Seguir o O MINHO

Braga

Larápios deixam carro sem as quatro rodas em Braga

em

Foto: DR

O proprietário de um veículo da marca Ford Focus, parado num pequeno parque de estacionamento à entrada da Rua Engenheiro João Teixeira da Silva apanhou um susto quando, esta manhã, se dispôs a nele entrar: tinham-lhe furtado as quatro jantes e respetivos pneus. Os larápios tiveram, no entanto, o cuidado de colocar quatro tijolos a segurá-lo, de forma a que a estrutura da roda, incluindo o sistema de travagem, não batessem no chão, danificando-o, ainda mais.

A PSP foi chamada ao local e recolheu indícios, tendo aberto o respetivo inquérito.

O dono do carro, de matrícula suiça, vai ter -quase de certeza – de abrir a carteira e comprar jantes e pneus.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Braga

Ruca no Altice FORUM Braga: Temos 5 bilhetes duplos para oferecer – Interessado?

Participe até às 23:59 do próximo sábado (26 de janeiro)

em

Foto: Divulgação

A popular personagem infantil Ruca vai estar no Altice FORUM, em Braga, no próximo dia 03 de fevereiro (domingo), para dois espetáculos no Grande Auditório. A primeira sessão será às 11:00 e a segunda às 15:00 horas. E O MINHO tem cinco bilhetes duplos para lhe oferecer.

Interessado? Envie-nos uma mensagem por e-mail ([email protected]) ou através da nossa página no Facebook e diga-nos por que razão um dos convites duplos lhe deveria ser oferecido a si.

No próximo domingo, 27 de janeiro, a Redação de O MINHO vai avaliar as melhores respostas e escolher os cinco vencedores.

Para os menos sortudos, os ingressos custam entre 12 e e 18 euros.

O espetáculo tem uma duração de 90 minutos.

Condições:

  • Os convites são para o espectáculo das 11:00 horas
  • Os vencedores devem levantar os bilhetes na bilheteira do Altice FORUM Braga, nos dias 02 ou 03 de fevereiro.

Continuar a ler

Braga

Associação Florestal do Cávado alerta produtores para apoios a projetos no setor

em

Foto: Divulgação

A Associação Florestal do Cávado chamou, esta terça-feira, a atenção dos produtores florestais para a existência de uma linha de financiamento destinada a intervenções em terrenos agrícolas e não agrícolas.

“Serve para rentabilizar superfícies de baixo valor patrimonial, apoiar manutenção e prevenir riscos de incêndio”, acentua o organismo.

A Associação Florestal do Cávado informa que decorre o prazo para apresentação de candidaturas para apoios à florestação, abrangendo projetos de intervenção com valor orçamental a partir de 3.000 euros e uma superfície mínima de investimento contígua de 0,5 hectares.

O presidente da Associação, Carlos Cação, sublinha a importância desta linha de financiamento para a região, considerando a inclusão de projetos de baixo custo e áreas de terreno com pequena dimensão.

“É uma oportunidade para a concretização de intervenções que favorecem a rentabilização de terrenos, em muitos casos, com baixo valor patrimonial, permitindo simultaneamente o financiamento para a manutenção e uma ação concertada de prevenção de riscos de incêndio”, aponta.

As taxas de apoio – assinala – oscilam entre os 75% e os 85%, estando ainda previsto um prémio de apoio à manutenção, durante um período de 10 anos, destinado a cobrir as despesas inerentes à manutenção dos povoamentos florestais instalados.

O prazo para apresentação de candidaturas decorre até final de fevereiro. Podem beneficiar dos apoios “pessoas singulares ou coletivas, de natureza privada, as autarquias locais e associações, as entidades gestoras de baldios, detentoras de terras não agrícolas, bem como organismos de administração pública central que detenham a gestão de terras não agrícolas”.

O que é financiado…

Entre as operações que são financiadas constam os custos de instalação (incluindo materiais florestais de propagação), aproveitamento da regeneração natural, preparação do solo, rega, plantação, sementeiras, mão-de-obra, fertilização, micorrização, protetores individuais de plantas ou redes de proteção, vedações e retanchas, custo de elaboração do Plano de Gestão florestal ou de instrumentos equivalentes ou de outros estudos prévios à execução do projeto.

Como “terra não agrícola” entende-se uma “superfície que, apesar de compreendida nas ocupações culturais consideradas superfícies agrícolas, não teve atividade agrícola nos últimos cinco anos e superfícies florestais não arborizadas (superfície com vegetação arbustiva, sem uso agrícola)”.

Continuar a ler

Braga

Comissão Administrativa convoca assembleia de militantes na secção do PS/Braga

Jorge Faria reúne-se com apoiantes para decidir se é candidato ao Secretariado.

em

Foto: DR/Arquivo

A Comissão Administrativa que está a gerir a Secção de Braga do PS convocou, para dia 28, segunda-feira, à noite, uma assembleia de militantes, para debater o processo eleitoral interno, marcado para dia 2 de março.

Fonte partidária disse a O MINHO que a convocatória foi já enviada aos militantes.

Entretanto Jorge Faria, que encabeçou uma lista nas eleições de 2018, reúne-se dia 25, num jantar em Braga, com os seus apoiantes para decidir se se recandidata ao cargo nas eleições internas marcadas pela Federação Distrital de Braga para o dia 02de março.

O ato eleitoral surge após a demissão, a cinco de janeiro, da Comissão Política Concelhia, presidida por Artur Feio.

Até às eleições, o órgão político da Secção está a ser dirigido por uma comissão administrativa, presidida por Fausto Faria e que integra Jorge Cruz e José Silva.

Artur Feio, o anterior presidente da Secção local, já anunciou que se vai recandidatar ao cargo, a que renunciou para “clarificar a situação” já que a oposição interna, chefiada por Jorge Faria, vinha dizendo que tinha “falta de legitimidade”.

Em 2018, em janeiro, Artur Feio venceu as eleições para a Secção, com 70 por cento dos votos, contra uma lista de apoiantes de António José Seguro, liderada por Jorge Faria.

Faria concorreu sob protesto por entender que a lista de Feio fora admitida ilegalmente a votos, já que não apresentou uma moção política, como é exigido pelos estatutos.

Recorreu, de seguida, para a Comissão de Jurisdição Distrital, onde perdeu, e depois para a Jurisdição Nacional do PS, em Lisboa, a qual, quase um ano depois, ainda se encontra, à espera de uma decisão.

Continuar a ler

Populares