Seguir o O MINHO

Desporto

Irmãs Barros (SC Braga) campeãs nacionais de Karaté

Tânia e Léa representam o SC Braga

em

Tânia e Léa Barros, atletas bracarenses, sagraram-se, este fim de semana, campeãs nacionais no decorrer do Campeonato Nacional de Karaté que se realizou em Portimão.

Tânia Barros conquistou o ouro na categoria de -55 quilogramas (Sub-21). A atleta do SC Braga derrotou as atletas Marina Alves (SC Conimbricence), Maria Arsénio (CRP Campolide) e Daniela Ferreira (CK Maia) para subir ao ponto mais alto do pódio nesta competição.

Já Léa Barros ganhou a competição de juniores na categoria de -53 quilogramas. A Gverreira do Minho venceu as atletas Cátia Guerra (CK Maia), Maria Barreira (KC Alto Tâmega) e Carolina Pereira (AK Wado) para se sagrar campeã nacional.

Anúncio

Futebol

Bis de Rafa (Benfica) deixa Braga a dois pontos do Sporting

I Liga

em

Foto: DR

Dois golos de Rafa garantiram, esta sexta-feira, a vitória do Benfica no terreno do Sporting, por 2-0, em jogo da 17.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, com os ‘encarnados’ a aumentarem a vantagem na liderança do campeonato.

O internacional português, que tinha entrado em campo no decorrer da segunda parte, marcou o primeiro golo do jogo aos 80 minutos e aumentou a vantagem aos 90+9, garantindo os três pontos para o Benfica, que termina a primeira volta com 19 pontos de vantagem sobre o Sporting.

O Benfica, que somou a 14.ª vitória consecutiva na prova, lidera o campeonato com 48 pontos, aumentando para sete a vantagem sobre o FC Porto, que perdeu hoje com o SC Braga, enquanto o Sporting mantém o quarto lugar, com 29 pontos, mais dois que os bracarenses.

Continuar a ler

Futebol

“Foi um resultado histórico, mas não é mais importante que o jogo com o Moreirense”

Braga vence no Dragão 15 anos depois

em

Imavem via PressNet

Declarações no final do encontro FC Porto-SC Braga (1-2), da 17.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol:

Rúben Amorim (treinador do SC Braga): “Entrámos com a nossa forma de ser, sabíamos que o FC Porto era muito forte. O mais importante foi que os jogadores perceberam quando tinham de pressionar na frente, quando tinham de baixar. Perceberem esses momentos em tão pouco tempo de treino, revela muita qualidade e muita inteligência dos nossos jogadores.

A equipa teve a ‘estrelinha’, eu tive a ‘estrelinha’. Jogou bem, mereceu vencer, adaptou-se muito bem a todas as situações, mas, depois, é preciso a ‘estrelinha’. Felizmente, tivemos nos dois penáltis. Foi um dia bom e uma vitória muito importante.

Não está a nascer um novo paradigma. Não nos estamos a desviar da nossa forma de ser consoante as equipas. Agora, os jogadores têm de entender que são três vitórias.

Depois, temos o Moreirense. E se correr mal? O que eles têm de ter na cabeça é que se corre mal, volta tudo ao mesmo patamar. O futebol hoje é verdade, amanhã é mentira. Sim, foi um resultado histórico, mas não é mais importante do que o Moreirense, porque se não ganharmos ao Moreirense, volta tudo à estava zero.

Todos os adeptos do Braga têm de estar felizes.

Eu sei que é histórico e sou o primeiro a estar feliz. Mas não é uma prenda. O Braga já teve outros jogos importantes. É levar isto com naturalidade”.

– Sérgio Conceição (treinador do FC Porto): “O primeiro lance em que o Braga chega à baliza foi num canto, que surgiu do nada, e faz o golo. Até aos 20 minutos, demorámos a encaixar o espaço e a condicionar o Braga, depois disso conseguimos fazê-lo. Merecíamos ir para o intervalo com outro resultado.

Na segunda parte, entrámos muito fortes. Até aos 75 minutos, penso que fomos o melhor FC Porto deste ano aqui no Dragão. Muito intenso. Conseguimos fazer o golo do empate e, noutro canto, o Braga castigou-nos mais uma vez.

Assumo na totalidade a responsabilidade desta derrota. O futebol é isso, foi um jogo muito ingrato, infeliz da nossa parte e muita ‘estrelinha’ para o Braga.

Cada jogo que passa, e perdendo pontos, começa naturalmente a ser mais difícil de chegar ao título. Acabou a primeira volta, ainda há muito para jogar, estão muitos pontos em disputa, e tenho um grupo que me faz acreditar que é possível. Ninguém atira a toalha ao chão.

Estamos desiludidos, tristes. Se calhar, igual ao que estavam nas bancadas. Mas, isto é futebol e amanhã estamos a treinar novamente.

Quando as coisas correm bem, toda a gente é amigo, toda a gente aplaude. Os adeptos querem resultados, vitórias, querem ganhar, como nós”.

Continuar a ler

Desporto

Portugal vence Suécia no Euro2020 de andebol (por 10 golos de diferença)

35-25

em

Foto: EFH

A seleção portuguesa de andebol venceu hoje a Suécia, vice-campeã europeia, por 35-25, na estreia na ronda principal do Euro2020, segunda fase do torneio, somando os primeiros pontos.

A equipa das quinas entrou bem no jogo, que decorreu em Malmo, e ao intervalo já vencia por 15-12, aproveitando a segunda parte para dilatar a vantagem, com o resultado final a assinalar uma vantagem folgada de 10 golos.

Portugal, tal como os suecos, entraram em desvantagem na fase decisiva da prova, uma vez que perderam os jogos com a Noruega (34-28) e a Eslovénia (21-19), respetivamente, as outras equipas qualificadas dos respetivos grupos da fase preliminar, que transportam os resultados entre si.

A seleção portuguesa soma assim os primeiros dois pontos no Grupo II, que é liderado pelo Noruega e Eslovénia, ambas com quatro pontos. Integram ainda o grupo a Hungria (dois pontos), Islândia e Suécia (ambas com zero).

Continuar a ler

Populares