Luis Nobre (PS) promete ligação pedonal no rio Lima em Viana

Eleições autárquicas 2021

O candidato do PS à Câmara de Viana do Castelo, Luís Nobre, garantiu hoje que a mobilidade sustentável será uma das prioridades no próximo mandato e já projeta a construção de uma ligação pedonal entre as duas margens do rio Lima.

“Vamos lançar um concurso internacional de ideias já no início do próximo mandato para escolhermos a melhor solução para este projeto, que vai dar continuidade e interligar a nossa rede de ciclovias e ecovias”, explicou Luís Nobre, à margem de um dia de campanha dedicado ao Ambiente.

Entre as medidas do programa eleitoral está a construção dessa ponte pedonal, para ligar os percursos nas duas margens, mas também o reforço da rede de ciclovias e ecovias do concelho, que já totaliza cerca de 45 quilómetros, refere a candidatura, em comunicado enviado a O MINHO.

Atualmente, a única possibilidade de atravessamento do rio Lima na zona da cidade, pedonal ou com bicicletas, é pela ponte Eiffel, por vezes condicionado a circulação automóvel, pelo que a nova ligação será uma mais-valia para a qualidade de vida no concelho.

“Queremos fixar pessoas em Viana do Castelo. Isso consegue-se com emprego, com equipamentos, com infraestruturas e com qualidade de vida. Temos de potenciar o trabalho que já foi feito até ao momento e esta ligação pedonal será primordial também na mobilidade sustentável no concelho. Como será consolidar o nosso Geoparque, para o integrar na rede mundial de geoparques da UNESCO, outra das nossas medidas”, afirmou Luís Nobre, citado no comunicado.

“Vai permitir debater preocupações e estudar soluções para valorizar, diversificar e tornar mais resiliente a floresta do nosso concelho, trabalhando em conjunto”, destacou Luís Nobre.

O candidato do PS e atual vereador quer ainda potenciar a utilização dos espaços agrícolas abandonados, através de protocolos com associações, cooperativas e empresas, ou ainda pela criação de uma bolsa de terrenos.

“O abandono da agricultura é uma preocupação. É necessário colaborar com os agricultores e ajudá-los a reinvestir, incentivar os jovens e outros interessados a utilizar o grande potencial que temos de solos produtivos para a agricultura”, destacou.

Para Luís Nobre, a bolsa de terrenos é apenas um exemplo nesta nova dinâmica, que prepara para o próximo mandato.

Aa eleições estão marcadas para 26 de setembro.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Livro sobre fundador do Opus Dei apresentado em Braga

Próximo Artigo

Candidato do PS a Paredes de Coura promete que "fatura da água não vai disparar"

Artigos Relacionados
x