Seguir o O MINHO

Desporto

Jovem de Barcelos é mecânico de alta competição do piloto suíço Reto Meisel

Automobilismo

em

Reto Meisel 'aponta' Nuno Eira como mecânico de excelência. Foto: O MINHO

Um jovem de Barcelos, Nuno Eira, é o mecânico exclusivamente virado para as atividades de alta competição do suíço Reto Meisel, um dos mais conceituados pilotos de montanha mundiais, estando de novo em Braga na Rampa Internacional da Falperra, agora no Masters Braga 2021 FIA The Hill Climb Race, que terminará este domingo à tarde na capital minhota.

Nuno Eira, de 26 anos, natural da freguesia de Martim, em Barcelos, depois de estagiar nas oficinas de Barcelos da Carclasse, a concessionária da Mercedes no Minho e não só, emigrou para a Suíça, tendo-se fixado perto de Zurique, onde começou a trabalhar logo como mecânico, vindo a conhecer Reto Meisel, porque ambos têm a paixão das bicicletas, fazendo várias caminhadas de BTT, como aliás Nuno Eira fazia anteriormente entre Barcelos e Braga.

Reto Meisel e Nuno Eira. Foto: O MINHO

Em entrevista conjunta a O MINHO, Reto Meisel sintetizou numa frase a admiração que tem por Nuno Eira, dizendo que “além de um grande amigo é também o meu melhor funcionário”, enquanto o jovem de Martim, que continua emigrado na Suíça, confidenciou que “no início eu só trabalhava para o Reto Meisel nas horas livres, mais à noite e aos fins de semana, desde o ano de 2016, já lá vão cinco anos, mas depois ele ia perguntando se eu não queria trabalhar oficialmente só para ele a tempo inteiro, até que tive de aceitar, fiz bem, é um trabalho bom”.

Foto: O MINHO

“Quando fui para a Suíça não foi por causa dele, até porque ainda não o conhecia, mas ainda bem que fui”, afirmou Nuno Eira a O MINHO, explicando que “as minhas hesitações iniciais para trabalhar exclusivamente para o Reto Meisel eram só porque já eramos amigos e eu não queria misturar amizade com trabalho, mas ainda bem que fiquei a trabalhar a tempo inteiro”.

Foto: O MINHO

Reto Meisel, de 51 anos, é também concessionário da Mercedes nos arredores de Zurique, proprietário de uma empresa com cerca de 25 funcionários, dedicando-se igualmente a várias modalidades de automobilismo, principalmente de montanha, porque é a dominante na Suíça.

Populares