Jovem fica em instituição de apoio à deficiência após fecho de centro em Caminha

Um jovem autista foi hoje integrado no lar de uma instituição de apoio à deficiência, em Viana do Castelo, após o encerramento do Centro de Acolhimento Temporário (CAT) para crianças e jovens em risco de Seixas, Caminha.

“O jovem já esteve hoje, durante o dia, num dos Centro de Atividades Ocupacionais que a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) possui em Viana do Castelo, onde havia vagas para o acolher. Também está integrado no lar residencial do Cabedelo, após o alargamento do protocolo que existia entre a APPACDM e a Segurança Social”, explicou hoje à Lusa o presidente daquela associação, Luiz Costa.

O responsável, explicou que “o lar tinha 17 vagas protocoladas com a Segurança Social, que se encontravam preenchidas”, sendo que “a Segurança Social conseguiu financiamento para mais uma vaga com o objetivo de acolher o jovem durante a noite e aos fins de semana”.

Luiz Costa adiantou que o CAT Benjamim, em Seixas, encerrou hoje, tal como tinha sido anunciado em março pela APPACDM, responsável pela gestão daquela estrutura.

Na altura, em declarações à agência Lusa, Luiz Costa, explicou que o CAT Benjamim era “a única resposta da instituição que não é vocacionada para a área da deficiência e que acumulou, desde 2008 um défice crónico, com dívidas superiores a 400 mil euros”.

Na semana passada, os vereadores do PSD na Câmara de Caminha manifestaram-se “preocupados” com a solução que tinha sido encontrada para o jovem autista, numa resposta vocacionada para a área dos sem-abrigo, que não está especializada para tomar conta de um jovem com estas características”.

Na altura, em resposta a um pedido de esclarecimento, por escrito, enviado pela Lusa, fonte do Instituto da Segurança Social (ISS) referiu que a situação do jovem “ainda não estava plenamente resolvida, continuando a ser procurada exaustivamente a melhor solução que respeite as suas especificidades”.

A fonte adiantou “estarem a ser trabalhadas diferentes hipóteses, designadamente, em respostas da própria instituição”.

“Este Instituto está certo que, até ao fim do prazo, a mesma seja assegurada”.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Anacom fez ações de fiscalização no distrito de Braga no primeiro semestre

Próximo Artigo

Austrália e República Checa campeãs em Contrarrelógio no Mundial Universitário de Ciclismo

Artigos Relacionados
x