Seguir o O MINHO

Alto Minho

Incêndio em Monção mobiliza 183 operacionais, 56 viaturas e três meios aéreos

em

O incêndio que deflagrou no sábado, às 20:21, em Merufe, Monção, encontra-se, neste domingo “completamente descontrolado” e já “consumiu” várias casas, afirmou à Lusa a vice-presidente da Câmara local.


A nossa prioridade agora é apenas salvar vidas e bens. O fogo está completamente descontrolado. Já tivemos que evacuar vários lugares. O vento é muito forte e leva o fogo de um sítio para o outro. Está muito perigoso“, afirmou hoje à Lusa, a vice-presidente da Câmara de Monção, Conceição Soares.

Segundo aquela responsável, “as habitações arderam nas freguesias de Longos Vales, onde já foram evacuados alguns lugares e em Bela“.

Ainda não sabemos quantas casas arderam, nem se eram habitadas ou não“, disse, garantindo que “os bombeiros estão a fazer o que podem”.

Além de Longos Vales e Bela, o incêndio afeta ainda as freguesias de Barbeita e Anhões.

Segundo o ‘site’ da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), pelas 13:00, o incêndio, que deflagrou às 20:21 de sábado, no concelho de Monção, no distrito de Viana do Castelo, mobilizava 183 operacionais 56 viaturas e três meios aéreos.

Anúncio

Alto Minho

Maestro de Caminha vence prémio em concurso mundial

Lourenço Cruz

em

Foto: DR / Arquivo

Lourenço Cruz, músico de Caminha, conquistou o prémio de voto do público e foi o melhor classificado português no 28.º World Music Competition (Concurso Mundial de Música), na categoria de direção de orquestra.

“Ser selecionado para um concurso deste é maravilhoso, mas ter recebido o apoio de todos vós para este prémio é incalculável. Obrigado”, agradeceu o maestro de 42 anos nas redes sociais.

Devido à pandemia de covid-19, a final do evento, para a qual foram classificados três músicos dos Estados Unidos, Grécia e China, foi adiada para dezembro.

Embora quedando-se pela meia-final, Lourenço Cruz acaba por conquistar dois prémios que serão entregues na cerimónia da final em dezembro.

Lourenço Cruz nasceu em França, filho de pais emigrantes, naturais de Lanhelas, em Caminha. Com quatro anos veio para Portugal.

Nascido em família de músicos, no entanto, na infância era o desporto que mais o puxava, tendo praticado remo no Caminhense.

Maestro de Caminha luta por um lugar entre os melhores do mundo

Estudou na escola profissional de música de Viana do Castelo, tendo como primeiro instrumento foi o trompete.
Atualmente, vive em Viana do Castelo e trabalha em Trás-os-Montes.

Em Vila Real dirige a Banda Marcial e a Escola de Música de Murça. Em Mirandela dirige o Grande Coro da delegação local da Cruz Vermelha Portuguesa e é maestro titular da Orquestra Clássica de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Continuar a ler

Alto Minho

Motociclista morre após acidente em Paredes de Coura

EN 303

em

Foto: Arquivo / O MINHO

Um homem de 48 anos perdeu a vida na sequência de um acidente entre uma mota e um ligeiro de passageiros, ao final da tarde desta quarta-feira, em Paredes de Coura, disse a O MINHO fonte dos bombeiros.

A vítima seguia num motociclo no troço da Estrada Nacional 303 que atravessa a freguesia de Ferreira quando terá colidido com um automóvel, por circunstâncias ainda por apurar.

Para o local foram mobilizados os Bombeiros de Paredes de Coura apoiados pela ambulância de Suporte Imediato de Vida de Valença e pela VMER do Alto Minho.

Apesar dos esforços para reverter a situação de paragem cardiorrespiratória da vítima, o óbito foi declarado ainda no local.

A estrada esteve cortada ao trânsito durante mais de uma hora.

O alerta foi dado às 19:43, segundo fonte da Autoridade da Proteção Civil.

O corpo da vítima foi transportado para o Instituto de Medicina Legal.

A GNR registou a ocorrência.

Continuar a ler

Alto Minho

Polícia Marítima apreende mais quatro engenhos de pesca ilegal em Caminha

Pesca ilegal

em

Foto: ANM

O Comando-local da Polícia Marítima de Caminha realizou durante a madrugada de ontem, 29 de junho, mais uma operação de fiscalização na sua área de jurisdição dirigida à atividade da pesca.

​Nesta operação foram apreendidas três armadilhas e uma rede de emalhar, por estarem a ser utilizadas no exercício da atividade de pesca em zona proibida no portinho de Vila Praia de Âncora.

As artes de pesca apreendidas foram seladas e depositadas no posto da Polícia Marítima na Foz do Minho.

Continuar a ler

Populares