Juiz liberta mulher que terá ateado fogo ao quarto para se matar com os filhos em Guimarães

Foto: GMRTV

Uma mulher de 31 anos, detida pela Polícia Judiciária (PJ) no sábado passado, em Guimarães, suspeita de atear fogo ao quarto para se matar com os filhos menores, foi esta segunda-feira ouvida no Tribunal Judicial daquela comarca, tendo-lhe sido decretada a obrigatoriedade de se apresentar três vezes, por semana, num posto policial e a proibição de contactar com o marido.

No sábado passado, a mulher ter-se-à trancado com o filho de três anos e a filha de 23 meses naquela divisão da casa, em Mesão Frio, na sequência de um discussão com o marido, antes de lançar as chamas.

Alertados pelo fumo, os vizinhos chamaram os bombeiros locais, que conseguiram salvar a mãe e os dois filhos, tendo ainda evitado que as chamas se propagassem a outros compartimentos e apartamentos vizinhos.

Mãe e filhos foram transportados ao Hospital da Senhora da Oliveira, na cidade de Guimarães, devido às inalação de fumos, tendo a mulher recebido alta, à noite. Quando regressou a casa foi imediatamente detida pela PJ, suspeita daquele ato, sendo presente a tribunal esta segunda-feira.

 

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Atenção, Braga. Interrupção no abastecimento de água

Próximo Artigo

Clube Náutico de Ponte de Lima é decacampeão da Taça de Portugal de Velocidade

Artigos Relacionados
x