Seguir o O MINHO

Braga

Iniciativa Liberal de Braga quer mais lares de apoio à deficiência mental

Eleições autárquicas 2021

em

Foto: Divulgação

A candidata da Iniciativa Liberal à Câmara de Braga, Olga Baptista, propôs a criação de mais lares residenciais de apoio à saúde mental, acreditando que ainda não existem por “falta de vontade política”.

Em visita à Associação Creche de Braga,  uma das mais antigas IPSS a nível nacional, fundada em 1915, a IL constatou “o trabalho realizado nas valências de berçário, creche e infantário”, mas mostrou-se preocupada com as valências de apoio à deficiência mental.

“Numa segunda parte da visita, tivemos oportunidade de visitar o Centro D. João Novais e Sousa, onde se situam as valências de apoio à deficiência mental. Pudemos conhecer em detalhe o excelente trabalho aí realizado por todos os profissionais e voluntários, numa área onde as carências são, infelizmente, ainda muitas”, considera Olga Baptista, em comunicado enviado a O MINHO.

“Foi-nos apresentado o projeto de criação de um lar residencial para esta valência desenvolvido pelo Centro, uma infraestrutura cuja necessidade se torna evidente dada a fragilidade social de muitas famílias dos seus utentes. Infelizmente, esta proposta não foi ainda tornada possível pela evidente falta de vontade politica dos diversos intervenientes”, acusou.

A Iniciativa Liberal Braga espera que “o apoio a estas instituições seja foco central das preocupações na área da ação social do próximo executivo bracarense, tal como foi expressado em momento oportuno”.

“E garantindo, desde já, um olhar atento e uma fiscalização rigorosa e exaustiva a todas estas situações que nos merecem a melhor e mais profunda consideração”, conclui o comunicado.

Populares