Seguir o O MINHO

Futebol

Liga das Nações: A bola já rola no Estádio D. Afonso Henriques há mais de 50 anos

Guimarães recebe dois jogos

em

Foto: Facebook de ULTRAS-TIFO.net

O Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, já funciona desde 1965, adquiriu a configuração atual aquando do Euro2004 de futebol, e vai receber, esta semana, a fase final da Liga das Nações.

Situado a um quilómetro do centro histórico vimaranense, o recinto foi inaugurado como Estádio Municipal de Guimarães em 03 de janeiro de 1965, num jogo em que o Vitória SC derrotou o Belenenses (2-1), para a I divisão portuguesa.

Casa do emblema vimaranense desde então, a infraestrutura sofreu alterações, quer para o Mundial de sub-20 que Portugal organizou, em 1991, quer para o Euro2004, altura em que passou a ter configuração atual graças a uma requalificação que custou 27,3 milhões de euros.

A versão atual do estádio foi inaugurada em 25 de julho de 2003, quando o Vitória bateu os alemães do Kaiserslautern (4-1), num jogo particular, e recebeu, no Europeu, dois jogos do Grupo C: o empate entre a Dinamarca e a Itália (0-0) e o triunfo da Itália sobre a Bulgária (2-1).

A infraestrutura esteve na posse da Câmara Municipal até 1989, ano em que o Vitória passou a ser o proprietário. Os sócios do clube aprovaram a designação Estádio D. Afonso Henriques em 1995.

Ficha do Estádio D. Afonso Henriques

– Cidade: Guimarães.

– Estado: Inaugurado em 03 de janeiro de 1965 (versão atual inaugurada em 25 de julho de 2003).

– Capacidade: 30.000.

– Eventos possíveis: Futebol e concertos.

– Distância para o aeroporto: 50 quilómetros.

– Distância para o centro da cidade: um quilómetro.

– Transportes públicos: autocarro.

– População da cidade: 54.097 habitantes (153.294 no município).

– Clube: Vitória SC.

– Jogos (2):

Meias-finais

06 junho, Holanda – Inglaterra, 19:45

Apuramento do terceiro classificado:

09 junho, Derrotado meia-final 1 – Derrotado meia-final 2, 14:00

Anúncio

Futebol

Médio do Gil Vicente convocado por Balakov para a seleção da Bulgária

Autor de golo frente ao FC Porto

em

Kraev. Foto: Divulgação / Gil Vicente FC

O médio do Gil Vicente Bozhidar Kraev foi convocado pelo selecionador da Bulgária, Krasimir Balakov, para os duelos com Inglaterra e Irlanda, revelou esta terça-feira o clube da I Liga portuguesa de futebol.

Kraev, de 22 anos, que chegou ao emblema barcelense em julho por empréstimo dos dinamarqueses do Midtjylland, estreou-se pela seleção principal búlgara em março de 2017, contabilizando dois golos em nove internacionalizações.

A Bulgária vai medir forças com a Inglaterra, em Wembley, em 07 de setembro, num encontro da fase de qualificação para o Euro2020, três dias antes de realizar um jogo particular com a Irlanda, em Dublin.

Continuar a ler

Futebol

Rui Fonte tem tudo acertado para regressar ao SC Braga

Avançado do Fulham

em

Foto: SC Braga via Youtube

O avançado Rui Fonte tem tudo acertado com o Sporting Clube (SC) de Braga para regressar ao clube minhoto da I Liga de futebol, revelou esta terça-feira à agência Lusa fonte da SAD bracarense.

Segundo a mesma fonte, os termos do contrato de três anos a ser assinado pelas partes estão acertados, e o regresso de Rui Fonte a Braga deve ser oficializado nos próximos dias.

Rui Fonte, de 29 anos, chega proveniente dos ingleses do Fulham, que, na época passada, emprestaram o jogador ao Lille, de França.

O avançado jogou no SC Braga em 2015/16 e 2016/17, e ainda algumas partidas no início de 2017/18, antes de sair para o clube londrino em agosto de 2017.

Continuar a ler

Futebol

Liga Europa: Braga e Vitória tentam apuramento frente a emblemas históricos em crise

Portugal pode vir a ter quatro equipas na Liga Europa

em

Foto: Divulgação / UEFA

Sporting Clube (SC) de Braga e Vitória Sport Clube (SC) procuram, na quinta-feira, aproximar-se da fase de grupos da Liga Europa de futebol, com duelos no playoff frente a Spartak Moscovo e FCSB, respetivamente, emblemas históricos que já viveram melhores dias.

Depois de deixar os dinamarqueses do Brondby pelo caminho, com um triunfo por 7-3 no total da eliminatória, o SC Braga vai agora apanhar um dos grandes do futebol russo, embora o Spartak Moscovo esteja a passar por uma fase irregular no seu país, em que ocupa apenas o quinto lugar, após seis jornadas, a mesma posição em que terminou o campeonato na última temporada.

Por seu lado, o Vitória, que vai já disputar a sua terceira eliminatória na prova, depois de afastar os luxemburgueses do Jeunesse Esch (5-0) e os letões do Ventspils (9-0), vai ter pela frente o antigo Steaua de Bucareste, histórico clube romeno que teve de mudar de nome em 2011 devido a uma questão judicial, e que aparece nesta fase de temporada num desapontante 11.º lugar na sua liga.

O Braga recebe o Spartak Moscovo após sofrer o primeiro desaire da temporada, frente ao Sporting (2-1), para o campeonato, mas com o técnico Ricardo Sá Pinto a ter todos os jogadores disponíveis, no primeiro duelo de sempre com o emblema da capital russa.

Os russos, mais habituados a estarem presentes na Liga dos Campeões e que são recordistas de títulos no seu país, chegam a esta fase depois de deixarem pelo caminho os suíços do Thun, com duas vitórias (3-2 fora e 2-1 em casa).

Depois do quinto lugar da época passada, o Spartak Moscovo manteve-se irregular neste arranque de época e entre as principais figuras do clube destaque para o paraguaio Lorenzo Melgarejo, ex-jogador do Benfica, e para o alemão André Schurrle, campeão do mundo em 2014 com a Alemanha.

O avançado germânico chegou esta época a Moscovo para ocupar as vagas deixadas em aberto por Zé Luís, que rumou ao FC Porto, e Luís Adriano, que regressou ao Brasil para vestir a camisola do Palmeiras.

O encontro está agendado para as 19:45, 15 minutos após o arranque do jogo do Vitória na Roménia.

A equipa de Ivo Vieira chega a Bucareste depois do empate caseiro com o Boavista (1-1) para a I Liga, num encontro em que o golo dos ‘axadrezados’ aconteceu já em tempo de descontos.

Por seu lado, o FCSB está a viver um momento conturbado, depois do despedimento do técnico Bogdan Andone, com o seu sucessor ainda a não ter sido encontrado. O adjunto Vergil Andronache assumiu interinamente o comando.

No campeonato, o histórico emblema romeno, vencedor de uma Taça dos Campeões Europeus em 1986, ocupa o 11.º lugar, com apenas uma vitória em seis jogos, situação que já levou a presidente do clube a revelar que vai despedir alguns jogadores, um deles o português Diogo Salomão.

Na Liga Europa, o cenário tem sido bem diferente, tendo eliminado o Milsami (Moldávia), o Alashkert (Arménia) e o Mladá Boleslav (República Checa), antes de defrontar os vimaranenses.

Neste playoff, SC Braga e Vitória SC podem fazer história e colocar pela primeira vez quatro equipas lusas na fase de grupos da Liga Europa, em que já estão apurados FC Porto e Sporting.

O registo português continua com o PAOK Salónica, do técnico Abel Ferreira e de Vieirinha, a tentar o apuramento frente aos eslovacos do Slovan Bratislava, e com o AEK Atenas, outra formação grega, quem tem o treinador Miguel Cardoso e conta com uma ‘armada’ lusa composta por Hélder Lopes, Paulinho, André Simões, David Simão, Francisco Geraldes e Nélson Oliveira, a receber o Trabzonspor, de João Pereira.

Num dos embates mais interessantes do playoff, o Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo e dos seus compatriotas Rui Patrício, Roderick, Ruben Vinagre, Bruno Jordão, Ruben Neves, João Moutinho, Pedro Neto e Diogo Jota, vai a Itália defrontar o Torino.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares