Seguir o O MINHO

Canoagem

Jogos Europeus: Teresa Portela em oitavo em K4 500

Canoísta de Esposende

em

Foto: Imagens SportTV

O K4 500, composto pelas canoístas Teresa Portela, de Esposende, Joana Vasconcelos, Francisca Laia e Francisca Carvalho, classificou-se hoje em oitavo lugar nos II Jogos Europeus, longe dos lugares do pódio em Minsk.

Minutos depois de Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela terem sido quartos na prova masculina, a equipa feminina concluiu o seu desempenho em 1.48,236, a 6,710 segundos do ouro da Hungria, que bateu a Bielorrússia por 128 milésimas de segundo e a Polónia por 1,325 segundos.

Portugal tem hoje mais cinco finais na canoagem, procurando somar mais medalhas, depois da prata conquistada na quarta-feira por Fernando Pimenta, em K1 1000.

Portugal conquistou, até ao momento, duas medalhas de ouro, por Fu Yu em ténis de mesa e Carlos Nascimento nos 100 metros, cinco de prata, alcançadas pela equipa de judo, pelo ciclista Nelson Oliveira no contrarrelógio e pelas ginastas acrobatas Bárbara Sequeira, Francisca Maia e Francisca Sampaio Maia, nas provas de combinado e de exercício dinâmico, e por Fernando Pimenta em K1 1.000.

Na prova de equilíbrio, as três ginastas ainda conseguiram uma medalha de bronze, também alcançada pela judoca Telma Monteiro (-57 kg), pela estafeta mista dos 4×400 metros e por Diogo Ganchinho nos trampolins.

Com este desempenho, Portugal já superou os 10 pódios de Baku2015 e terminou o dia de quarta-feira no 11.º lugar do quadro de medalhas, que contabiliza 36 dos 50 países participantes nos Jogos Europeus.

Anúncio

Canoagem

Fernando Pimenta conquista a segunda medalha de bronze nos Mundiais, agora em K1 5000 metros

Na Hungria

em

Fernando Pimenta conquistou hoje a medalha de bronze em K1 5000 metros, no evento que encerra dos Mundiais de Szeged, a capital internacional da canoagem.

O atleta de Ponte de Lima já tinha conseguido o terceiro lugar na final de K1 1000, prova que lhe deu passaporte para os Jogos Olímpicos 2020.

O ouro ficou para Aleh Yurenia, da Bielorrússia, e a prata para Max Hoff, da Alemanha.

Pimenta, recorde-se, tinha conquistado o ouro nestas duas provas no anterior mundial, disputado em Montemor-o-Velho (na imagem).

Continuar a ler

Canoagem

Mundiais de Canoagem: Emanuel Silva e João Ribeiro apurados para os Jogos Olímpicos

A caminho de Tóquio

em

Foto: twitter / arquivo

Os canoístas Emanuel Silva, de Braga, e João Ribeiro, de Esposende, apuraram-se ao final da manhã deste domingo para os Jogos Olímpicos após se classificaram em sexto na final dos Mundiais de Canoagem em K4 500 metros.

Em conjunto com os atletas David Varela e Messias Baptista, os portugueses não tiveram uma prestação brilhante, mas foi o necessário para o apuramento que estava reservado para os primeiros sete classificados, entre nove concorrentes.

Apesar do apuramento, a prova não correu bem aos atletas, com Emanuel Silva a partir o remo no final da partida.

Com este resultado, quatro dos seis canoístas apurados para as Olímpiadas de Tóquio são minhotos, com Emanuel Silva e João Ribeiro a juntarem-se ao limiano Fernando Pimenta [K1 1000] e à esposendense Teresa Portela  [K1 200].

Continuar a ler

Canoagem

Mundiais de Canoagem: Teresa Portela apurada para os Jogos Olímpicos

Atleta de Esposende

em

Foto: FP Canoagem

Portugal garantiu este domingo a segunda vaga na canoagem para os Jogos Olímpicos, através do K1 200 de Teresa Portela, que beneficiou dos resultados da final de K1 500 para ser bem-sucedida.

“Uma vez que três das cinco primeiras nos 200 metros também repetiram o top cinco nos 500, a regra diz que libertam a vaga da distância mais curta. O desempenho da Nova Zelândia, Sérvia e Dinamarca permite alocar mais três lugares, beneficiando a Teresa que no sábado foi oitava”, explicou Vítor Félix, presidente da Federação Portuguesa de Canoagem.

Esta segunda vaga junta-se à de Fernando Pimenta em K1 1000, depois de o limiano ter sido medalha de bronze na distância na qual foi campeão em 2018 em Montemor-o-Velho.

Agora, o dirigente espera que o K4 500 de Emanuel Silva, João Ribeiro, Messias Baptista e David Varela possa confirmar hoje também o apuramento, o que elevaria para seis os apurados para Tóquio2020.

Em maio de 2020 há a derradeira fase de classificação para Tóquio2020, somente para caiaques e canoas de um e dois lugares.

Norberto Mourão também vai aos Jogos Paralímpicos, com a prata na classe adaptada de VL2 200.

Os mundiais de canoagem, que reúnem um recorde de 102 países e cerca de 1.300 atletas, terminam hoje em Szeged.

Continuar a ler

Populares