Seguir o O MINHO

Desporto

Iuri Leitão vice-campeão europeu em ciclismo de pista dedica medalha à família

Ciclista de Viana

em

Foto: UVP

O português Iúri Leitão sagrou-se hoje vice-campeão europeu de pontos, no segundo dia do Europeu de ciclismo de pista, destacando a “grande concentração” necessária para o resultado.

O ciclista de Viana do Castelo, de 23 anos, conquistou a quarta medalha em Europeus, ao somar 61 pontos, a 20 do tricampeão mundial na pista, o francês Benjamin Thomas, que repetiu o ouro nos pontos consegui do em 2014.

No terceiro lugar, a quatro pontos de Leitão, ficou o russo Vlas Shichkin. Em 2020, o luso foi campeão europeu de scratch, prata na eliminação e bronze no omnium.

Em declarações à Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC), o jovem explicou que esta foi “uma corrida muito rápida de início ao fim”, e as duas voltas conseguidas (que valem 20 pontos cada) deixaram “vários corredores fora de prova”, uma das partes importantes da estratégia.

“A luta pelo segundo lugar foi renhida e obrigou a grande concentração”, analisou.

A quarta medalha em Europeus é, assim, dedicada “à família, fundamental para os desempenhos”, mas também ao selecionador, Gabriel Mendes, e “a toda a seleção de pista”, que já tinha outra prata, conquistada por João Matias na terça-feira, na eliminação.

Gabriel Mendes não foi comedido nas palavras, descrevendo a prestação como “uma prova espetacular”.

“O Iúri tinha de estar em todas as movimentações em que se decidir a corrida e fê-lo muito bem. Estamos muito orgulhosos com o trabalho dele, numa prova extremamente exigente”, avaliou.

Já quanto à performance de Maria Martins, nona na eliminação, o técnico destacou “alguma dificuldade no arranque”, mas que depois a atleta olímpica “entrou bem na corrida”, afetada por duas interrupções devido a quedas.

“Quando se retomou a prova, um momento de desconcentração ditou um afastamento mais cedo do que esperávamos, não por incapacidade física, mas por distração na colocação. Mas a Maria está bem e acredito que, amanhã [quinta-feira], fará um bom concurso de omnium”, acrescentou.

Na quinta-feira, o terceiro dia de provas terá quatro dos cinco ciclistas portugueses em prova, com Maria Martins em ação no omnium, disciplina em que estreou Portugal na pista em Jogos Olímpicos e na qual é campeã europeia sub-23.

Corre primeiro o scratch, depois o tempo, a eliminação e termina na prova de pontos, enquanto Iúri Leitão e João Matias, ambos já com pratas conquistadas, participam na qualificação da perseguição individual.

Já Rui Oliveira entra em ação pela primeira vez nos Europeus de Grenchen, em busca da sua quarta medalha em Europeus sénior, na prova de scratch, de que Iúri Leitão é o atual campeão europeu.

Populares