nas escolas do concelho e sete adolescentes estão integrados no sistema de ensino à distância que o Ministério da Educação da Ucrânia possui.

Já os adultos, nove pessoas estão a trabalhar e outros dois deverão iniciar, em breve, uma atividade profissional no concelho. Oito outros ucranianos estão em idade de reforma e uma pessoa é portadora de incapacidade motora. Há também alguns a trabalhar remotamente, através da Internet.

Populares