INEM renovará ambulâncias nos Bombeiros e Cruz Vermelha - O MINHO
Redes Sociais

INEM renovará ambulâncias nos Bombeiros e Cruz Vermelha

Região

INEM renovará ambulâncias nos Bombeiros e Cruz Vermelha

O INEM renovará todas as suas ambulâncias que funcionam como postos de emergência médica, nos Bombeiros e Cruz Vermelha, parte das quais no Minho, prevendo-se que em 2018 sejam 75 novas viaturas, num investimento este ano, de três milhões e 700 mil euros.

O anúncio da aquisição gradual visando renovar integralmente a frota até ao ano de 2021 foi feito durante esta segunda-feira pelo ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, anunciou esta segunda-feira um investimento de 3,7 milhões de euros na renovação da frota de ambulâncias do INEM.

Segundo o ministro, em 2018 vão ser assinados protocolos com as corporações de bombeiros para a aquisição de 75 ambulâncias dos designados Postos de Emergência Médica, melhorando assim as condições de operacionalidade do Sistema Integrado de Emergência Médica na assistência a vítimas de acidente ou doença súbita.

Os Postos de Emergência Médica (PEM) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) funcionam em corporações de bombeiros ou delegações da Cruz Vermelha Portuguesa que têm acordos com o INEM para dar resposta a emergências médicas pré-hospitalares. Para o efeito dispõem de uma ambulância de socorro do Instituto, disponível 24 horas por dia para dar resposta aos pedidos de socorro recebidos via Número Europeu de Emergência – 112.

Ambulâncias de socorro

Uma ambulância de socorro é assim muito mais do que uma viatura sobre quatro rodas: é na realidade um instrumento para salvar vidas, já que se espera que o tratamento às vítimas de acidente ou doença súbita comece ainda antes da chegada à unidade de saúde, ou seja, no local da ocorrência e na célula sanitária da ambulância.

Atualmente o INEM tem 317 ambulâncias em funcionamento afetas aos PEM, apresentado a frota necessidade de renovação e deste modo, com recurso aos saldos de gerência acumulados do Instituto, devidamente autorizado pelo Ministério da Saúde e pelo Governo da República, o INEM vai em 2018 proceder à assinatura de 75 protocolos para a aquisição de outras tantas novas ambulâncias, substituindo as viaturas mais antigas.

O plano do INEM para a renovação desta frota prevê que se proceda à substituição de 75 ambulâncias em cada ano entre 2018 e 2021, altura em que a frota de ambulâncias se encontrará totalmente renovada. Trata-se assim de uma importante iniciativa do INEM e que marca também uma nova forma de aquisição das ambulâncias: ao invés de ser o Instituto a comprá-la, é adquirida diretamente pela corporação de bombeiros.

O INEM pagará uma verba de 50 mil euros para a aquisição, manutenção e seguro da ambulância. E a partir do primeiro ano de vida irá igualmente subsidiar a corporação de bombeiros nas despesas com manutenção, reparações e seguro.

Mais Região