Seguir o O MINHO

Desporto

Jogo Vianense-Benfica para a Taça de Portugal vai ser disputado em Barcelos

em

O jogo Vianense-Benfica, para Taça de Portugal de futebol, vai decorrer no estádio Cidade de Barcelos, às 20h30 de 17 de outubro (sexta-feira), anunciou a direção do clube de Viana do Castelo.

Em comunicado, a direção do Sport Clube Vianense adiantou ainda que, devido à deslocação até à cidade de Barcelos, a Câmara Municipal de Viana do Castelo disponibilizará transporte aos sócios do clube, na compra de bilhete para o jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal.

Naquela nota, a direção do Vianense adiantou ainda que o local de venda e o preço dos bilhetes serão revelados esta quarta-feira.

O presidente do Sport Clube Vianense, Jorge Gama, explicou que a escolha do estádio Cidade de Barcelos prendeu-se com “a proximidade” daquela cidade a Viana do Castelo e foi tomada após ter sido excluída qualquer possibilidade de o jogo se realizar no estádio do clube.

Jorge Gama adiantou que “a falta de condições de segurança para a realização de um jogo de risco elevado” foi uma das principais razões detetadas durante uma vistoria realizada na segunda-feira pela Federação Portuguesa de Futebol, Associação de Futebol de Viana do Castelo, Sport Clube Vianense e Benfica.

“A bancada central foi ‘chumbada’ por não cumprir os critérios de segurança necessários a um jogo de elevado risco”, sustentou, adiantando que “as condições deploráveis” do relvado, sobretudo junto às balizas, pesou na decisão final.

Jorge Gama afirmou também que outra das conclusões daquela vistoria apontou para “a inexistência de condições para a realização de transmissões televisivas, quer por falta de iluminação, quer de zonas de colocação do equipamento necessário para o efeito”.

Disse também que o estádio Dr. José de Matos “não cumpre as distâncias regulamentares de espaço de campo para que possam operar os repórteres de imagem e som”, e que o reforço da lotação do equipamento, através da colocação de bancadas, “foi inviabilizado face à necessidade de realização de seguros, e certificações que não estariam concluídas em tempo útil”.

Segundo Jorge Gama, no distrito de Viana do Castelo, o complexo desportivo e de Lazer de Melgaço era o único com condições para acolher o jogo mas aquela alternativa foi abandonada devido à “distância, ao retorno financeiro e aos encargos com o reforço de lotação, uma vez que só tem capacidade para acolher entre 600 a 700 pessoas”.

Populares