Seguir o O MINHO

Desporto

Joseph quer voltar a jogar pelo Vitória SC, após paragem de oito meses

Covid-19

em

O médio Joseph, ausente dos relvados há oito meses, por lesão, assumiu hoje querer voltar a ter lugar no Vitória SC, caso seja reatada a I Liga portuguesa de futebol, suspensa devido à pandemia da covid-19.


O ganês, de 25 anos, está fora da competição desde 14 de agosto, quando se lesionou na anca, nos primeiros minutos da goleada sobre os letões do Ventspils (6-0), para a terceira pré-eliminatória da Liga Europa, mas disse já estar totalmente recuperado e pronto para batalhar por um lugar no ‘onze’ da equipa treinada por Ivo Vieira.

“Quando esta época começou, estava com muita ambição, mas fiquei aleijado. Já estou recuperado e já treino com a equipa. Estou a sentir-me bem e preparado para voltar a jogar. Vou tentar ganhar espaço [na equipa] outra vez, mas não é fácil”, disse aos jornalistas, numa videoconferência promovida pelo clube minhoto.

Autor de dois golos nos três jogos desta época que antecederam o da lesão, todos eles para as pré-eliminatórias da Liga Europa, Joseph frisou estar pronto “mentalmente” para voltar a jogar, apesar de ainda não ser possível.

O atleta considerou também que o Vitória SC, sexto classificado da I Liga, a 10 jornadas do fim, com 37 pontos, tem feito “bons jogos” ao longo da época, sobretudo em casa, mas também alguns dos que se realizaram fora de portas.

“O jogo contra o Arsenal, em Inglaterra [derrota vimaranense, por 3-2] foi bom. Temos sido bons em casa, mas lembro-me também que jogámos bem no Porto [derrota por 3-0]. Acabámos com menos dois elementos, mas criámos muitas oportunidades de golo”, recordou.

Além de treinar em casa com o material fornecido pelo clube, o médio tem passado o confinamento em Guimarães, vendo televisão, cozinhando e falando com a família no Gana, por videochamada.

Questionado ainda sobre a eventual ausência de público nos encontros da I Liga ainda por disputar, Joseph vincou que o futebol nunca “é igual”, quando “não há adeptos no estádio”, mas alertou que é preciso “olhar para a segurança de todos” os envolvidos no jogo.

A I Liga está suspensa desde 12 de março, devido ao surto do novo coronavírus, responsável pela infeção de mais de 2,3 milhões de pessoas e pela morte de mais de 164 mil, em 193 países e territórios. Mais de 525 mil doentes de covid-19 já foram considerados curados.

Em Portugal, já morreram 714 pessoas entre os 20.206 casos confirmados de infeção, de acordo com a mais recente atualização da Direção-Geral da Saúde (DGS), no domingo.

O novo coronavírus foi pela primeira vez detetado no final de dezembro, na cidade de Wuhan, na China.

Anúncio

Futebol

FC Porto estreia-se na Liga dos Campeões com derrota em Manchester

Liga dos Campeões

em

Foto: DR

O FC Porto estreou-se hoje com uma derrota no grupo C da Liga dos Campeões de futebol, ao perder em Inglaterra com o Manchester City por 3-1.

Os ‘dragões’ ainda sonharam com uma surpresa, quando o colombiano Luis Diaz inaugurou o marcador, aos 14 minutos, mas a equipa na qual alinham Ruben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva, todos titulares, igualou ainda na primeira metade, com um golo do argentino Kun Aguero, na conversão de uma grande penalidade, aos 20.

O alemão Ilkay Gundogan, na cobrança de um livre direto, aos 65, e o espanhol Ferran Torres, aos 73, anotaram os golos que permitiram o triunfo da equipa inglesa.

Com esta vitória, o City fecha a primeira jornada na frente do grupo C, com três pontos, os mesmos do Olympiacos, de Pedro Martins, que recebeu e venceu o Marselha, de André Villas-Boas, por 1-0, enquanto o FC Porto ocupa o último lugar sem pontos, igualado com os franceses.

Continuar a ler

Futebol

SC Braga vai poder ter 2.250 pessoas no estádio por já ter vendido bilhetes

Covid-19

em

Foto: SC Braga

Volte-face. António Salvador conseguiu convencer a Direção-geral da Saúde (DGS) a permitir a presença de público no jogo para a Liga Europa entre SC Braga e AEK, agendado para esta quinta-feira, soube O MINHO junto de fonte do clube.

Apesar do pedido para que o evento fosse à porta fechada, a DGS acabou por permitir a entrada de 7,5% do público nesse jogo, uma vez que é mais ou menos esse o número de bilhetes já vendidos pelo clube.

Em comunicado, o Braga explica que foi “informado por parte da Federação Portuguesa de Futebol de que a Direcção-Geral da Saúde em função do agravamento da situação epidemiológica no país, decidiu reduzir de 15% para 7,5%, a presença de público no Estádio Municipal de Braga, no jogo de amanhã, frente ao AEK Atenas (20 horas)”.

“Uma vez que já foram vendidos 2.200 bilhetes […] a venda de ingressos está automaticamente encerrada”, acrescenta o clube.

Recorde-se que a SIC Notícias tinha avançado que a DGS havia proibido a presença de público no estádio, algo que foi agora clarificado com a redução para metade dos 15% avançados inicialmente.

Continuar a ler

Futebol

DGS proíbe venda de mais bilhetes para o SC Braga-AEK

Covid-19

em

Foto: DR

ATUALIZAÇÃO

SC Braga vai poder ter 2.250 pessoas no estádio por já ter vendido bilhetes

A DGS não quer que o jogo entre o SC Braga e o AEK, marcado para esta quinta-feira, em Braga, tenha 4.500 adeptos, ao contrário do anunciado pela UEFA.

De acordo com a SIC Notícias, e várias outras fontes consultadas por O MINHO, a decisão surge devido ao aumento do número de casos covid-19 no Norte do país.

Recorde-se que a UEFA tinha anunciado que seria permitida a presença de adeptos neste jogo, desde que apenas fosse ocupado 15% da lotação do recinto, ou seja, 4.500 pessoas,

Após esse anúncio, o SC Braga colocou à venda 4.500 bilhetes, com 2.200 já vendidos até hoje.

Por esse factor, as vendas foram interrompidas e a lotação autorizada passa a ser de 2.250, ou seja, 7,5% da lotação do Municipal.

O jogo, o primeiro da fase de grupos da Liga Europa, está marcado para as 20:00 horas de quinta-feira, em Braga.

(notícia atualizada às 21h26 com a informação de que os espectadores com bilhete comprado até hoje podem assistir ao jogo)

Continuar a ler

Populares