Já abriu a Academia Sénior de Braga

Para maiores de 55 anos
Foto: Divulgação / CM Braga

A Academia Sénior de Braga abriu hoje as portas para proporcionar a esta faixa etária da população “um aumento da sua qualidade de vida, através da estimulação intelectual e física, com a criação de novos interesses a nível social e cultural”, afirma a Câmara.

Em comunicado, a autarquia adianta que o projeto se destina a cidadãos com idade igual ou superior a 55 anos, que se encontrem na condição de reformados ou pré-reformados, usufruindo gratuitamente de uma resposta social e educativa de ocupação e enriquecimento dos seus tempos livres.

“Este é um projeto que vem melhorar a qualidade de vida dos seniores bracarenses e vem dar resposta a esta franja da população que demonstra ainda muita ânsia em aprender, mesmo que tenha tido uma vida activa cheia de conhecimento”, referiu Sameiro Araújo, vice-presidente da Câmara de Braga, destacando que este “intercâmbio de conhecimento é estímulo ao dinamismo e ao enriquecimento pessoal”.

Foto: Divulgação / CM Braga

O projecto, que decorre entre os meses de setembro e junho, está instalado nas antigas instalações do Banco Local de Voluntariado, na Rua Frei Caetano Brandão, local onde, juntamente com o Museu dos Biscainhos, a Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva, recebe as aulas teóricas. Já a componente prática divide-se entre o Estádio 1.º de Maio, as instalações dos parceiros Leroy Merlin e Braga Dança, na Quinta Pedagógica de Braga e em diversos locais da Cidade.

Na Academia Sénior de Braga são ministradas várias disciplinas como História e Cultura de Braga, inteligência emocional, informática, inglês, literatura, cidadania, dança, actividade física, música ou artes, e conta com um conjunto de parceiros e professores, formados nas várias áreas específicas.

O projeto aposta no estímulo da formação permanente, no desenvolvimento da ocupação dos tempos livres, passando pelo crescimento do sentimento de utilidade, bem-estar e integração na comunidade, bem como no favorecimento das relações interpessoais e inter-geracionais.

“O Município de Braga tem reconhecido sistematicamente a importância da sua população sénior, definindo políticas de intervenção que pretendem reforçar e promover o envelhecimento activo da sua população, contribuindo para a promoção da sua qualidade de vida e de bem-estar”, conclui o comunicado.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

PSD "respeita" resultado eleitoral em Itália e acusa PS de "normalizar a extrema-esquerda" em Portugal

Próximo Artigo

Póvoa de Lanhoso tem nova arma para combater vespa asiática

Artigos Relacionados
x