Seguir o O MINHO

Região

Investimento de 10.3 milhões de euros: UMinho integra projeto estratégico da Continental

Economia

em

Foto: DR

A Universidade do Minho é uma das entidades parceiras do consórcio “Continental Factory of the Future”, um projeto I&DT ( Investigação e Desenvolvimento) coordenado pela Continental Advanced Antenna e com um investimento total de 10.3 milhões de euros.

A cerimónia de assinatura do contrato decorreu esta quarta-feira, nas instalações daquela unidade, em Vila Real, e contou com a presença do ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, do reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro, do vice-reitor para a Investigação e Inovação, Eugénio Ferreira, do pró-reitor para a Avaliação Institucional e Projetos Especiais, Guilherme Pereira, e do coordenador do projeto, Paulo Martins, entre outros parceiros.

A UMinho adianta que, “no âmbito deste projeto, que visa a criação e lançamento de novos produtos com funcionalidades inovadoras e customizadas, especialmente direcionadas para endereçar os desafios futuros perspetivados para a indústria automóvel em termos de condução conectada e autónoma, o investimento da UMinho será de 1.3 milhões de euros”.

Neste sentido, – acrescenta a instituição – “apostar-se-á na criação de conhecimento técnico-científico de ponta nas áreas dos sistemas ciberfísicos híbridos de produção, dispositivos inteligentes e sistemas mecatrónicos, transformação digital do processo produtivo e do meio envolvente, sistema de execução e gestão industrial, relação simbiótica Homem-Máquina e Homem-Fábrica, com o objetivo de desenvolver novos produtos de alta intensidade e fiabilidade tecnológica, que, integrados, permitirão a criação da Fábrica do Futuro da Continental Advanced Antenna”.

Parcerias

Além da Continental e da UMinho, o consórcio tem a parceria da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, da Universidade do Porto, do INESC TEC e das empresas Neoception, Follow Inspiration e Up Motion. O projeto tem duração de 36 meses e envolve 169 recursos altamente qualificados, dos quais 76 doutorados.

“Este é um projeto de claro e elevado interesse especial para a economia portuguesa, pelo seu efeito estruturante refletido no seu forte contributo para um Portugal mais dinâmico, mais exportador e mais competitivo nos mercados internacionais e em áreas de interesse estratégico nacional como a indústria automóvel, os setores das tecnologias de produção e das indústrias de produto/processo e das TIC”, afirma o consórcio.

A Continental Advanced Antenna é uma das principais especialistas e fabricantes de antenas para veículos da Europa. Produz cerca de 20 milhões de antenas por ano, que são exportadas para todo o mundo.

Populares