Seguir o O MINHO

Desporto

João Sousa encontra Andy Murray na 2ª ronda de Roland Garros

em

O tenista vimaranense João Sousa mostrou-se hoje satisfeito com a “excelente vitória” sobre o canadiano Vasek Pospisil na primeira ronda de Roland Garros e prometeu tudo fazer para vencer Andy Murray no próximo encontro do ‘Grand Slam’ francês.

“Acho que fiz um bom encontro. Nem sempre é fácil encarar o primeiro encontro de um ‘Grand Slam’ e de qualquer torneio, portanto estou contente com a minha prestação de hoje. Mais uma excelente vitória”, assumiu o número um nacional e 44.º jogador mundial.

O vimaranense precisou de uma hora e 54 minutos horas para vencer o canadiano, 53.º tenista do ‘ranking’ ATP, por 6-3, 7-6 (7-5) e 6-1, alcançando pela segunda vez, em quatro tentativas, a segunda ronda no torneio parisiense, no qual nunca alcançou a terceira eliminatória.

Na próxima ronda, João Sousa vai enfrentar um velho conhecido, o número três mundial Andy Murray.

“Quanto ao Andy, vai ser, obviamente, um encontro exigente. Tenho vindo a jogar bem, sinto-me com confiança. Já o defrontei por cinco vezes e perdi as cinco, mas todas em piso rápido. Vai ser diferente em terra batida”, defendeu o português.

O único tenista português a ter um torneio ATP no currículo reconheceu, no entanto, que o jogador britânico está a jogar “a um nível altíssimo no pó de tijolo – conseguiu 11 vitórias consecutivas”.

“Certamente tem evoluído muito, mas espero fazer um bom encontro, jogar ao nível a que tenho jogado. Vou fazer tudo para vencer”, prometeu.

É a terceira vez que os dois se vão cruzar num torneio de ‘Grand Slam’, já que se encontraram em duas ocasiões no Open da Austrália, a última das quais este ano, na terceira ronda. João Sousa nunca ganhou um ‘set’ ao escocês em cinco encontros.

Anúncio

Futebol

Entrada violenta sobre Esgaio na Taça da Liga vale dois jogos de suspensão

Dois para Mathieu e um para Eduardo

em

Foto: DR / Arquivo

O defesa francês do Sporting Jérémy Mathieu foi suspenso por dois jogos, face à expulsão no encontro da meia-final da Taça da Liga, revelou esta quinta-feira o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

O habitual titular no eixo da defesa dos ‘leões’ recebeu ordem de expulsão, já em tempo de compensação (90+3), na partida frente ao SC Braga, por ter tido uma entrada violenta sobre Ricardo Esgaio junto à linha lateral, num jogo em que também o avançado congolês Bolasie (61) e o médio brasileiro Eduardo Henrique (90+8), que não foi opção, acabaram igualmente expulsos, mas apenas vão falhar um desafio cada, segundo o comunicado daquele organismo.

Também o guarda-redes dos bracarenses Eduardo, suplente não utilizado na partida em que a sua equipa venceu por 2-1, vai cumprir um jogo de suspensão, o da final da competição, diante do FC Porto, no sábado.

Continuar a ler

Futebol

Moreirense deve receber subsídio municipal de 600 mil euros para a academia

Da Câmara de Guimarães

em

Foto: Divulgação / Arquivo

O Moreirense, clube que milita na I Liga portuguesa de futebol, deve receber um subsídio de 600.000 euros para a sua nova academia, atualmente em construção, informou hoje um documento da Câmara de Guimarães.

O montante em questão vai ser discutido e votado na reunião do executivo municipal de segunda-feira, no âmbito da atribuição anual de apoios às instituições desportivas do concelho vimaranense, sendo, em caso de aprovação, entregue ao clube da vila de Moreira de Cónegos em três tranches de 200.000 euros, com início em 2020.

Apresentada em 01 de novembro de 2018, aquando do 80.º aniversário do Moreirense, a designada Vila Desportiva já está a ser construída na antiga Quinta da Devesa, que se situa na freguesia vizinha de Guardizela, mas dista apenas cerca de 200 metros do Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas.

Contactado pela agência Lusa, o presidente do emblema minhoto, Vítor Magalhães, reconheceu que a primeira fase da obra, na qual se incluem dois relvados naturais para a equipa principal e um campo sintético para o futebol de formação, deve estar concluída no final de março, mesmo com os “atrasos” sofridos.

O Moreirense, referiu ainda o dirigente, gastou até agora mais de três milhões e meio de euros com uma academia que vai ocupar cerca de 150.000 metros quadrados e ter, após a segunda fase, um terceiro relvado natural e uma infraestrutura capaz de servir de residência a 26 atletas.

O espaço, frisou ainda o dirigente, vai ainda prestar “apoio social” à população da zona sudoeste do concelho de Guimarães, que, além de Moreira de Cónegos e Guardizela, inclui ainda as freguesias de Lordelo, São Martinho do Conde, Gandarela e Serzedelo, onde a equipa da I Liga, treinada por Ricardo Soares, costuma treinar.

Entre as instituições desportivas que devem receber apoio para obras em 2020, encontra-se também o Vitória, o outro clube do município com uma equipa na divisão maior do futebol português.

A verba destinada ao clube vitoriano é de 330.000 euros, distribuída por dois anos, a partir de 2020, e visa o melhoramento dos balneários, quer da academia de futebol, quer do pavilhão.

Continuar a ler

Futebol

Adeptos do Vitória detidos em Braga proibidos de entrar em estádios por um ano

Por invasão do recinto de jogo

em

Foto: O MINHO (Arquivo)

Dois adeptos do Vitória foram detidos na quarta-feira, durante a segunda meia-final da Taça da Liga, em Braga, anunciou hoje o comando distrital da PSP.

De acordo com nota enviada a O MINHO, os dois adeptos, com 21 e 33 anos, foram detidos por invadirem o recinto de jogo, pouco depois das 21:20, após o primeiro golo do Vitória.

Os detidos foram presentes esta quinta-feira no Tribunal de Guimarães e o “Ministério Público propôs para cada um a suspensão provisória do processo e uma injunção de proibição pelo período de um ano de acesso a recintos desportivos, bem como ao pagamento de 200 euros a uma Instituição de Solidariedade Social”.

Continuar a ler

Populares