Seguir o O MINHO

Futebol

“Isto [Vizela] é família, temos de os educar”.

Álvaro Pacheco

em

Foto: Arquivo

Declarações após o jogo entre Vizela e Boavista, que terminou empatado 1-1, da quarta jornada da I Liga de futebol, disputado em Paços de Ferreira:

– Álvaro Pacheco (Treinador do Vizela): “Depois do que aconteceu, fico com o sentimento de que foram dois pontos perdidos. Tivemos o triplo de remates à baliza, uma capacidade ofensiva muito forte, empurrámos o Boavista para trás e não permitimos as suas intenções. Merecíamos o segundo golo, mas sinto um orgulho grande nos meus jogadores, contra um adversário matreiro e muito forte.

Não estávamos a contar com o golo, num lance controlado, mas são situações que acontecem. Acredito que vamos ficar mais fortes no futuro.

Enquanto líder, temos de perceber que (a conversa final com o Igor Julião) são situações que acontecem. Gosto de resolver as coisas de imediato e resolvi logo o problema. Ele já percebeu que tem de estar ao serviço do Vizela, que é o mais importante. Isto é família, temos de os educar”.

– João Pedro Sousa (Treinador do Boavista): “O Vizela entrou mais forte e dinâmico, tivemos algumas dificuldades para controlar, mas, depois, fomos equilibrando e acabámos por ter uma situação na primeira parte. Ajustámos ao intervalo, mesmo sem termos jogado tão bem num jogo competitivo e dinâmico. Depois do golo, penso que serenámos um bocadinho, mas sem conseguir levar o jogo para zonas mais subidas, acabando por sofrer o golo do empate, que se justifica, num jogo com dois bons golos.

Estas duas semanas serão importantes para trabalharmos o nosso jogo e melhorar. O plantel foi construído um bocadinho tarde e ainda estamos a tentar reforçar o plantel com jogadores de ataque)”.

Populares