Seguir o O MINHO

Desporto

Jogo Vianense-Benfica para a Taça de Portugal vai ser disputado em Barcelos

em

O jogo Vianense-Benfica, para Taça de Portugal de futebol, vai decorrer no estádio Cidade de Barcelos, às 20h30 de 17 de outubro (sexta-feira), anunciou a direção do clube de Viana do Castelo.

Em comunicado, a direção do Sport Clube Vianense adiantou ainda que, devido à deslocação até à cidade de Barcelos, a Câmara Municipal de Viana do Castelo disponibilizará transporte aos sócios do clube, na compra de bilhete para o jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal.

Naquela nota, a direção do Vianense adiantou ainda que o local de venda e o preço dos bilhetes serão revelados esta quarta-feira.

O presidente do Sport Clube Vianense, Jorge Gama, explicou que a escolha do estádio Cidade de Barcelos prendeu-se com “a proximidade” daquela cidade a Viana do Castelo e foi tomada após ter sido excluída qualquer possibilidade de o jogo se realizar no estádio do clube.

Jorge Gama adiantou que “a falta de condições de segurança para a realização de um jogo de risco elevado” foi uma das principais razões detetadas durante uma vistoria realizada na segunda-feira pela Federação Portuguesa de Futebol, Associação de Futebol de Viana do Castelo, Sport Clube Vianense e Benfica.

“A bancada central foi ‘chumbada’ por não cumprir os critérios de segurança necessários a um jogo de elevado risco”, sustentou, adiantando que “as condições deploráveis” do relvado, sobretudo junto às balizas, pesou na decisão final.

Jorge Gama afirmou também que outra das conclusões daquela vistoria apontou para “a inexistência de condições para a realização de transmissões televisivas, quer por falta de iluminação, quer de zonas de colocação do equipamento necessário para o efeito”.

Disse também que o estádio Dr. José de Matos “não cumpre as distâncias regulamentares de espaço de campo para que possam operar os repórteres de imagem e som”, e que o reforço da lotação do equipamento, através da colocação de bancadas, “foi inviabilizado face à necessidade de realização de seguros, e certificações que não estariam concluídas em tempo útil”.

Segundo Jorge Gama, no distrito de Viana do Castelo, o complexo desportivo e de Lazer de Melgaço era o único com condições para acolher o jogo mas aquela alternativa foi abandonada devido à “distância, ao retorno financeiro e aos encargos com o reforço de lotação, uma vez que só tem capacidade para acolher entre 600 a 700 pessoas”.

Anúncio

Futebol

Benfica segura liderança da I Liga com goleada no terreno do Boavista

À 13.ª jornada

em

Foto: Twitter

O Benfica venceu hoje no terreno do Boavista, por 4-1, em jogo da 13.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, e aumentou provisoriamente para cinco pontos a vantagem sobre o FC Porto, segundo classificado.

No Estádio do Bessa, no Porto, Carlos Vinicius deu vantagem aos ‘encarnados’, aos 34 minutos, o sérvio Stojiljkovic empatou para os ‘axadrezados’, aos 44, o argentino Franco Cervi voltou a adiantar os campeões nacionais, aos 52, a passe do avançado brasileiro, que chegaria aos 10 golos na competição, aos 62. O médio Gabriel fixou a goleada, aos 90+2.

Com este triunfo, o 10.º seguido, o Benfica segurou o primeiro lugar, com 36 pontos, mais cinco do que o FC Porto, que visita o Belenenses, no domingo, enquanto o Boavista permanece no quinto posto, com os mesmos 18 pontos do Sporting de Braga, que visita o Desportivo das Aves, no sábado.

Continuar a ler

Desporto

Rui Bragança e Júlio Ferreira com ‘sonho olímpico’ adiado para abril

Objetivo para Moscovo não foi atingido

em

Foto: World Taewkondo Championship Grand Prix

Rui Bragança (Guimarães) e Júlio Ferreira (Braga) não chegaram às respetivas finais do Grand Prix de Moscovo em taekwondo, adiando assim, o sonho do acesso às olimpíadas de Tóquio, em 2020.

O duo, liderado por Joaquim Peixoto, selecionador nacional, residente em Braga, conseguiu um 5.º e um 9.º lugar, longe das aspirações iniciais.

Rui Bragança e Júlio Ferreira, este fim de semana em Moscovo, em busca do ‘sonho olímpico’

Rui Bragança, no peso de 58 quilogramas, venceu no frente-a-frente com Mikhail Artamonov, em combate equilibrado, com o marcador a espelhar essa ideia no resultado final (5-4). Nos quartos-de-final, perdeu (2-15) com o iraniano Armin Seighalani.

O taekwondista, embora triste com o resultado, publicou nas redes sociais uma mensagem onde dá como terminada a época de 2019, apontando já nova ronda de assaltos para abril, em nova oportunidade de apuramento.

Júlio Ferreira, em 80 quilogramas, teve um embate duro e bastante renhido com o norueguês Richard Ordermann, terminando empatado (11-11). No desempate, a vitória sorriu ao taekwondista escandinavo.

Joaquim Peixoto explica que, em abril, há nova prova de qualificação europeia que “dará bilhetes para Tóquio aos finalistas de cada categoria olímpica”, depois de gorada a qualificação via ranking.

O técnico mantém a confiança na ida da comitiva de taekwondo na missão portuguesa para Tóquio 2020.

Continuar a ler

Atletismo

Carlos Sá nomeado embaixador da marca que criou botas do primeiro astronauta na Lua

Saucony

em

Foto: DR

Carlos Sá, ultramaratonista de Barcelos, foi nomeado embaixador da americana Saucony, especialista em running, anunciou, esta quinta-feira, a marca através das redes sociais.

As origens da Saucony remontam a 1898 com quatro empreendedores nas margens do rio “Saucon”, em Kutztown, Pennsylvania.

Em 1910 A.R Hyde & Sons empreendem um negócio e fabricam calçado a partir de materiais reciclados, extremamente populares na época, pode ler-se no site oficial da marca.

Inicialmente, fabricavam também patins para gelo, sapatilhas de beisebol e bowling.

Em 1963 fabricam as botas utilizadas pelo primeiro astronauta americano a dar um passeio lunar.

Em 1980, criaram as primeiras sapatilhas com língua integrada, para correr.

Continuar a ler

Populares