JSD: “Braga é hoje uma cidade de oportunidades onde todos os dias se acelera o futuro”

Ricardo Rio na receção a Angela Merkel, chanceler alemã, em Braga. Foto: Divulgação / CM Braga

A concelhia de Braga da Juventude Social Democrata (JSD) vem esta semana a público “congratular e aplaudir” a Câmara Municipal de Braga, a InvestBraga e os empresários bracarenses “pelos excelentes resultados económicos registados no concelho entre 2013 e 2017”.

A exultação surge após a visita da chanceler alemã, Angela Merkel, à cidade, onde inaugurou o novo Centro de Investigação e Desenvolvimento da Bosch, acompanhada pelo Primeiro-Ministro português, António Costa, e à terceira Semana da Economia, que teve lugar nos passados dias 21 a 25 de maio, onde a InvestBraga apresentou um balanço sobre a atividade económica do concelho, com destaque para a afirmação de que Braga é o terceiro maior exportador nacional.

João Alcaide, presidente da JSD/Braga. Foto: Divulgação

Nas palavras de João Alcaide, presidente da estrutura, “os dados económicos referentes ao concelho de Braga, no período de 2013 a 2017, são tão expressivos, evidentes e notórios, que falam por si próprios”.

“Braga tem-se afirmado e elevado, nos últimos anos, como uma referência a todos os níveis no que à inovação, investimento e desenvolvimento económico diz respeito. Os números anunciados no Fórum Económico, levado a efeito no âmbito da terceira Semana da Economia, bem como a presença de Angela Merkel para a inauguração do novo Centro de Investigação e Desenvolvimento da Bosch, são circunstâncias paradigmáticas do excelente trabalho que tem sido desenvolvido em Braga”, aponta.

Alcaide, que sucedeu ao atual vereador João Rodrigues na liderança da jota, apresenta números.

“No intervalo de 2013 a 2017, em termos de emprego, foram criados mais de 8 mil postos de trabalho, tendo o desemprego assinalado uma redução de mais de 50%. Relativamente às exportações, as mesmas cresceram 35% no ano passado, tendo Braga, de acordo com o INE, sido o sétimo município do país com maior volume de exportações (1,5 mil milhões de euros); aliás, o terceiro concelho mais exportador a nível nacional, se imputadas as exportações geradas na cidade pela APTIV (ex-Delphi), cuja sede ainda se encontra em Lisboa (2011 milhões de euros). Em relação ao PIB local, este cresceu 3,9% de média anual, 1% acima da média da Península Ibérica. Todos estes indicadores falam por si mesmos, e posicionam Braga como um motor de desenvolvimento económico nacional.”

Para o presidente da JSD Braga, estão de parabéns Ricardo Rio, a Câmara Municipal de Braga, a InvestBraga e os empresários bracarenses “por estes excelentes resultados económicos, que fazem de Braga a sede nacional da inovação e do investimento”.

“O espírito proativo e empreendedor promovido pelo Presidente da Câmara Municipal, assim como uma gestão municipal sustentada na abertura e na concertação entre os vários agentes e parceiros económicos, assumem-se como fatores fundamentais para a criação de um clima económico favorável e atrativo e, consequentemente, para um concelho próspero, no qual é bom morar, trabalhar, visitar e investir”, refere, acresentando que “para além dos indicadores já referidos anteriormente, essencial tem sido a alocação, por parte do executivo camarário liderado por Ricardo Rio, deste desenvolvimento económico à melhoria da qualidade de vida em Braga e dos bracarenses, das freguesias à gestão do espaço público, do património ao ambiente, da cultura ao desporto, e da juventude às políticas sociais. Braga é, hoje, uma cidade qualificada, inovadora, solidária e de oportunidades.”

“Braga é, hoje, uma cidade cosmopolita, enérgica e empreendedora, onde todos os dias se acelera o futuro”, conclui a JSD.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

PCP exige mais funcionários e melhores instalações para a Comarca de Braga

Próximo Artigo

Paredes de Coura recebe "um dos melhores festivais de Lego do mundo"

Artigos Relacionados
x