Seguir o O MINHO

Futebol

Jogadores testados duas vezes se intervalo entre jogos exceder cinco dias

Covid-19

em

Foto: DR / Arquivo

Os jogadores da I Liga portuguesa de futebol vão ser testados a covid-19 duas vezes se o intervalo entre duas partidas, das 10 jornadas que faltam, for superior a cinco dias, anunciou hoje a Liga.


Em comunicado, a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) detalha que foi hoje informada pela Direção-Geral da Saúde, a par da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que esta autoridade “admite, quando a periodicidade dos jogos não é superior a cinco dias, a realização de um teste laboratorial como forma precoce de identificar casos positivos” de covid-19.

Esse teste deve ser feito “o mais próximo possível do jogo”, e nunca com mais de 24 horas de antecedência, e no caso de passarem mais de cinco dias desde o último jogo, “deve ser dado cumprimento ao parecer técnico da DGS de 10 de maio e realizados dois testes laboratoriais”.

A I Liga vai ser reatada sob fortes restrições e sem público nos estádios em 03 de junho, com o encontro entre Portimonense e Gil Vicente, naquele que vai ser o primeiro dos 90 jogos das últimas 10 jornadas, até 26 de julho

Após 24 jornadas, o FC Porto lidera a competição, com 60 pontos, mais um do que o campeão Benfica.

Além do principal escalão, também a final da Taça de Portugal, entre Benfica e FC Porto, integra o plano de desconfinamento face à pandemia de covid-19, ainda em data e local a designar.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 350 mil mortos e infetou mais de 5,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Cerca de 2,2 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.356 pessoas das 31.292 confirmadas como infetadas, e há 18.349 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Anúncio

Futebol

SC Braga perde no ‘dragão’ com dois penáltis contra e um golo anulado

Futebol

em

Foto: Twitter

O SC Braga perdeu neste sábado frente ao FC Porto por 3-1, no Estádio do Dragão, num jogo marcado por um golo anulado a Abel Ruiz, por fora de jogo, e onde os nortistas marcaram dois golos de penálti.

Os arsenalistas, terceiros na última edição da prova, adiantaram-se aos 21 minutos, através de Castro, mas os dragões viraram o resultado ainda na primeira metade, com golos de Sérgio Oliveira (45+1) e de Alex Telles (45+4), este de grande penalidade. Abel Ruiz ainda marcou para o Braga, logo depois do primeiro da partida, mas foi anulado por fora de jogo.

O mesmo Alex Telles (89) ‘bisou’ na partida, na conversão de outra grande penalidade.

Com esta vitória, o FC Porto junta-se ao Benfica, goleou (5-1) na sexta-feira em Famalicão, e ao Belenenses SAD, venceu (1-0) em casa do Vitória SC, também na sexta-feira, no comando da prova, todos com três pontos, enquanto os bracarenses ficam na parte baixa da tabela, com famalicenses e vimaranenses.

Ficha de Jogo

Jogo disputado no Estádio do Dragão, no Porto.

FC Porto – SC Braga, 3-1.

Ao intervalo: 2-1.

Marcadores:

0-1, Castro, 21 minutos.

1-1, Sérgio Oliveira, 45+1.

2-1, Alex Telles, 45+4 (grande penalidade).

3-1, Alex Telles, 89 (grande penalidade).

Equipas:

– FC Porto: Marchesín, Manafá, Mbemba, Pepe, Alex Telles, Danilo, Uribe (Loum, 86), Sérgio Oliveira (Zaidu, 71), Otávio (Fábio Vieira, 90+2), Corona (Taremi, 87) e Marega.

(Suplentes: Diogo Costa, Diogo Leite, Zaidu, Loum, João Mário, Fábio Vieira, Soares, Evanilson e Taremi).

Treinador: Sérgio Conceição.

– SC Braga: Matheus, David Carmo, Bruno Viana, Raúl Silva (André Horta, 61), Ricardo Esgaio, Al Musrati (Iuri Medeiros, 78), Fransérgio, Castro (Galeno, 61), Sequeira (Vítor Tormena, 78), Abel Ruiz (Guilherme Schettine, 61) e Ricardo Horta.

(Suplentes: Tiago Sá, Vítor Tormena, Rolando, Moura, João Novais, André Horta, Iuri Medeiros, Galeno e Guilherme Schettine).

Treinador: Carlos Carvalhal.

Árbitro: João Pinheiro (AF Braga).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Bruno Viana (11), Ricardo Esgaio (60), Sérgio Oliveira (68), André Horta (72) e David Carmo (79). Cartão vermelho direto para Raúl Silva (75, no banco dos suplentes).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

(em atualização)

Continuar a ler

Futebol

Vizela goleado pelo Porto B

II Liga

em

Foto: DR

FC Porto estreou-se esta sexta-feira a vencer na II Liga portuguesa de futebol, com uma goleada, por 4-1, frente ao Vizela, na segunda jornada da prova.

Os portistas, que no primeiro jogo não conseguiram ir além de uma derrota em casa do Varzim, por 1-0, somam assim a primeira vitória na prova, apresentando uma exibição bem conseguida e com muitos momentos de golo.

O Vizela, por outro lado, no primeiro jogo recebeu e venceu a Oliveirense, por 2-1, não conseguindo agora contrariar a supremacia da equipa ‘azul e branca’.

As ameaças à baliza de Ivo começaram muito cedo, mas o golo só surgiu aos 25 minutos, por intermédio de Rodrigo Valente. A jogada começou no lado direito, nos pés do reforço Danny Loader, que lançou Francisco Conceição, acabando por fazer o trabalho quase todo. O avançado, de 17 anos, filho de Sérgio Conceição, deixou a bola para Rodrigo Valente, que apenas teve que encostar.

Pouco passava da meia hora e Matheus travou em falta Danny Loader dentro da grande área. O árbitro prontamente assinalou a marcação de grande penalidade e mostrou o segundo amarelo ao jogador do Vizela, ficando a equipa a jogar com 10.

O jogador inglês do FC Porto B foi chamado a marcar o castigo e não desperdiçou a oportunidade, fazendo o segundo dos ‘dragões’.

Ainda antes do intervalo, Johan Gómez praticamente ‘carimbou’ a vitória portista, ao fazer o terceiro golo do FC Porto B.

Na segunda parte manteve-se a pressão dos portistas, no entanto, e depois das saídas de Francisco e Rodrigo Conceição, a equipa ressentiu-se e permitiu ao Vizela subir no terreno. Aos 73 minutos, Koffi Kouao reduziu.

Mas a formação comandada por Rui Barros não desistiu e voltou a marcar. Igor Cássio, que havia entrado na segunda parte, aproveitou da melhor forma um passe de Mor N’diaye e fez o quarto dos portistas.

Ficha de Jogo

Jogo disputado no Estádio Municipal Dr. Jorge Sampaio, em Vila Nova de Gaia.

FC Porto B – Vizela, 4-1

Ao intervalo: 3-0.

Marcadores:

1-0, Rodrigo Valente, 25 minutos.

2-0, Danny Loader, 33 (grande penalidade).

3-0, Johan Gómez, 37.

3-1, Koffi Kouao, 73.

4-1, Igor Cássio, 85.

Equipas:

– FC Porto B: Ricardo Silva, Rodrigo Conceição (Rodrigo Pinheiro, 71), Pedro Justiniano, João Marcelo, Diogo Bessa, Francisco Conceição (Angel Torres, 71), Mor N’diaye, Rodrigo Valente, Johan Gómez (Diogo Ressurreição, 81), Boateng (Igor Cássio, 59) e Danny Loader (Gonçalo Borges, 81).

(Suplentes: Ivan Cardoso, Tiago Matos, Angel Torres, Gonçalo Borges, Rodrigo Pinheiro, Carlos Gabriel, Diogo Ressurreição, Gonçalo Brandão e Igor Cássio.

Treinador: Rui Barros.

– Vizela: Ivo Gonçalves, Ofori (Kiki, 46), Matheus, Aidara, Koffi Kouao, Marcos Paulo, Samu, Zag (Ericson, 46), João Pais (Marcelo, 34), Diogo Ribeiro (Cassiano, 56) e André Soares (Tavinho, 46).

(Suplentes: Pedro Silva, Tavinho, Cassiano, Cardoso, Marcelo, Ericson, Kiki, João Pedro e Francis Cann).

Treinador: Álvaro Pacheco.

Árbitro: Flávio Lima (AF Algarve).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Ofori (12), Francisco Conceição (14), Matheus (21 e 32), Zag (27), Tavinho (54), Rodrigo Conceição (63). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Matheus (32)

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

Continuar a ler

Futebol

Avançado do Wolverhampton reforça Famalicão

Mercado de transferências

em

Foto: DR

O avançado Leonardo Campana vai reforçar o Famalicão esta temporada, por empréstimo do Wolverhampton, anunciou hoje o clube da I Liga portuguesa de futebol.

O avançado equatoriano, de 20 anos, despontou ao serviço do Barcelona de Guayaquil, pelo qual deu nas vistas no campeonato do Equador.

As atuações valeram-lhe a chamada à seleção de sub-20, tendo sido uma das figuras do Mundial da respetiva categoria e no Campeonato Sul-Americano do mesmo escalão, competição na qual se sagrou o melhor marcador e ajudou a equipa equatoriana a vencer a prova.

Internacional pela seleção principal do Equador, Leonardo Campana foi contratado pelo Wolverhampton, do treinador português Nuno Espírito Santo, em janeiro deste ano.

“Estou encantado por ter assinado pelo Futebol Clube de Famalicão. Sei que é um clube que aposta muito em jovens jogadores e, por isso, sinto que me irá oferecer todas as condições para evoluir”, referiu reforço da equipa orientada por João Pedro Sousa.

Na sua página oficial, os ‘Wolves’ esclarecem que o empréstimo de Campana ao Famalicão é válido por uma temporada.

Continuar a ler

Populares