Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Mais 25 casos ativos de covid-19 no concelho de Viana em dois dias

Covid-19

em

Foto: O MINHO / Arquivo

O concelho de Viana do Castelo tem 207 casos ativos de covid-19, mais 25 desde a passada quarta-feira, segundo dados recolhidos por O MINHO junto da Unidade Local de Saúde do Alto Minho.


Os dados foram atualizados às 20:00 desta sexta-feira.

O concelho tem 421 doentes recuperados, mais um nos últimos dois dias.

No total, registam-se 649 casos de infeção desde o início da pandemia, mais 26 entre desde quarta-feira.

A nível distrital, o Alto Minho contava, ao final do dia de quarta-feira, com 563 casos ativos, 67 óbitos e 1.195 recuperados.

O distrito soma 1.825 1.738 casos acumulados desde o início da pandemia, mais 87 nos últimos dois dias.

Anúncio

Viana do Castelo

Concelho de Viana com mais 139 casos e dois óbitos em 48 horas

Covid-19

em

Foto: DR

O concelho de Viana do Castelo regista mais 139 casos de infeção por covid-19 e dois óbitos desde a última atualização dos dados da ULSAM, publicados na quarta-feira.

Segundo o relatório daquela unidade pública da Saúde, o concelho vianense regista hoje 1.469 casos de infeção desde o início da pandemia.

Viana conta nesta sexta-feira com 605 casos ativos, mais 112 do que no balanço feito há 48 horas.

Em termos de óbitos, há mais dois a lamentar desde quarta-feira, atingindo agora o número de 24 mortos associados à covid-19 desde o início da pandemia.

Já no que diz respeito às recuperações, há 25 doentes curados nas últimas 48 horas, subindo o número total de recuperados para 840.

A nível distrital, o Alto Minho conta com 4.466 casos confirmados desde o início da pandemia. Há 2.480 casos recuperados, 98 óbitos e 1.888 casos ativos.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Capuz-de-frade é a milésima espécie registada em plataforma de Viana

Ambiente

em

Foto: DR

A plataforma de ciência-cidadã BioRegisto, lançada em 2028 pela Câmara de Viana do Castelo, chegou, esta semana, à observação número 1.000 com o registo da espécie capuz-de-frade (Arisarum simorrhinum) pela observadora Sandra Nunes, foi hoje divulgado.

Em comunicado hoje enviado às redações, a autarquia da capital do Alto Minho adiantou o principal objetivo daquela plataforma consiste na divulgação do património biológico, contribuindo para a sua conservação através do conhecimento.

Acedendo ao site do BioRegisto ou através da aplicação (APP) lançada em julho deste ano e disponível para Android e iOS, o utilizador submete a observação do ser vivo que, após validação ao nível da espécie, passa a estar disponível na plataforma para consulta de todos os interessados.

Esta plataforma contabiliza já 318 espécies validadas entre espécies endémicas (específicas desta região), ameaçadas, protegidas ou com distribuição muito restrita no nosso território.

Até à presente data, das 1.000 observações submetidas, 877 observações já se encontram validada. Os 75 utilizadores registados na plataforma já contribuíram com 1.604 fotos carregadas.

Continuar a ler

Actual

“Instruções para Abolir o Natal” em Viana do Castelo

Cultura

em

Foto: DR

A Companhia de Teatro do Algarve (ACTA) vai apresentar a peça “Instruções para Abolir o Natal”, na sala principal do Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo, na próxima quinta-feira.

Com encenação de Isabel dos Santos e interpretação de Luís Vicente e Sara Mendes Vicente, a peça tem “como pano de fundo a crise financeira de 2008”, como recorda um comunicado do Teatro do Noroeste.

“[E] se tivéssemos a oportunidade de entrar numa destas reuniões? Se nos fosse dada a oportunidade de saber – honestamente – o que acontece dentro das portas fechadas dos gabinetes dos arranha-céus espelhados? […] Duas personagens em crise. Crise financeira, emocional e psicológica que os levam a descrever o antes e o depois, expondo a realidade da nossa condição humana atual”, pode ler-se na sinopse divulgada pelo teatro.

A peça está em cena às 21:00 e os bilhetes custam entre quatro e dez euros.

Continuar a ler

Populares