Seguir o O MINHO

Desporto

João Sousa afastado nas meias-finas em São Petersburgo

O atleta de Guimarães, 64.º do ranking mundial, perdeu com o 15.º da hierarquia

em

Foto: DR / Arquivo

O tenista vimaranense João Sousa foi este sábado eliminado nas meias-finais do torneio de ténis de São Petersburgo, na Rússia, ao perder com o croata Borna Coric.

O atleta de Guimarães, 64.º do ranking mundial, perdeu com o 15.º da hierarquia e quarto cabeça de série em três sets, pelos parciais de 3-6, 7-6 (7-5) e 6-1, em duas horas e 18 minutos.

Finalista vencido na edição de 2015 do torneio russo em piso duro, desperdiçou três pontos de break no 11.º jogo do segundo set, que o teriam colocado a servir para selar um lugar na final.

No tie break, João Sousa nunca esteve em vantagem, mas, depois de recuperar de 3-5 para 5-5, serviu para conquistar um match point, só que sofreu o mini break e, no seu serviço, o croata forçou mesmo o terceiro parcial.

Depois de desperdiçar estas oportunidades, o português entrou mal no terceiro set, a servir, ficando rapidamente a perder por 0-40. Ainda salvou quatro pontos de break, mas cedeu ao quinto e, depois, nunca mais recuperou.

João Sousa procurava na Rússia a 11.ª final da carreira, sendo que conta três triunfos, em Kuala Lumpur, em 2013, em Valência, em 2015, e no Estoril, em 2018.

Anúncio

I Liga

Pedro Proença quer jogos da I Liga em sinal aberto

Covid-19

em

Pedro Proença. Foto: DR / Arquivo

O presidente da Liga de Clubes, Pedro Proença, afirmou hoje que os restantes jogos da I Liga de futebol devem ser transmitidos em sinal aberto, devido à pandemia da covid-19, e revelou que apresentou essa proposta ao Governo.

“Sabemos que os jogos vão ser à porta fechada e que o público não pode aceder. Aquilo que queremos e tentámos potenciar foi que a entidade governamental pudesse de alguma forma injetar dinheiro nos canais generalistas, para que pudessem adquirir conteúdos junto das operadoras. Assim, as operadoras seriam ressarcidas e poderiam pagar os clubes, fechando este ciclo”, afirmou Pedro Proença.

O dirigente máximo da Liga falava aos jornalistas, após uma reunião na Câmara Municipal do Porto com o presidente Rui Moreira.

“É também uma forma de não ter aglomerados à volta dos estádios e assim também proteger as famílias”, acrescentou o antigo árbitro.

Questionado sobre a sua continuidade à frente do organismo, com Benfica e Cova da Piedade a abandonarem recentemente a direção da Liga, Pedro Proença lembrou que o “importante agora é retomar as competições”.

“Fui reeleito há um ano com 96%. É um momento muito difícil para muitos clubes que estão em sérias dificuldades e necessitam de retomar a sua atividade profissional. Aceitamos com naturalidade as críticas, numa altura que é preciso tomar decisões difíceis. A Liga é dos clubes e o presidente da Liga estará enquanto os clubes quiserem”, frisou.

Após a declaração de pandemia, em 11 de março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas – Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

Os campeonatos de futebol de França e dos Países Baixos foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede na Alemanha, Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 04 de junho.

A II Liga ficou de fora da autorização dada pelo plano de desconfinamento do Governo e da Direção-Geral da Saúde para a conclusão da I Liga e da Taça de Portugal de futebol.

Continuar a ler

SC Braga

Guarda-redes Rute Costa deixa SC Braga após quatro épocas

Sem adiantar qual o próximo passo na carreira

em

Rute Costa. Foto: SC Braga

A futebolista internacional portuguesa Rute Costa, guarda-redes do campeão SC Braga, informou hoje que deixa as ‘arsenalistas’ após quatro épocas, sem adiantar qual o próximo passo na carreira.

“Fim de um ciclo! Não foram 4 meses, foram 4 anos… Quero agradecer a todas as jogadoras que passaram pelo SC Braga por contribuírem para o meu crescimento desportivo e pessoal”, escreveu a jogadora, de 25 anos, na rede social Facebook.

Rute Costa, que chegou ao SC Braga em 2016/17, na época de criação e estreia da equipa feminina, conquistou o campeonato em 2018/19 e a Supertaça em 2018, num currículo que conta ainda com uma Taça de Portugal com o Boavista, em 2012/13.

No comunicado, Rute Costa deixa ainda um agradecimento ao treinador de guarda-redes e aos adeptos do SC Braga, acrescentando estar “ansiosa por uma nova baliza, onde possa continuar a voar e sonhar”.

A guardiã tem duas internacionalizações em jogos particulares, tendo marcado presença no Europeu de 2017, na Holanda, na estreia de Portugal, competição em que foi suplente de Patrícia Morais, guarda-redes do Sporting.

Em abril, a Federação Portuguesa de Futebol decidiu cancelar as competições não profissionais, devido à pandemia da covid-19, entre as quais o campeonato feminino, então liderado por Benfica, com os mesmos pontos do Sporting.

Continuar a ler

I Liga

Jogador do Moreirense apresenta resultado inconclusivo em novo teste

Confirmou fonte do clube

em

Foto: DR/Arquivo

O futebolista do Moreirense que estava infetado pelo novo coronavírus, segundo os testes realizados em 09 de maio, apresentou um resultado inconclusivo nos testes mais recentes, confirmou hoje fonte do clube da I Liga portuguesa de futebol.

O respetivo jogador é o único caso inconclusivo no emblema da vila de Moreira de Cónegos, já que os restantes elementos do plantel, a equipa técnica e os membros da estrutura do futebol tiveram resultados negativos nos últimos testes, acrescentou a fonte.

Em isolamento desde que acusou positivo, o atleta vai ser novamente testado na quinta-feira, estando prevista a reintegração imediata no plantel caso o resultado seja negativo.

O Moreirense, oitavo classificado da I Liga, com 30 pontos, iniciou hoje os treinos coletivos, para preparar um regresso à competição agendado para 06 de junho, um sábado, com o duelo da 25.ª jornada frente ao Boavista, às 21:15, no Estádio do Bessa, no Porto.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou quase 345 mil mortos e infetou mais de 5,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,1 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.330 pessoas das 30.788 confirmadas como infetadas, e há 17.822 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

Continuar a ler

Populares