Seguir o O MINHO

Braga

Mais 18 casos de covid-19 nas últimas 24 horas no concelho de Braga

Covid-19

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO (Arquivo)

O concelho de Braga regista 359 casos de infeção ativa pelo novo coronavírus, mais 17 do que na passada segunda-feira.


Estes dados, apurados por O MINHO junto de fonte local da saúde, foram atualizados às 17:00 desta terça-feira.

O concelho regista 1.579 casos de recuperações do SARS CoV-2 desde o início da pandemia, mais uma do que ontem.

Em termos acumulados, são já 2.012 casos de pessoas infetadas com o novo coronavírus, mais 18 em relação à última atualização.

Lamentam-se ainda 74 óbitos, número que permanece igual desde o passado dia 16 de junho.

O número de pessoas em isolamento sob vigilância da autoridade de saúde é de 615, mais 35 em relação à última atualização.

Anúncio

Braga

Prisão preventiva para suspeito de tráfico de droga em Braga

Crime

em

Foto: DR

O Tribunal de Braga aplicou prisão preventiva a um homem de 30 anos detido pela GNR, naquele concelho, por tráfico de estupefacientes, divulgou hoje aquela força.

Em comunicado, a GNR refere que o suspeito foi encaminhado para o Estabelecimento Prisional de Vale do Sousa.

O homem foi detido na terça-feira, numa operação em que foram ainda constituídos mais dois arguidos, igualmente por tráfico.

A GNR deu cumprimento a quatro mandados de busca domiciliária e três buscas em veículos, que resultaram na apreensão de 52 doses de haxixe, 13 telemóveis, uma televisão, um computador portátil, uma consola de jogos e um disco externo.

Continuar a ler

Braga

Futebolista e agente julgados em Braga por falsificação da idade do jogador

Crime

em

Foto: DR

Um juiz de instrução criminal no Tribunal de Braga decidiu levar a julgamento um futebolista cabo-verdiano e o seu agente, por alegadamente terem forjado documentos que “cortaram” na idade do jogador, permitindo-lhe atuar num campeonato de juniores.

Segundo uma nota hoje divulgada pela Procuradoria-Geral Distrital do Porto na sua página na Internet, o futebolista está ainda acusado de um crime de falsas declarações e o agente de um crime de auxílio à imigração ilegal.

A acusação do Ministério Público, agora corroborada pelo juiz de instrução, considera indicado que os arguidos obtiveram documentos falsos, concretamente um passaporte e um certificado do registo criminal, ambos da República de Cabo Verde.

Com esses documentos, terão conseguido que o futebolista celebrasse, em janeiro de 2014, um contrato de formação desportiva com um clube de futebol português e fosse admitido a participar no campeonato da época de 2013/14, na categoria de júnior A, “apesar de já não ter idade para tal”.

Ainda segundo o Ministério Público, o arguido futebolista instruiu, com os mesmos passaporte e certificado de registo criminal falsos, um pedido de obtenção de visto e autorização de residência em território nacional, que apresentou na Delegação Regional de Braga do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

Continuar a ler

Braga

Descarga ‘pinta’ rio Este de branco dia e noite. GNR investiga e vereador apela à denúncia

Poluição

em

Foto: O MINHO

O rio Este está a ser alvo de descargas poluentes, de cor esbranquiçada, desde o início da tarde desta sexta-feira. Pelas 21:30, o rio continua tingido em grande parte do curso que atravessa a cidade.

O MINHO contactou o vereador da Câmara de Braga com o pelouro do ambiente que indicou ter já acionado a GNR para investigar a origem da descarga, investigação essa que se encontra em curso.

Altino Bessa explica que nem sempre é fácil detetar a origem, uma vez que a descarga provem da rede de águas pluviais que atinge “dezenas de quilómetros” debaixo do solo um pouco por toda a cidade.

O vereador apela aos munícipes para que, caso identifiquem a origem de uma descarga, que “façam chegar à autarquia, mesmo que de forma anónima”.

Foto: O MINHO

“Nunca a Câmara escondeu fosse o que fosse ou não teve empenho para descobrir a origem das descargas. Recordo uma situação em que a descarga ocorreu por responsabilidade da própria autarquia, fruto de uma rutura de conduta junto às piscinas da Rodovia, e não encobrimos nada”, assegura.

“Nós não encobrimos ninguém e estamos empenhados ao máximo para detetar”, reforça o vereador, refutando acusações publicadas nas redes sociais de que se tratam de empresas ‘encostadas’ ao atual executivo.

Altino Bessa explica que está em marcha a criação de uma equipa composta por oito pessoas, trabalhadores municipais, para que realizem piquetes no rio Este, assegurando dias, noites, fins de semana e feriados.

Há ainda um trabalhador operacional que está a fazer o levantamento dos principais locais onde ocorrem as descargas para, de alguma forma, se conseguir encontrar os prevaricadores ambientais.

Esclarece ainda que a divisão responsável pelas águas pluviais está a acompanhar a situação com uma equipa de cinco pessoas (mais a chefe de divisão) para se mobilizarem nesses piquetes.

“Isso implica uma remuneração extra e por isso vamos criar uma escala para que haja sempre resposta por parte dos serviços municipais perante estas descargas, até para nos inteirarmos. Essas pessoas vão poder fazer aquilo que tecnicamente se designa como ‘abrir caixas’ para tentar descobrir a origem”, disse.

Esta iniciativa da autarquia serve para complementar o serviço das autoridades, tanto PSP como GNR ou a própria AGERE.

“No entanto, continuamos à espera da própria APA que só cá veio uma vez, depois de muita insistência, para apresentar um plano de fiscalização, pois essa é que é a entidade que tem gestão do domínio publico hídrico”, vincou.

Desde 2017 que a qualidade da água tem melhorado

Altino Bessa já o disse várias vezes mas volta a frisar: “Desde 2017 que temos feito uma renaturalização do rio, seja através da recolha de lixo, e recordo que foram retirados cerca de 300 camiões junto à zona da BOSCH, ou através das condições criadas para atrair espécies que há muitos anos não eram vistas nesse rio”, como é o caso de lontras, aves como os guarda-rios ou anfíbios.

Continuar a ler

Populares