Seguir o O MINHO

Barcelos

Incêndio em casa devoluta combatido por 21 bombeiros

Em Arcozelo.

em

Fotos cedidas a O MINHO

Um incêndio urbano que deflagrou esta terça-feira à noite, cerca das 23:42, numa casa devoluta, na rua de Santo António, em Arcozelo, Barcelos, foi combatido por 21 operacionais, apoiados por oito viaturas.


Foto cedida a O MINHO

Segundo uma fonte, as chamas terão começado no telhado do edifício, próximo de uma passagem de nível.

Foto cedida a O MINHO

No local estiveram operacionais das corporações de Barcelos e de Barcelinhos.

Da ocorrência resultaram apenas danos materiais.

Anúncio

Barcelos

PJ faz buscas na Associação Comercial e Industrial de Barcelos

Investigação

em

Foto: ACIB

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga está a fazer buscas na Associação Comercial e Industrial de Barcelos (ACIB), confirmou O MINHO junto de fonte daquela força policial.

A O MINHO a PJ apenas confirmou as buscas, remetendo para mais tarde um eventual comunicado sobre o assunto.

Entretanto, a Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou à Lusa a realização de buscas na sede e nos centros de formação da ACIB, no âmbito de uma investigação que se encontra em segredo de justiça.

Em resposta por escrito a um pedido de esclarecimento hoje enviado pela Lusa, fonte da PGR informou que o “inquérito é dirigido pelo Ministério Público do DIAP de Braga”.

No entanto, o Jornal de Barcelos diz que em causa estão alegados crimes de fraude que envolvem milhões de euros.

Segundo o Correio da Manhã, as buscas referem-se a suspeitas de alegadas irregularidades com fundos comunitários para a formação profissional e a faturação de despesas fictícias.

Desde o início desta manhã vários inspetores da PJ de Braga estão a passar a pente fino os centros de formação de Barcelos e Esposende da ACIB, adianta aquele diário, acrescentando que, para já, nenhum dos visados será constituído arguido.

Além dos espaços da ACIB, foram feitas também três buscas domiciliárias. Um dos alvos das buscas é o diretor do jornal Barcelos Popular, José Santos Alves.

O presidente da ACIB, João Albuquerque está a acompanhar as diligências na associação.

Notícia atualizada às 16h02.

Continuar a ler

Barcelos

Barcelos já tem dois abrigos para gatos abandonados

em

Abrigo para gatos. Foto: Divulgação / CM Barcelos

São dois os novos abrigos criados para acolher os gatos abandonados no concelho de Barcelos, com o objetivo de controlar esta população e garantir o bem-estar animal, anunciou hoje a autarquia.

Esta medida serve para facilitar a captura dos gatos para esterilização e integra a política do município de controlo das colónias de gatos existentes.

Faz parte do acordo de colaboração entre o Município de Barcelos e a Strettdogs – Associação de Proteção Animal.

O acordo prevê que o Município de Barcelos cumpra os objetivos de aplicação de um programa de esterilização para animais errantes, de programas de captura, esterilização e devolução de gatos silvestres e assilvestrados aos locais de origem, vulgarmente designados por Programas CED (capturar, esterilizar e devolver), e, desta forma, controlar as colónias de gatos e reduzir a população felina silvestre, através de um método ético e eficaz.

Assim, na passada sexta-feira, 11 de julho, o Município inaugurou dois abrigos para colónias de gatos, um projeto-piloto integrado na estratégia de controlo de gatos errantes, que vão permitir alimentá-los com qualidade e executar a política de controlo através das medidas sanitárias, para que esta população não cresça desmesuradamente.

Estes abrigos situam-se em áreas devidamente especificadas e que não ponham em causa a salubridade, a saúde pública e a segurança de pessoas, animais e bens.

Cada colónia terá um conjunto de responsáveis, que irão zelar pela qualidade do bem-estar animal. O primeiro abrigo situa-se na EMEC e tem como responsável a cuidadora Emília Gonçalves; o segundo abrigo situa-se na Rua Silva Vieira (Quinta do Aparício) e tem como responsável o cuidador João Pedro Ferreira, ambos voluntários na Streetdogs.

Em resultado da parceria entre o Município de Barcelos e a Streetdogs, até 30 de julho, foram esterilizados 166 gatos adultos, retirados de colónias e encaminhados para adoção cinco gatos adultos e vinte e um gatos bebés.

Continuar a ler

Barcelos

Freguesia de Barcelos volta a manifestar-se contra Linha de Muito Alta Tensão

Protesto

em

Foto: DR / Arquivo

A freguesia de Perelhal em Barcelos não desiste da luta contra a Linha de Muito Alta Tensão (LMAT) e está marcada uma nova manifestação para domingo.

O movimento “Perelhal diz não à Linha de Muito Alta Tensão” está a convocar o protesto para as 09:00 do próximo domingo, com concentração marcada para o Largo do Alívio, zona central da freguesia.

A manifestação consistirá numa marcha lenta, estando o movimento a apelar à participação das pessoas em tratores, motas e bicicletas.

Perelhal é atravessada pela Estrada Nacional 103-1, que liga Barcelos a Esposende, podendo, assim, haver constrangimentos no trânsito.

Linha de muito alta tensão entre Ponte de Lima, Barcelos e Famalicão já está em construção

“A ideia será fazer um percurso pelas ruas internas da freguesia e com travessias na EN 103”, adiantou a O MINHO Fernando Miranda, presidente da Junta, que apoia o movimento de cidadãos que está contra a passagem da LMAT na freguesia.

“Como não pode haver ajuntamentos de pessoas, [o protesto] terá que ser com viaturas”, acrescenta o autarca.
Perelhal não aceita o traçado que o governo definiu para a LMAT, por estar muito próximo das habitações.

A Junta de Freguesia fez uma proposta de alteração que foi entregue ao governo pela Câmara de Barcelos.

Barcelos perde nova batalha judicial para travar linha de muito alta tensão

“Aguardamos resposta do governo, mas independentemente disso vamos manifestar-nos para perceberem que não estamos parados na defesa desta causa”, sublinha Fernando Miranda.

Relativamente à proposta apresentada ao governo, o presidente da Junta não especifica por onde passaria a linha, mas explica que “consiste em desviá-la totalmente dos aglomerados habitacionais, passando onde não provoque nenhum impacto junto de habitações”.

A LMAT já começou a ser instalada no concelho de Barcelos, mas em Perelhal “ainda não chegou”.

Freguesia em Barcelos com 48% de votos nulos contra alta tensão

“Os terrenos em Perelhal [onde está prevista a instalação das torres] não estão nenhuns vendidos ainda”, afirma o autarca, que espera o “máximo de pessoas” na manifestação.

Nas últimas eleições legislativas, decorreu em Perelhal um apelo ao voto nulo, em forma de protesto contra a LMAT,

Acabaram por se registar 479 votos nulos, equivalentes a 48,68%.

Continuar a ler

Populares