José Mota renova com Farense após subida

Foto: Farense

O treinador José Mota renovou hoje contrato com o Farense por mais uma temporada, depois de ter liderado a equipa na subida à I Liga portuguesa de futebol, anunciou a SAD algarvia.

“O Sporting Clube Farense SAD comunica que chegou a acordo para a renovação de contrato do treinador José Mota para a época 2023/2024. Após um trajeto final impressionante de oito vitórias consecutivas, batendo dessa forma o recorde do clube nos escalões profissionais, acreditamos convictamente que esta é a melhor decisão para o sucesso do Sporting Clube Farense”, sublinhou o emblema de Faro, em comunicado divulgado nas redes sociais.

O Farense regressou à elite após uma ausência de dois anos, depois de ter sido segundo classificado na II Liga, com 69 pontos, a dez do campeão Moreirense.

José Mota, de 59 anos, que no início de fevereiro sucedeu a Vasco Faísca no comando técnico dos algarvios, somou a sua quinta subida à I Liga, depois de duas com o Paços de Ferreira, uma com o Feirense e outra com o Desportivo das Aves.

“Em primeiro lugar, quero agradecer ao presidente João Rodrigues, ao Zé Luís [diretor-geral da SAD] e a toda a administração, por todo o apoio que nos deram durante a época, assim como a todos os farenses que nos apoiaram incondicionalmente, sendo essenciais para o nosso sucesso”, referiu o técnico, em declarações divulgadas nas redes sociais do clube.

Mota manifestou-se “muito feliz” com a renovação do contrato, que considerou o desfecho “que ambas as partes desejavam, o que facilitou bastante as negociações”.

“Da minha parte e da equipa técnica prometemos muito trabalho, empenho e humildade. Espero continuar a ter a vossa confiança para o futuro e que juntos consigamos fazer do Farense um clube de primeira”, frisou o experiente treinador, manifestando o desejo de ver o Farense muitos anos no escalão máximo do futebol português.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Deputada do PSD julgada no processo da AIMinho? "Quando foi eleita, já estava a aguardar essa situação"

Próximo Artigo

Monção volta a "levantar o pau"

Artigos Relacionados
x