Seguir o O MINHO

Alto Minho

Mais 128 bombeiros em formação para reforçar socorro no Alto Minho

Quarta edição da escola de recrutas

em

Foto: Divulgação / Federação dos Bombeiros do Distrito de Viana do Castelo

Cento e vinte e oito novos recrutas estão em formação na escola distrital de bombeiros do Alto Minho para “robustecer e aumentar a capacidade” das corporações de voluntários da região, foi hoje divulgado.

Em comunicado, a Federação dos Bombeiros do distrito de Viana do Castelo explicou tratar-se da “quarta edição da escola de recrutas, uma modalidade que a região adotou para a formação de estagiários na carreira de bombeiro”.

O processo formativo em curso “visa a realização de ações de socorrismo e desencarceramento, conferindo aos elementos conhecimentos teóricos e técnicos, dotando e capacitando os mesmos para a passagem à última fase que será o período probatório, com uma duração de cerca de três meses”.

“Após a prova final estes novos estagiários estarão aptos a exercer funções na carreira de bombeiro voluntário e reforçar a proteção e socorro no distrito de Viana do Castelo”, especifica a Federação dos Bombeiros do distrito de Viana do Castelo.

Com uma área total de 222 mil hectares, 162 mil hectares área florestal, o distrito de Viana do Castelo é composto por 208 freguesias, 99 das quais (8,9% do total do país) são consideradas prioritárias na prevenção de fogos florestais e onde estão identificados 1.185 lugares prioritários.

A escola distrital de bombeiros do Alto Minho resulta de uma colaboração entre a Federação dos Bombeiros do Distrito de Viana do Castelo e o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS).

De acordo com dados fornecidos em janeiro de 2021 à Lusa pelo Comandante Operacional Distrital (CODIS) de Viana do Castelo, Marco Domingues, as 11 corporações de bombeiros voluntários da região integram 662 elementos.

Populares