Seguir o O MINHO

Viana do Castelo

Lisboa e Viana vão ser ligadas por Intercidades

Investimento global de 80 milhões

em

Foto: DR/Arquivo

A CP (Comboios de Portugal) vai inaugurar uma ligação directa em serviço Intercidades entre Viana do Castelo e Lisboa em julho, quando for inaugurada a primeira fase da electrificação da linha do Minho.

No troço Nine-Viana, estes comboios vão efectuar paragem nas localidades de Trofa, Famalicão, Nine, Barcelos e Barroselas.

Só haverá um comboio directo em cada sentido, estando a oferta programada para se sair de Viana de manhã e chegar a Lisboa ao meio-dia. O regresso de Santa Apolónia pelas 17:30 e chega ao Porto às 20:46, seguindo depois para Viana.

O tempo de percurso ganho é pouco significativo, apenas sete minutos por comparação com a situação actual em que se faz transbordo em Campanhã. No entanto, será possível embarcar num comboio em Santa Apolónia ou no Oriente e sair no centro de Viana do Castelo, segundo o Público.

A electrificação até Viana é a primeira fase de um projecto global que custa mais de 80 milhões de euros e que pretende levar a catenária (cabo de alta tensão que fornece energia eléctrica aos comboios) até Valença, na fronteira com a Galiza.

Anúncio

Viana do Castelo

Três toneladas de bivalves apreendidas em Viana

GNR identificou um homem de 35 anos

em

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR apreendeu hoje, no concelho de Viana do Castelo, 3,23 toneladas de bivalves, com o valor estimado de 28.500 euros, anunciou hoje aquela força.

Foto: GNR

Em comunicado, a GNR refere que a apreensão ocorreu durante uma ação de fiscalização rodoviária, orientada para a verificação e controlo do transporte de pescado fresco e moluscos bivalves.

A GNR detetou um veículo de mercadorias que transportava várias espécies de bivalves, sendo que os documentos que sustentavam o transporte estavam “incorretamente preenchidos”.

Segundo a GNR, aquela situação originava falta de rastreabilidade dos bivalves e, consequentemente, a possibilidade de constituírem um perigo para a saúde pública.

Além disso, a ameijoa que seguia na viatura não possuía o tamanho mínimo legal para captura e comercialização, que é de quatro centímetros.

Na operação, a GNR identificou um homem de 35 anos, sendo elaborado o respetivo auto de notícia por contraordenação, devido ao transporte de espécies bivalves em estado imaturo e por falta de rastreabilidade.

Estas infracções são puníveis com coima máxima de 37.500 e 25.000 euros, respetivamente.

Os bivalves apreendidos aguardam por inspeção higiossanitária.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Deputada do CDS eleita por Viana abandona Assembleia da República “por motivos pessoais”

Ilda Araújo Novo havia sido indicada para incorporar a lista às próximas eleições legislativas

em

Foto: DR

A atual deputada do CDS-PP, Ilda Araújo Novo, eleita pelo círculo eleitoral de Viana não vai concorrer nas próximas eleições legislativas.

Em comunicado, Ilda Araújo Novo diz que decidiu “renunciar à designação por razões de natureza pessoal e institucional”. Recorde-se que a Distrital do partido, liderada por Paulo Sousa, havia incluído o nome da parlamentar na lista de candidatos às próximas eleições.

“Conquanto muito honrada, e agradecendo a confiança em mim depositada, decidi renunciar à designação por razões de natureza pessoal e institucional”, acrescentando que “ão serei candidata às próximas eleições legislativas pelo círculo eleitoral de Viana do Castelo, retomando a minha vida profissional”.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Mulher grita durante discurso de Costa em Viana: “Não ao lítio. Vendidos. Portugal não está à venda”

Na cerimónia que assinalou a chegada do comboio elétrico à cidade

em

Foto: Gentilmente cedida por "Olhar Viana do Castelo"

A PSP identificou hoje, em Viana do Castelo, uma mulher que se manifestou contra a exploração de lítio em Portugal, enquanto o primeiro-ministro discursava na cerimónia que assinalou a chegada do comboio elétrico àquela cidade.

A mulher, que passava de bicicleta no local da cerimónia, gritou “Não ao lítio. Vendidos. Portugal não está à venda”.

“Não ofendi ninguém, apenas me manifestei contra a exploração do lítio em Portugal”, referiu Nina Verde Silva, residente em Vila Praia de Âncora, concelho de Caminha.

Confessou que a sua particular preocupação é a eventual exploração de lítio na Serra d’Arga.

“Mas sou contra a exploração tanto na Serra d’Arga como em qualquer outro ponto do país. Porque, como disse, Portugal não está à venda”, acrescentou.

No início do mês, numa audição parlamentar na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, o ministro do Ambiente e da Transição Energética disse ter sido decidido retirar do concurso para a prospeção de lítio os sítios da Rede Natura 2000.

“Já é público o que vou dizer. Na análise e discussão que está a ser feita pelas autarquias vamos retirar também os Sítios da Rede Natura 2000, que é exatamente a Serra d’Arga”, afirmou João Pedro Matos Fernandes na resposta à interpelação da deputada do PSD Liliana Silva, eleita pelo distrito de Viana do Castelo.

FOTOGALERIA [Olhar Viana do Castelo]: Viana em festa para receber comboio elétrico

Ponte de Lima, Viana do Castelo e Caminha iniciaram um projeto intermunicipal, intitulado “Da Serra d’Arga à Foz do Âncora”, que pretende alcançar a classificação da Serra d’Arga como Área Protegida, como forma de travar aquele projeto de prospeção de minerais.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares