José Sá, Diogo Dalot e Pedro Neto convocados para o Euro2024

Foto: DR

Os bracarenses José Sá e Diogo Dalot e o vianense Pedro Neto foram convocados para o Euro 2024, acabou de anunciar o selecionador nacional.

Ricardo Horta, capitão do SC Braga, ficou de fora. Roberto Martinez assume que foi o jogador que mais lhe custou deixar de fora. “Muito difícil”, afirma o selecionador, acrescentando que “foi impossível ficar”, dado haver outros jogadores com características mais necessárias à seleção.

“É um jogador que acho que fez tudo para estar na lista”, lamenta.

Trincão, de Viana do Castelo, campeão nacional pelo Sporting, também não foi convocado.

No Euro2024, Portugal vai disputar o Grupo F juntamente com República Checa (em 18 de junho, em Leipzig), Turquia (22, em Dortmund) e Geórgia (26, em Gelsenkirchen).

Antes de partir para solo germânico, a seleção nacional vai realizar três jogos de preparação, frente a Finlândia (04 de junho, no Estádio José Alvalade), Croácia (08 de junho, no Estádio Nacional) e República da Irlanda (11 de junho, em Aveiro).

O Euro2024 vai decorrer de 14 de junho a 14 de julho.

Lista dos 26 convocados:

Guarda-redes: Diogo Costa (FC Porto), Rui Patrício (Roma) e José Sá (Wolverhampton);

Defesas: João Cancelo (Barcelona), Nuno Mendes (Paris Saint-Germain), Diogo Dalot (Manchester United), Nelson Semedo (Wolverhampton), Rúben Dias (Manchester City), Gonçalo Inácio (Sporting), Danilo (Paris Saint-Germain), António Silva (Benfica) e Pepe (FC Porto);

Médios: Bruno Fernandes (Manchester United), Bernardo Silva (Manchester City), João Palhinha (Fulham), Vitinha (Paris Saint-Germain), João Neves (Benfica), Otávio (Al-Nassr) e Rúben Neves (Al-Hilal);

Avançados: Rafael Leão (Milan), Gonçalo Ramos (Paris Saint-Germain) , Cristiano Ronaldo (Al-Nassr), Diogo Jota (Liverpool), João Félix (Barcelona), Francisco Conceição (FC Porto) e Pedro Neto (Wolverhampton).

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Presidente da TAP defende participação do Estado após privatização

Próximo Artigo

Urgência de Santo Tirso fechou por falta de médico. Doentes encaminhados para Famalicão

Artigos Relacionados
x