Seguir o O MINHO

Ponte de Lima

Já está tudo à espera das Feiras Novas em Ponte de Lima

De 4 a 9 de setembro

em

Foto: Divulgação / CM Ponte de Lima

A mais importante festa de Ponte de Lima realiza-se este ano entre os dias 4 e 9 de setembro, encerrando o ciclo das grandes romarias minhotas.

Mantendo-se fiel aos costumes a que há muito habituou os visitantes, a romaria arranca a 4 de setembro, desde a Alameda de São João, até ao largo de Camões, com a tradicional arruada e encontro concelhio de concertinas, às 21:30. Segue-se a Abertura Solene das Feiras Novas, uma alegoria à Ponte Medieval de Ponte de Lima.

Este momento precede a abertura oficial da iluminação, momento em que a ponte medieval, ex-libris Limiano, está interdita ao público. Esta ocasião decorre pelas 22.30, com a festa a continuar noite adentro, com rusgas e concertinas.

Por sua vez a noite de quinta-feira, 5 de setembro, inaugura com um concerto da Banda de Música de Estorãos, em pleno Largo de Camões, às 21h00. A animação continua posteriormente, na Expolima, com o “Ponte de Lima Music Fest”, que decorre das 22:00 às 04:00.

Quanto a sexta-feira, dia 6 de setembro, a Romaria inicia-se pelas 08h00 com uma Salva de Morteiros. A Festa prolonga-se durante o dia, sendo de destacar o espetáculo de “Fados/Fado ao Centro/Coimbra”. Este grupo recorda os temas mais conhecidos da trajetória da Canção Coimbrã, às 21:00, no Jardim do Paço do Marquês.

Ainda no mesmo local, pelas 22:30, a irreverência sadia da juventude estudantil dá mote à festa, com concertos das Tunas Académicas, Hinoportuna, Tuna de Engenharia da Universidade do Minho, Tun’ao Minho, Tuna Universitária do Minho, e Tun’Obebes.

Em paralelo, às 22:00 decorrem no Largo de Camões, concertos da Banda de Música da Casa do Povo de Moreira de Lima, e da Banda de Música de Rio Mau, de Penafiel. Ainda em simultâneo, e desde as 21:00 decorrem na Expolima os tradicionais cantares ao desafio, até às 24:00, com “Cachadinha e seus Amigos”. A Expolima acolhe posteriormente, das 00:00 às 06:00, o “Ponte de Lima Music Fest”.

A manhã de sábado, 7 de setembro, volta a abrir com uma Salva de Morteiros às 08:00 e, às 08:30 com o tradicional Concurso Pecuário, animado pelo Grupo de Música Popular da Feitosa, no Picadeiro Grande da Expolima. Às 12:00 os participantes do concurso saem deste recinto em desfile. Durante o dia, o “Grupo de Zés Pereiras”, “Gaiteiros”, “Gigantones e Cabeçudos”, “Amigos d’Areia – Darque, Grupo de Bombos de Santiago de Poiares”, “Voluntários de Baião, Unidos da Paródia”, “Amigos da Farra”, e os “Amigos da Borga, Grupo Recreativo de Viariz”, animam as ruas e o Largo de Camões, a partir das 08:30.

É precisamente a partir do Largo de Camões, que, às 09:00, as Bandas de Música “Grupo de Cultura Musical de Ponte de Lima” e “Banda de Música Junqueirense” começam a desfilar pelas ruas, em direção aos coretos. No mesmo local, pelas 12:15, decorre uma nova concentração de “Zés Pereira” e “Gigantones”.

Pelas 16:00 chega um dos pontos altos da Romaria: o Cortejo Etnográfico. Este é um autêntico museu vivo de atividades agrícolas, usos, costumes e tradições da vila minhota.

Já para os amantes arte equestre decorre em simultâneo uma Corrida de Garranos, na Expolima, às 16:30. Consagrada às rusgas, a noite de sábado acolhe cantares no Centro Histórico, a partir das 22:00. Para todos os gostos, a noite continua com o “Ponte de Lima Music Fest”, das 22:00 às 06:00.

Às 00:30 desta noite, decorre o aclamado espetáculo de pirotecnia. A “Noite do Fogo” pode ser apreciada do areal e do Largo de Camões.
A romaria de noite e de dia, amanhece novamente, a 8 de setembro, com a usual Salva de Morteiros às 08:00, com “Zés Pereiras, Gaiteiros, Gigantones e Cabeçudos” a partir das 08:30, novamente com as Bandas Musicais de Famalicão, e de Golães, às 09h00, e nova concentração de “Zés Pereiras” às 12:00.

As figuras e os episódios da história de Ponte de Lima ganham vida às 15:30 com o Cortejo Histórico. Após este desfile, decorre pelas 18:00, na Expolima, uma Tourada. No mesmo local pelas 21:30, apresenta-se o Festival Limiano de Folclore, que tem como palco simultâneo o Jardim do Paço do Marquês. A música continua das 22:00 às 06:00, na Expolima, com o “Music Fest”. Sendo que às 00:30 decorre a sessão de fogo de artifício “Fogo do Meio”.

A 9 de setembro, dá-se a última Feira Franca. A segunda-feira, o dia consagrado às Solenidades Religiosas em honra de Nossa Senhora das Dores, Padroeira das Festas, é anunciada por uma nova Salva de Morteiros à hora usual, e pelas Bandas Musicais de São Martinho da Gandra e da Casa do Povo de Moreira do Lima, cujos concertos começam às 9h00 e se prolongam ao longo do dia.

A Missa solene com Sermão em honra de Nossa Senhora das Dores, decorre às 10:30, e a respetiva procissão decorre às 16:30, dando ênfase ao caráter religioso que sustenta a origem desta festa também profana.

O Largo de Camões acolhe às 19:00 a despedida das Bandas, e às 22:00 a “Última Noite de Festa – Noite do Baile”, uma verbena popular com o Conjunto “Costa Verde”, que encerra o ciclo de grandes romarias que geram um grande movimento festivo na região, atraindo centenas de milhar de pessoas, há já 193 anos.

Anúncio

Ponte de Lima

Ponte de Lima: Morreu o empresário Baltazar Lima

Aos 71 anos

em

Foto: Direitos Reservados

O empresário limiano Baltazar Lima faleceu aos 71 anos, vítima de doença prolongada, informou, esta sexta-feira, a família.

“A família comunica o falecimento de Baltazar Lima, que se encontrará em câmara ardente, hoje, dia 13, a partir das 14:30, na sua loja, com entrada pelo Largo de São José, no centro de Ponte de Lima. Amanhã, às 14:00 horas, seguirá para o crematório de Braga”, lê-se numa nota divulgada.

Baltazar Boaventura Gonçalves de Lima marcou a história do comércio em Ponte de Lima, onde abriu a primeira de uma cadeia de lojas de eletrodomésticos, no centro da vila, em 1975, depois de ter retornado de Luanda, Angola, onde acumulou experiência como radiotécnico e gerente de várias lojas, como a Lusolanda (radiotécnico Philips), Pão de Açúcar (encarregado do setor de eletrodomésicos) e Alta Aliança (gerente da loja Sony), conforme destacava a revista Revismarket, num artigo publicado em 2013.

Imagens: Google (Arquivo)

Ao longo de uma longa história de 44 anos, a sua empresa serviu todo o concelho limiano e grande parte do distrito de Viana do Castelo, mais recentemente associada à marca Worten, com quem celebrou o primeiro contrato de franchising da cadeia do grupo Sonae, em Portugal.

Continuar a ler

Ponte de Lima

Fogo de artifício: Pirotecnia Minhota representa Portugal em concurso internacional em Macau

Empresa de Ponte de Lima

em

Foto: Divulgação

A empresa Pirotecnia Minhota, especializada em fogo de artifício, é o representante português deste ano no Concurso Internacional de Fogo de Artífício de Macau, que decorre durante um mês, naquela província do continente asiático.

Nuno Freitas, consultor da empresa, explicou a O MINHO que este ano a pirotecnia sediada em Ponte de Lima foi escolhida pela organização do concurso para representar Portugal.

O responsável recorda que, no ano passado, a empresa portuguesa também esteve presente no concurso mas como consultora técnica. “Este ano somos a empresa portuguesa participante no concurso pois infelizmente tivemos um problema na proposta enviada para voltarmos a fazer consultoria”, conta Nuno Freitas.

O consultor revela que a empresa tem “uma excelente relação” com o Turismo de Macau e que, seja como consultor ou como participante, a empresa está “sempre disponível” para uma colaboração.

Este concurso, que decorre entre 7 de setembro e 5 de outubro, junta na Baia da Torre de Macau empresas de pirotecnia de vários pontos do mundo que tentam vencer o concurso de melhor sessão de fogo de artifício.

A pirotecnia portuguesa entre a concurso já esta sexta-feira, a partir das 21:00 (hora portuguesa), concorrendo contra a sul-coreana Daehan Fireworks Company.

Continuar a ler

Ponte de Lima

Ponte de Lima: Igreja de São João da Ribeira proposta como monumento de interesse público

Proposta da Direção Geral do Património Cultural

em

Fotos: Visitar Portugal / Divulgação

A Direção Geral do Património Cultural (DGPC) propôs ao Ministério da Cultura a classificação do conjunto formado pelo adro e igreja de São João da Ribeira, em Ponte de Lima, segundo anúncio publicado esta quinta-feira.

Foto: Visitar Portugal / Divulgação

De acordo com a anúncio publicado em Diário da República, além da proposta de classificação daquele conjunto como Monumento de Interesse Público, a DGPC abriu um período de consulta pública do processo, com a duração de 30 dias úteis.

A classificação do imóvel foi iniciada em 2012, mas viria a ser a arquivada pela DGPC que alegou a “existência de deficiências de instrução” do processo, “consideradas insanáveis em tempo útil”.

Foto: Visitar Portugal / Divulgação

O processo de classificação do imóvel foi reaberto em novembro de 2013 e, de acordo com o anúncio do “novo procedimento de classificação”, foi estabelecida uma zona geral de proteção de 50 metros contados a partir dos limites externos da igreja e do adro.

Foto: Visitar Portugal / Divulgação

Segundo informação da DGPC, a igreja de São João da Ribeira “remonta, pelo menos, aos finais do século X”, tendo sofrido sucessivas obras e alterações.

Foto: Visitar Portugal / Divulgação

“Os vestígios mais antigos que, na atualidade, podemos identificar na igreja remontam à época final do Românico”, assegura aquela entidade. A porta Norte é um dos destaques deste templo, com o seu “arco de volta perfeita definido por duas arquivoltas que assentam no muro”.

Continuar a ler

Populares