Seguir o O MINHO

Ave

Livro “A Inocência das Facas” apresentado sábado em Famalicão

em

O livro “A Inocência das Facas”, cujas vendas revertem a favor do núcleo da Cruz Vermelha da Trofa, é apresentado sábado pelas 18:00 na biblioteca Camilo Castelo Branco, em Famalicão.

Esta obra é alusiva ao tema da violência e abre com um texto de José Saramago que David Pintor ilustra, um modelo que se desenrola ao longo do livro com textos e ilustrações em pares: as palavras de um escritor encontram uma representação gráfica nas cores e nos traços de um ilustrador.

“Um livro para ver e pensar temas que muitas vezes nos recusamos a ver e a pensar. Uma obra que persegue a construção de um mundo mais civilizado e habitável”, refere a apresentação da obra.

Além do Nobel da Literatura, José Saramago, o livro reúne textos e ilustrações de Filipa Leal, João Vaz de Carvalho, Manuel Jorge Marmelo, Raquel Patriarca, Cristina Valadas, Válter Hugo Mãe, Inês Fonseca Santos, entre outros autores.

Anúncio

Guimarães

Mãe de bebé de Guimarães agradece ao INEM, bombeiros e CODU

Carta foi divulgada na internet

em

Foto: DR/Arquivo

19 de Fevereiro. Um bebé de 12 meses tem uma “convulsão febril”, na cidade de Guimarães pouco passava das 21:00. João Afonso é prontamente assistido pela emergência médica e a mãe enviou “um agradecimento” pelo trabalho desenvolvido na noite fria de Inverno pelos profissionais de saúde.

No email agora divulgado pelo INEM, Ana agradece “a prontidão da emergência: são profissionais como vocês que nos fazem sentir seguros nestes momentos de aflição, de desespero e de total impotência. Obrigada pela rapidez. Obrigada ao operador do CODU, pela calma como me dizia para efetuar os procedimentos necessários; irei sempre reconhecer a sua voz. Obrigada aos bombeiros voluntários das Caldas das Taipas; Obrigada ao médico e enfermeiro do INEM de Guimarães, por transmitirem calma e serenidade, apesar da situação difícil”, lê-se no documento em que a mulher faz um relato emocionante sobre a ajuda que teve no dia em que o filho sofreu a convulsão.

A mãe de João Afonso conclui o email em letras maiúsculas e com um grande agradecimento: “Obrigada por existirem profissionais como vocês”.

O INEM fez questão de divulgar o nome de todos os operacionais que participaram no salvamento deste bebé.
No Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) Norte estavam os Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar Pedro Dias e Vítor Gonçalves, na Viatura Médica de Emergência e Reanimação de Guimarães, o médico Rui Pinto e o enfermeiro André Barbosa e na Ambulância de Socorro dos Bombeiros Voluntários das Taipas seguiam os bombeiros Luís Lopes e Domingos Abreu.

Continuar a ler

Desporto

Relvado de clube de Famalicão incendiado

em

Foto: Facebook de Ribeirão FC

Partes do relvado sintético do centro de formação do Ribeirão FC foram queimados este fim de semana, segundo revelou o clube nas suas redes sociais.

Comunicado Ribeirão FCA direcção do Ribeirão FC vem por este meio repudiar os actos de vandalismo ocorridos no Centro…

Publicado por Ribeirão Futebol Clube em Sábado, 20 de julho de 2019

Os responsáveis do clube apelam à população que, no caso de terem informações sobre este ato de vandalismo, informem as autoridades competentes.

A direção informou que irá apresentar queixa na GNR Famalicão contra desconhecidos.

Continuar a ler

Famalicão

Cães que estariam desnutridos são resgatados em habitação em Famalicão

GNR está a investigar o caso

em

Foto: DR

Dois cães que estavam a sofrer alegados maus tratos na freguesia de Castelões, Famalicão, foram resgatados por populares, entregues à GNR, que não devolveu os animais ao dono.

De acordo com moradores da zona, os cães estavam há vários sem que ninguém os alimentasse, e a denúncia foi feita também através das redes sociais com fotografias.

Os dois cães foram levados por um grupo de pessoas que os entregou à GNR de Joane. Um dos animais foi também atendido numa clínica veterinária de Famalicão por estar mais frágil, segundo avança a Cidade Hoje.

Os cães acabaram por ser encaminhados para o canil municipal e estão a receber tratamento.

O dono dos animais e proprietário da moradia alega que a casa foi vandalizada e que vai agir judicialmente contra os alegados invasores.

O proprietário nega a acusação de maus tratos e já se deslocou ao canil para os levantar, no entanto, a possibilidade foi-lhe negada.

A GNR está a investigar o caso.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares