Seguir o O MINHO

Alto Minho

INEM assegura que levou uma hora a socorrer piloto após queda de avião em Lindoso

Óbito

em

Foto: Redes Sociais

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) assegurou hoje que o primeiro helicóptero mobilizado para o socorro aos pilotos do ‘Canadair’ que caiu no sábado, quando combatia o fogo que lavra no Parque Nacional da Peneda-Gerês, chegou ao local cerca de uma hora depois do alerta.


“Recebemos às 11:25 o alerta para o acidente [da queda do ‘Canadair’]. Às 12:28, chegou ao local o primeiro helicóptero do INEM mobilizado para o acidente. Aterrou a 300 metros do acidente porque não foi possível aterrar mais perto. Às 12:43, a equipa do INEM, que fez o resto do percurso a pé, estava junto da vítima a prestar-lhe socorro”, disse à agência Lusa fonte oficial do INEM.

O Instituto rejeitou assim que tenha havido atrasos no socorro às duas vítimas do acidente e a fonte contactada pela Lusa acrescentou que o piloto português, de 65 anos, estava “em paragem cardiorrespiratória” quando chegou ao local a equipa do INEM, que fez manobras de suporte básico de vida “sem conseguir reverter a paragem”.

Na sua edição de hoje, o JN noticia que, “à falta de uma aeronave adaptada ao socorro aéreo em zonas montanhosas, falha apontada à Proteção Civil há vários anos, o héli do INEM só chegou ao local às 14.28 horas, quando a queda do avião se deu às 11.19 horas, e ainda teve de pousar a 300 metros dos operacionais que estavam num terreno que já fica do lado espanhol do Gerês”.

O INEM esclareceu que, depois das 11:25, hora a que receberam o alerta para o acidente, acionaram uma ambulância e, pelas 11:27, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER).

Pelas 11:30, foi acionado o helicóptero do INEM de Macedo de Cavaleiros que acabaria por ser o primeiro dos meios do INEM a chegar ao local, às 12:28.

Foi ainda acionado outro helicóptero do INEM, de Viseu.

A fonte do INEM ouvida pela Lusa explicou ainda que, “como o acidente aconteceu do lado espanhol, foi um helicóptero espanhol de resgate que levou a vítima para junto desse helicóptero de Viseu, que entretanto chegou”.

O primeiro Comandante Operacional Distrital de Viana do Castelo disse no sábado, em declarações aos jornalistas no posto de comando instalado na freguesia de Lindoso, concelho de Ponte da Barca, que o acidente do ‘Canadair’ foi detetado “quase simultaneamente” à descolagem do helicóptero de reconhecimento”.

“Foi detetado de imediato”, informou Marco Domingues, adiantando que o co-piloto, de nacionalidade espanhola, que sofreu ferimentos graves, foi transportado por via aérea para o hospital de Braga.

O CODIS acrescentou que o acidente vai ser investigado pelas autoridades espanholas, por ter ocorrido em território espanhol.

Cento e cinquenta operacionais combatiam às 12:15 o incêndio no Parque Nacional da Peneda-Gerês, em Lindoso, Ponte da Barca, que não contou hoje de manhã com a ajuda dos meios aéreos por causa da nebulosidade, segundo fonte da Proteção Civil.

Entretanto, ainda no sábado, o Ministério da Administração Interna determinou à Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) a abertura de um inquérito ao incêndio, no âmbito do qual ocorreu o acidente com a aeronave portuguesa que estava a combater as chamas e que causou a morte do piloto.

Anúncio

Viana do Castelo

Chico da Tina volta a ser rei da internet com 100 mil ‘views’ em menos de 24 horas

Trapstar do Alto Minho

em

Foto: DR

O novo videoclipe de Chico da Tina, músico de Viana do Castelo, é mais um sucesso na internet. Lançado às 12:00 de domingo no You Tube, “7. Ronaldo” já tinha, às 10:00 desta segunda-feira, ultrapassado as 100 mil visualizações.

Chico da Tina (abreviatura de Francisco da Concertina) é um dos maiores fenómenos da música portuguesa atual, somando números astronómicos de visualizações no You Tube.

Já o último videoclipe, “Resort”, como O MINHO noticiou, tinha alcançado as 100 mil visualizações em apenas um dia – pouco mais de um mês depois já ultrapassou um milhão.

Algo a que o ‘trapstar’ do Alto Minho já está habituado, uma vez que os vídeoclipes de dois dos seus temas mais famosos, “Põe-te Fino” e “Freicken”, têm 1,6 milhões e 1,7 milhões de visualizações, respetivamente.

Chico da Tina estreou-se com o EP “Trapalhadas” em 2019 e no mesmo ano lançou o primeiro longa-duração “Minho Trapstar”.

Novo ‘clip’ de Chico da Tina (trapstar do Alto Minho) com 100 mil ‘views’ em 24 horas

O músico minhoto ganhou maior visibilidade após ganhar o Prémio de música realizado pelo festival Mimo de Amarante, no ano passado.

Fortemente influenciado pelos sons e vivências do Minho, criou uma combinação inédita entre o trap (subgénero do rap), a concertina e as gírias regionais, unindo a tradição e a modernidade.

“É uma proposta meta-irónica do trap subvertido ao linguajar e costumes do universo minhoto. No entanto, para além desta ‘colagem’ estética entre dois polos que à primeira vista poderiam ser opostos, há um atrevimento lírico que se pretende afirmar pelo desafio ao politicamente correcto e aos limites da linguagem que ultimamente se têm vindo a estreitar”, refere a sua descrição na página do festival Mimo.

Continuar a ler

Alto Minho

Mulher morre atropelada por camião em Ponte de Lima

Acidente

em

Foto: O MINHO / Arquivo

Uma mulher, com mais de 60 anos, foi atropelada mortalmente por um camião, na manhã desta segunda-feira, em Fojo Lobal, Ponte de Lima, apurou O MINHO junto de fonte dos bombeiros.

A vítima mortal, moradora naquela freguesia, seguia naquela via municipal quando, segundo relatos, terá caído e sido colhida pelo camião.

O óbito foi declarado no local.

O comandante Carlos Lima explicou à Agência Lusa que “o condutor do veículo pesado ficou em estado de choque”, tendo sido enviada para o local uma Viatura de Emergência Médica (VMER) estacionada no hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, para que possa “receber acompanhamento médico”.

O alerta foi dado às 09:08.

Prestaram socorro os Bombeiros de Ponte de Lima, com dois operacionais e uma viatura, com apoio da SIV de Ponte de Lima e VMER de Viana do Castelo.

A GNR está a investigar as causas do acidente.

Continuar a ler

Viana do Castelo

Viana: No último domingo do verão houve quem fosse à praia (e quase se afogasse)

Afife

em

Foto: Arquivo

O calendário juliano marca este domingo como sendo o último do verão de 2020, um período de férias atípico marcado pelas condicionantes de uma pandemia como a nossa geração nunca viu.

Com o verão quase a terminar (outono chega na terça-feira), e apesar do tempo instável que se tem sentido ao longo dos últimos dias, houve quem se aventurasse nas praias do Minho, existindo uma ocorrência de pré-afogamento numa praia de Viana do Castelo.

Ao que apurou O MINHO, dois homens, na casa dos 40 anos, escaparam à morte nas águas da costa da praia de Afife, ao início da tarde deste domingo.

Uma das vítimas “atrapalhou-se” quando nadava, levando a que um amigo o tentasse resgatar, mas acabou também ele por se ver aflito na água do mar.

Os dois acabaram por chegar ao areal pelos próprios meios, bastante estafados, o que motivou um pedido de alerta de emergência. O alerta foi dado às 15:59.

No local estiveram os Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo para prestar os primeiros socorros às vítimas. Transportaram ambos para o Hospital de Santa Luzia, por precaução.

A Polícia Marítima registou a ocorrência que parece fechar o verão nos areais de Viana. Com uma tragédia evitada.

Continuar a ler

Populares