Seguir o O MINHO

Região

INEM renovará ambulâncias nos Bombeiros e Cruz Vermelha

em

O INEM renovará todas as suas ambulâncias que funcionam como postos de emergência médica, nos Bombeiros e Cruz Vermelha, parte das quais no Minho, prevendo-se que em 2018 sejam 75 novas viaturas, num investimento este ano, de três milhões e 700 mil euros.

O anúncio da aquisição gradual visando renovar integralmente a frota até ao ano de 2021 foi feito durante esta segunda-feira pelo ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, anunciou esta segunda-feira um investimento de 3,7 milhões de euros na renovação da frota de ambulâncias do INEM.

Segundo o ministro, em 2018 vão ser assinados protocolos com as corporações de bombeiros para a aquisição de 75 ambulâncias dos designados Postos de Emergência Médica, melhorando assim as condições de operacionalidade do Sistema Integrado de Emergência Médica na assistência a vítimas de acidente ou doença súbita.

Os Postos de Emergência Médica (PEM) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) funcionam em corporações de bombeiros ou delegações da Cruz Vermelha Portuguesa que têm acordos com o INEM para dar resposta a emergências médicas pré-hospitalares. Para o efeito dispõem de uma ambulância de socorro do Instituto, disponível 24 horas por dia para dar resposta aos pedidos de socorro recebidos via Número Europeu de Emergência – 112.

Ambulâncias de socorro

Uma ambulância de socorro é assim muito mais do que uma viatura sobre quatro rodas: é na realidade um instrumento para salvar vidas, já que se espera que o tratamento às vítimas de acidente ou doença súbita comece ainda antes da chegada à unidade de saúde, ou seja, no local da ocorrência e na célula sanitária da ambulância.

Atualmente o INEM tem 317 ambulâncias em funcionamento afetas aos PEM, apresentado a frota necessidade de renovação e deste modo, com recurso aos saldos de gerência acumulados do Instituto, devidamente autorizado pelo Ministério da Saúde e pelo Governo da República, o INEM vai em 2018 proceder à assinatura de 75 protocolos para a aquisição de outras tantas novas ambulâncias, substituindo as viaturas mais antigas.

O plano do INEM para a renovação desta frota prevê que se proceda à substituição de 75 ambulâncias em cada ano entre 2018 e 2021, altura em que a frota de ambulâncias se encontrará totalmente renovada. Trata-se assim de uma importante iniciativa do INEM e que marca também uma nova forma de aquisição das ambulâncias: ao invés de ser o Instituto a comprá-la, é adquirida diretamente pela corporação de bombeiros.

O INEM pagará uma verba de 50 mil euros para a aquisição, manutenção e seguro da ambulância. E a partir do primeiro ano de vida irá igualmente subsidiar a corporação de bombeiros nas despesas com manutenção, reparações e seguro.

Anúncio

Aqui chegado…

...temos uma pequena mensagem para partilhar consigo. Cada vez mais pessoas lêem O MINHO, jornal estritamente digital, líder de audiências. Ao contrário de outros órgãos de informação, optámos por não obrigar os leitores a pagarem para lerem as nossas notícias, mantendo o acesso à informação tão livre quanto possível. Por isso, como pode ver, precisamos do seu apoio.

Para podermos apresentar-lhe mais e melhor informação, que inclua mais reportagens e entrevistas e que utilize uma plataforma cada vez mais desenvolvida e outros meios, como o vídeo, precisamos da sua ajuda.

O MINHO é um órgão de comunicação social independente (e sempre será). Isto é importante para podermos confrontar livremente todo e qualquer tipo de poder (político, económico ou religioso) sempre que necessário.

Inspirados na filosofia seguida pelo jornal inglês "The Guardian", um dos mais importantes órgãos de comunicação do Mundo, também nós achámos que, se cada pessoa que lê e gosta de ler O MINHO, apoiar o futuro do nosso projeto, este será cada vez mais importante para o desenvolvimento da sociedade que partilhamos, a nível regional. Pela divulgação, partilha e fiscalização.

Assim, por tão pouco como 1€, você pode apoiar O Minho - e só demora um minuto. Obrigado.

Braga

Parada de Natal atraiu milhares a Braga

“Braga é Natal”.

em

Foto: Facebook de Altino Bessa

A Parada de Natal, iniciativa que integra a programação natalícia do “Braga é Natal”, atraiu este domingo milhares de pessoas à cidade que é capital do Minho.

População local e forasteiros, assistiram ao desfilar de soldadinhos de chumbo, bailarinas, circo de malabares, trenós, duendes, elfos, o Pai Natal e a rena Rudolfo, num cortejo que encheu as ruas de cor e alegria.

Foto: Facebook de Altino Bessa

Na Praça da República, onde está instalada a árvore de Natal, foram também muitos os que aproveitaram para ver o espetáculo de luz e som que ali decorre, a todas as horas, durante três minutos, e, claro está, para tirar as selfies da praxe junto do ex-líbris da época que se vive.

Braga é Natal durante um mês

O programa “Braga é Natal” teve início no passado dia 01, e prolonga-se durante o mês de dezembro, com uma agenda que inclui mais de 200 espetáculos e iniciativas com música, dança, teatro, circo, literatura, cinema, exposições e gastronomia.

Continuar a ler

Braga

Câmara de Braga transfere 5,5 milhões para pagar dívida dos TUB

TUB – Transportes Urbanos de Braga.

em

Novos autocarros elétricos. Foto: Facebook de Município de Braga (Arquivo)

A Câmara de Braga vai transferir 5,5 milhões de euros para pagar a dívida contraída desde a sua constituição em 1999, pelos TUB – Transportes Urbanos de Braga.

“O Município apenas efetuou transferências para cobrir os prejuízos verificados nos exercícios de 2006, de 2008, de 2009 e de 2013”, salienta a proposta da sua Administração, a qual sublinha que, com exceção de 2013, o primeiro ano de mandato da atual maioria PSD/CDS, os TUB tiveram cinco anos sucessivos de resultados líquidos positivos.

Recorda que o Município “inscreve nas suas preocupações de coesão social a prática de preços do transporte que facilitem a mobilidade de pessoas de mais baixos recursos e/ou com especiais necessidades de deslocação por razões que se relacionam com as necessidades do seu dia a dia, especialmente os estudantes”. Para 2019 não haverá aumentos de tarifas.

Considera, ainda, que as obrigações de índole social que o Município se impõe em matéria de transporte coletivo de passageiros estão atribuídas aos TUB, cujo objeto social principal consiste precisamente na prestação de serviço público de transporte de passageiros.

Anualmente, e ao contrário do que sucede em Lisboa e no Porto, a Administração Central apenas transfere o montante de 103 mil euros para compensação de passes sociais, nomeadamente estudantis.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Viana comeu bolo-rei de 50 metros

Dezasseis pastelarias de Viana do Castelo voltaram a juntar-se, pelo segundo ano, para confeccionar e servir um bolo-rei com 50 metros de perímetro e cerca de 500 quilogramas. Foi este sábado, na Praça da República, e foram muitas as pessoas da cidade e os turistas que participaram na iniciativa, considerada “um sucesso” pela organização. A acompanhar o bolo-rei, foi ainda oferecido vinho do Porto. Imagens: Facebook de Câmara Municipal de Viana do Castelo

em

Dezasseis pastelarias de Viana do Castelo voltaram a juntar-se, pelo segundo ano, para confeccionar e servir um bolo-rei com cerca de 50 metros de perímetro e 500 quilogramas. Foi este sábado, na Praça da República, e foram muitas as pessoas da cidade e os turistas que participaram na iniciativa, considerada “um sucesso” pela organização. A acompanhar o bolo-rei, foi ainda oferecido vinho do Porto.

Continuar a ler

Populares