Redes Sociais

Região

INL tem um milhão de euros para levar a inovação às empresas do setor marítimo

PME das áreas da construção naval, reparação e manutenção de navios e portos, navegação e logística, energias renováveis marinhas, petróleo e gás, pesca e aquicultura, biotecnologia marinha, e processamento de peixe, entre outras.

 a

Foto: Divulgação

O Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL) está a promover, até fevereiro de 2020, o projeto KETmaritime, que tem como objetivo o de levar a inovação e a tecnologia às empresas que operam no setor marítimo. O projeto, com um orçamento de 985 mil euros, é direcionado para as pequenas e médias empresas das áreas da construção naval, reparação e manutenção de navios e portos, navegação e logística, energias renováveis marinhas, petróleo e gás, pesca e aquicultura, biotecnologia marinha, e processamento de peixe, entre outras.

O INL diz que, “as empresas do setor interessadas em beneficiar do apoio no desenvolvimento de soluções inovadoras podem participar no workshop que o INL vai promover no dia 14 de novembro, no âmbito do Business2Sea – Fórum do Mar 2018, que se realiza no Centro de Congressos da Alfândega do Porto”.

“O setor marítimo precisa de uma transformação, alterando o seu modelo tradicional para transitar para um modelo com alto valor acrescentado apoiado na inovação e assim aproveitar as novas oportunidades que o mercado está a desenvolver”, explica Daša Majcen, responsável do INL pelo projeto KETmaritime.

No entanto, para as pequenas e médias empresas – que representam a grande maioria do tecido empresarial português – “criar soluções inovadoras pode ser mais difícil pela falta de recursos financeiros, humanos e técnicos”.

É exatamente para contornar este problema que surgiu em novembro de 2017, o projeto KETmaritime.

Trata-se de um projeto internacional que agrega sete parceiros privados e públicos de diversas regiões da Zona Atlântica e que é liderado pelo INL.

Este consórcio está dotado de experiência e conhecimento nas chamadas Key Enabling Technologies – que incluem a micro e nanoeletrónica; a nanotecnologia; a biotecnologia industrial; novos materiais; fotónica e as tecnologias avançadas de fabrico.

A missão principal do projeto KETmaritime “é apoiar as pequenas empresas do setor marítimo no acesso a estas tecnologias com o objetivo de criarem produtos e serviços inovadores.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Braga

Peão colhido na passadeira em Braga

Publicado

 a

Foto: José Ferreira / Facebook

Uma viatura provocou ferimentos ligeiros a um peão que atravessava a passadeira, esta segunda-feira, na rua dos Barbosas, em Braga.

A imagem do incidente foi partilhada nas redes sociais.

A PSP tomou conta da ocorrência.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

Braga

Militantes do PSD/Braga juntaram-se em magusto

Em Adaúfe.

Publicado

 a

João Alcaide, presidente da JSD/Braga, Ricardo Rio, autarca de Braga, e Hugo Soares, presidente do PSD/Braga. Foto: DR

Mais de uma centena de militantes e simpatizantes do PSD, segundo dados da concelhia local, reuniram-se este domingo à tarde, na antiga sede da Junta de Freguesia de Adaúfe, para um magusto tradicional, momento de convívio e de reflexão, que contou com a presença do líder do PSD Braga, Hugo Soares, e de Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga.

Hugo Soares, presidente da concelhia, falou sobre a situação política local, onde enfatizou a ideia de que “o PSD Braga está muito empenhado em continuar o caminho de transformação do concelho”.

“Temos hoje uma cidade mais livre e esta é talvez a principal característica desta governação. Mais democrática, onde somos todos iguais, onde a cidade já não é só de alguns. Temos hoje uma cidade com uma dinâmica e uma pujança cultural que não tínhamos no passado. Temos agora, a dar os primeiros frutos, obras verdadeiramente importantes para o futuro da cidade com uma criação de emprego muito acima da média do país. E por isso eu acho que quem experimenta a gestão e a governação de um autarca como é o nosso Ricardo Rio – que é de longe um dos melhores presidentes de câmara do país – não quer e não pode voltar para trás”, disse, citado numa nota enviada a O MINHO.

Sobre o panorama político nacional, nomeadamente sobre as próximas eleições legislativas, Hugo Soares garantiu que é necessário fazer mais e que é possível disputar este ato eleitoral com o Partido Socialista.

“Falta ainda muito tempo para as próximas eleições legislativas. O PSD tem de fazer muito mais do que está a fazer. Temos todos que procurar ajudar cada vez mais o Dr. Rui Rio a ficar preparado para poder vencer essas eleições, mas eu estou convencido – porque conheço bem o partido – de que se tivermos a ambição, se estivermos mobilizados e se nos mobilizarem, nós estamos em condições de poder disputar essas eleições”, afirmou.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

Alto Minho

O Orçamento de Paredes de Coura para 2019

Publicado

 a

Foto: DR/Arquivo

A maioria socialista na Assembleia Municipal de Paredes de Coura aprovou o orçamento para 2019, no valor de 13,4 milhões de euros, que tem a educação e a cultura como prioridades, informou hoje a Câmara local.

Em comunicado, o município liderado em maioria absoluta pelo PS adiantou que o documento reserva dois milhões de euros de investimento para a educação e a cultura.

A autarquia liderada por Vítor Paulo Pereira acrescenta que o documento tem como “eixo” a construção do novo acesso rodoviário, reclamado há duas décadas, com cerca de 8,8 quilómetros de extensão, para ligar o parque empresarial de Formariz, em Paredes de Coura, à autoestrada A3, (nó de Sapardos – Vila Nova de Cerveira), no distrito de Viana do Castelo.

“Com a nova ligação os novos projetos turísticos ganharão uma nova racionalidade e será mais fácil a sua concretização. As zonas industriais obterão uma maior competitividade e será possível uma maior diversidade de investimentos”, garantiu o autarca socialista, citado naquela nota.

Vítor Paulo Pereira acrescentou que o orçamento para 2019, aprovado, na última sexta-feira à noite em reunião daquele órgão autárquico, reflete “o mesmo rigor orçamental que caracterizaram os últimos cinco anos”, garantindo o início de um “novo ciclo”.

“O desenvolvimento é muito mais do que crescimento. Desenvolvimento consiste num processo multidisciplinar de mudança e de melhoria das condições de vida das pessoas. Estamos perante um orçamento que criará um melhor futuro. Um futuro de prosperidade com oportunidades para todos os courenses”, frisou.

Segundo o autarca, a nova ligação de Paredes de Coura à A3 “terá uma grande presença no orçamento para 2019, bem como nos dos anos seguintes”, por considerar que “criará oportunidades para instalação de empresas diferentes e com outras tecnologias”.

Vítor Paulo Pereira destacou ainda a nova obra do mercado municipal, “que arrancará brevemente e potenciará a criação de novos negócios e empresas associadas à tecnologia e ao empreendedorismo”.

“Nesta área associada à criação de novos empregos e à implantação de novas indústrias vamos investir cerca de um milhão de euros”, explicou Vítor Paulo Pereira.

O PSD, principal partido da oposição na assembleia municipal, absteve-se e justificou o sentido de voto com “a falta de apoio e de investimento nas freguesias do concelho”.

Contactado hoje pela Lusa, o líder da bancada do PSD naquele órgão autárquico, João Cunha, disse ainda “não entender a forma como os recursos financeiros vão ser distribuídos pelas diferentes medidas previstas no plano e qual a fonte do financiamento estimado”.

O documento recebeu também o voto a favor da única deputada eleito pelo PCP/PEV.

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Continuar a ler

Populares