‘Influencer’ viu, gostou e comprou “meia aldeia” em pleno Parque Nacional da Peneda-Gerês

Para alojamento turístico

João Amorim, viajante, fotógrafo e influenciador digital com 120 mil seguidores no Instagram, comprou “meia aldeia” em Castro Laboreiro, onde promete que irá erguer “o melhor e mais fixe alojamento do Parque Nacional da Peneda-Gerês”.

“Há muito tempo que sonhava em encontrar um lugar assim. E encontrei o lugar perfeito. Não imaginam o quão incrível é esta aldeia e quão bonito é este lugar”, conta o ‘influencer’ na sua página de Instagram, onde conta a novidade de que comprara um conjunto de casas na Branda da Varziela.

O futuro projeto de turismo rural já tem nome – Fundo da Aldeia – e desde ontem já tem mais de 11 mil seguidores no Instagram.

João Amorim explica que as casas foram compradas em conjunto com o pai e um primo. E embora prometa que “um dia este vai ser o melhor e mais fixe alojamento do Parque Nacional da Peneda-Gerês”, ainda terá muito trabalho pela frente.

Numa publicação mais recente, a pedido dos seguidores, o fotógrafo e viajante dá conta do estado em que estão as casas: “Todas partidas”.

O caminho que João Amorim percorreu até chegar a Castro Laboreiro é contado por Paulo Azevedo, CEO da empresa de animação turística Montes de Laboreiro.

“Gosto tanto do seu trabalho que um dia decidi pedir-lhe uma proposta, o orçamento veio e percebi que ele era mesmo bom, tinha umas métricas muito boas, tinha bastante influência sobre os seus seguidores. Também percebi que não seria fácil trazer o João a Castro Laboreiro, tinha bastante trabalho e não era barato”, conta Paulo Azevedo, numa publicação na sua página de Facebook.

E continua: “Isto foi em 2018, a partir dessa altura troquei mais duas ou três mensagens e fui acompanhando o trabalho dele (…) até que no ano passado o João enviou uma mensagem a dizer que tinha um trabalho por cá e que finalmente podia passar em Castro Laboreiro. Estava a fazer um trabalho para os Caminhos de Santiago e depois desse dia já ficou combinado uma próxima visita, é que ele adorou o que viu”.

O empresário conta que João Amorim “estava a pensar adquirir uma casa para turismo rural e Castro Laboreiro, de um momento para o outro, passou a ser uma opção séria”.

“Passaram alguns meses e, junto com alguns familiares, em janeiro, o João decidiu comprar ‘meio lugar’ numa das inverneiras mais bonitas de Castro Laboreiro. Sou fã do trabalho do João e agora vamos ser vizinhos. 2023 começa em grande. Parabéns João Amorim e muitas felicidades para o projeto Fundo da Aldeia”, conclui.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Atenção, Barcelos. Trânsito cortado em importante via de acesso à cidade até 10 de março

Próximo Artigo

Insolvências no distrito de Viana caem 24%

Artigos Relacionados
x