Seguir o O MINHO

Braga

José Barros concorre pelo Nós, Cidadãos! à Câmara da Póvoa de Lanhoso

Eleições autárquicas

em

Foto: DR

José Barros é o candidato do Nós, Cidadãos! à Câmara da Póvoa de Lanhoso, pretendendo “dar cumprimento à verdadeira democracia na ação governativa” e resposta a preocupações da população, como salários baixos, falta de emprego e “deficiente mobilidade”.

Em declarações à Lusa, José Barros considerou que aquele concelho está “marcado por um forte caciquismo” e “sofre de uma forte perda de recursos humanos”.

Para José Barros, o município “tem uma incapacidade de fixar jovens porque não existem saídas profissionais, não há incentivos a voltar depois de concluídos os estudos”.

“Queremos instituir a devolução do poder democrático à população, dar cumprimento à verdadeira democracia na ação governativa, estimular a capacidade de controlar o poder executivo municipal”, apontou.

Sobre o “diagnóstico traçado ao concelho”, o sociólogo político referiu que “há problemas no saneamento, existe uma manipulação partidária, uma ilusão de que estão a ser lançadas redes de saneamento que são falsas”.

“A par do saneamento há um grave problema de baixa escolaridade, deficiente mobilidade, quem vive fora do centro do concelho não tem como se deslocar. Há ainda a questão da deficiente captação de riqueza, vamos contratar recursos fora do concelho e não produzimos aqui riqueza”, explicou.

Em 2017, o PSD ganhou as eleições autárquicas na Póvoa de Lanhoso com 43,52% votos (quatro mandatos), o PS ficou em segundo lugar com 42,52% votos (três mandatos), seguindo-se o Movimento de Alternativa Democrática (10,58%) e o PCP-PEV (0,86%), não elegendo nenhum vereador.

Nas eleições marcadas para dia 26 de setembro concorrem à Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso Frederico Castro (PS), Avelino Silva (PSD), Manuel Joaquim Silva (CDU), João Pinheiro (CDS-PP), Carlos Barbosa (Chega), Paulo Silva e José Barros (Nós, Cidadãos).

Populares