Seguir o O MINHO

Braga

Instalada em Braga estação meteorológica que vai permitir recolher dados em tempo real

Estação Meteorológica Automática

em

Foto: Divulgação / CM Braga

Braga dispõe, desde esta semana, de uma Estação Meteorológica Automática, situada na freguesia de Lomar. O equipamento, já em funcionamento e apresentado durante a Semana do Clima, está equipado com cinco sensores que permitem medir a temperatura e humidade relativa, velocidade e direcção do vento, precipitação, pressão atmosférica e radiação solar.

De acordo com fonte da autarquia bracarense, o sistema é composto por uma plataforma de gestão de dados e visualização de informação que será uma ferramenta para o território, com os dados recolhidos a serem partilhados com o Município e com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), estando também em aberto a possibilidade de se efectuar protocolos de colaboração com instituições de ensino e investigação.

O projecto é da responsabilidade da Comunidade Intermunicipal do Cávado (CIM) do Cávado e financiado pelo POSEUR e Fundo de Coesão. Todos os concelhos da CIM Cávado – Braga, Amares, Barcelos, Esposende, Terras de Bouro e Vila Verde – terão um equipamento similar a funcionar até meados de outubro, num investimento global de 81 mil euros.

Considerando o aspecto pedagógico, os equipamentos estão instalados em locais visitáveis pelos alunos, que assim compreendem melhor a forma como os municípios recolhem estas informações.

Foto: Divulgação / CM Braga

Segundo Ricardo Rio, presidente da CIM Cávado e do Município de Braga, com este equipamento será possível “melhorar a identificação das vulnerabilidades do território em função das alterações climáticas, permitindo adoptar medidas e delinear estratégias de adaptação/mitigação que tenham em conta as especificidades de cada Município do Cávado”. “

No dia 18 de Outubro será apresentado publicamente o sistema de aquisição e monitorização das vulnerabilidades da NUT III Cávado às alterações climáticas em pleno funcionamento. Pretende-se elaborar um pano de acção que vise minorar os efeitos de alterações relacionadas com a existência de ventos mais fortes, pluviosidade intensa em períodos curtos, calor excessivo e períodos mais alargados de seca.

Anúncio

Braga

Conan Osíris (e respetivo bailarino) atua em Braga no Natal

“Por vezes nem a morte quer saber”

em

Foto: Divulgação

Conan Osíris, o mentor da música vencedora da versão portuguesa do Festival da Canção, “Telemóveis”, está de regresso a Braga para atuar no Theatro Circo, mítica sala de espetáculos da cidade.

O concerto está inserido nas festividades de final do ano e decorre a 27 de dezembro, com os bilhetes já disponíveis para venda.

A chegada do mítico “rapaz do futuro”, que se faz acompanhar por um bailarino durante os concertos, ao Theatro Circo, “acontece após concertos em São Paulo, Berlim, Oslo, Paris e Barcelona, além dos maiores festivais e dos mais prestigiados palcos do nosso país”, anuncia a organização do evento.

“Telemóveis”, “Borrego”, “Amália” ou “Adoro Bolos” são alguns dos temas incontornáveis do cancioneiro de Conan Osiris, para ouvir e ver num espetáculo “que funde os limites da música e da dança numa performance única”.

“Conan apresenta a sua arte numa dualidade, como a própria vida, entre a simplicidade e a complexidade. É o rapaz do futuro que não esquece o passado e faz música normal, para viver e celebrar”, caracteriza a organização.

Terceira vez em Braga

Esta é já a terceira vez que o artista lisboeta se desloca a Braga para atuar. Em 2017, esteve no Theatro Circo, como convidado de um evento que reuniu vários talentos do país em termos de música mais experimental.

Já em 2018, e antes de vencer o concurso nacional da Eurovisão, Conan esteve em Braga, durante a Noite Branca, atraíndo centenas de curiosos e fãs que já conheciam a obra, amplamente divulgada pelas redes sociais.

Continuar a ler

Braga

Identificado pela GNR por furto no interior de residência em Amares

Terá furtado diversos objetos

em

Foto: DR / Arquivo

Um homem, de 42 anos, foi identificado, na passada-quinta-feira, em Amares, por suspeitas de furto no interior de residência, divulgou hoje o comando territorial de Braga da Guarda Nacional Republicana (GNR).

De acordo com aquele órgão de polícia criminal, a identificação deu-se na sequência de uma denúncia seguida de busca domiciliária que resultou na apreensão de diversos objetos alegadamente furtados da dita residência.

Os militares começaram por investigar a cena do crime, apurando de seguida a identidade do presumível autor do furto, na sequência de várias diligências.

A operação desencadeou-se com um mandato de busca domiciliária, emitido por entidades judiciais, que culminou com a identificação do suspeito, fora de flagrante delito, e na apreensão de um televisor LCD e respetivo comando, uma antena portátil e diversos produtos de usos doméstico.

Os artigos apreendidos foram restituídos ao seu proprietário e o suspeito foi constituído arguido, tendo os factos sido remetidos ao Tribunal Judicial de Amares.

Continuar a ler

Braga

Motociclista acidentado no Gerês morreu no hospital

Óbito

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

António Pires, de 38 anos, não resistiu aos ferimentos sofridos na sequência de uma colisão entre a moto que conduzia e uma viatura, na Estrada Nacional 304, em Ventosa, concelho de Vieira do Minho, nas entradas do Parque Nacional Peneda-Gerês.

“Tone Panadas”, natural de Vilar da Veiga, concelho de Terras de Bouro, acabou por morrer no Hospital de Braga, confirmou O MINHO junto de fonte hospitalar.

A vítima já estaria em situação de paragem cardiorrespiratória, na sequência do acidente, à chegada da equipa médica da VMER de Braga. Em conjunto com operacionais da delegação de Rio Caldo da Cruz Vermelha Portuguesa, conseguiram reverter a situação de António, ainda que por apenas algumas horas.

De forma a apressar a evacuação entre aquela zona montanhosa e o hospital central do distrito, militares da GNR acompanharam a ambulância que transportava a vítima.

Apesar de todos os esforços, tanto de equipas de emergência, como de autoridades e dos profissionais de saúde, António Pires acabou por sucumbir na unidade de cuidados intensivos daquele hospital.

Continuar a ler

EM FOCO

Anúncio

ÚLTIMAS

Vamos Ajudar?

Reportagens da Semana

Populares