Seguir o O MINHO

Alto Minho

Investimento de 30 milhões. Europac inaugura fábrica em Tânger

em

O Grupo Europac (Papeles y Cartones de Europa S.A.) inaugurou esta manhã a Europac Packaging Med, uma nova fábrica integrada de embalagem em Tânger (Marrocos).

Durante a sua intervenção, José Miguel Isidro, presidente da companhia sublinhou que “a entrada desta fábrica na grande família Europac representa uma enorme satisfação, é o culminar de uma longa rota desenhada em 1998, quando definimos como seria o Grupo Europac no futuro. O nosso objetivo era crescer nos nossos mercados naturais, Espanha, França, Portugal e Marrocos, o que hoje é uma realidade”.

A inauguração deste centro industrial é coerente não só com a estratégia da companhia, mas também com um modelo de negócio baseado na integração de atividades, na proximidade geográfica e na otimização de sinergias logísticas e comerciais, diz a empresa em comunicado.

Esta fábrica representa um investimento de 30 milhões de euros e vai gerar 114 empregos diretos e 570 indiretos quando estiver a funcionar em pleno, tem uma capacidade instalada máxima de 100 milhões de m2 de cartão ondulado ao ano, que se irá desenvolvendo à medida que o mercado cresça.

Estes valores fazem da fábrica de Tânger o maior investimento do grupo desde 2010, a primeira fora da Europa e o primeiro greenfield. Para José Miguel Isidro, Marrocos é um mercado importante para a companhia por vários motivos.

“A taxa de crescimento do PIB de Marrocos estima-se em 5% em 2016, um valor muito superior à média europeia, e 50% do PIB marroquino é proveniente dos setores industrial e agroalimentar, em que concentram a maioria dos nossos atuais clientes de embalagem”, afirmou o dirigente.

A atividade da Europac em Marrocos remonta a maio de 2013, quando iniciou uma unidade de embalagem heavy duty para fornecer a Renault, um dos principais clientes em França. Esta foi a primeira pedra de um projeto industrial cujo grande marco é a entrada em funcionamento da Europac Packaging Med com o objetivo de reforçar a atividade no sector industrial, ampliando a oferta de serviço no setor automóvel e a indústria de componentes, e abordar o setor estratégico do mercado agroalimentar.

No sector agroalimentar destaque para o Plan Maroc Vert impulsionado pelo Ministério da Agricultura e Pesca Marítima de Marrocos, uma estratégia ambiciosa para aumentar a competitividade da agricultura e convertê-la num motor de desenvolvimento social e económico do país. O plano contempla a reconversão de cerca de um milhão de hectares de cultivo de cereais em plantações hortofrutícolas.

Parceiro de embalagem

Carlos Larriba, diretor da Divisão Packaging de Europac, revela que “o nosso objetivo é posicionarmo-nos como o parceiro de embalagem na cadeia de fornecimento ao cliente. A nossa estratégia, baseada em aportar valor através de uma política proactiva de desenvolvimento de serviços logísticos, desenho estrutural e gráfico, inovação nas novas embalagens e melhoria das já existentes é o que nos permitirá consegui-lo”.

O diretor da Divisão Packaging sublinha que “não se trata apenas de fazer caixas, mas sim de aportar valor ao cliente em todos os processos e aplicações relacionados com as mesmas. Em definitivo, apresentamos soluções para ajudar aos nossos clientes a vender mais e melhor, convertendo os desafios da sua empresa em oportunidades de negócio”.

Localização estratégica

A fábrica encontra-se a 20 quilómetros de distância do Tânger Med Port, porto de referência do Mediterrâneo, destino de importação de bobinas de papel e ponto de partida da exportação do produto final da economia marroquina. Tânger Free Zone, a outros 20 quilómetros da fábrica, é uma zona de livre comércio entre Marrocos e a União Europeia, e um catalisador da atividade económica. São fatores que, juntamente com a sua localização entre as cidades de Tânger e de Tetuão, representam uma vantagem competitiva para a fábrica.


– O Grupo Europac apresenta-se como o parceiro de embalagem das empresas marroquinas através de uma estratégia que visa aportar valor ao negócio dos seus clientes;

– A nova unidade, que representa um investimento de 30 milhões de euros, tem uma capacidade máxima instalada de 100 milhões de m2 de cartão ondulado ao ano;

– A evolução da taxa de crescimento do PIB marroquino e o peso na sua economia dos setores industrial e agroalimentar justificam o investimento da companhia;

– O desenvolvimento da atividade industrial em Marrocos era um objetivo do grupo desde 1998, coincidente com a entrada em bolsa da Europac.

Populares