Seguir o O MINHO

Braga

Incendiário da casa onde morava em Braga fica em prisão preventiva

Atuou “num quadro de instabilidade emocional e por motivos fúteis”, diz a PJ

em

Foto: Paulo Jorge Magalhães / O MINHO

O incendiário da residência onde morava, no sopé do Monte do Bom Jesus, em Braga, ficou em prisão preventiva, desde a tarde desta quinta-feira, segundo decidiu o Tribunal de Instrução Criminal de Braga, tendo sido conduzido pela Polícia Judiciária de Braga ao Estabelecimento Prisional Central de Vale do Sousa, em Paços de Ferreira, onde ficará em quarentena até poder ser transferido para Braga.

Segundo referiu a PJ de Braga, “com a colaboração da GNR de Braga, detivemos hoje, fora de flagrante delito, o presumível autor de um incêndio em edifício habitacional, ocorrido neste dia numa freguesia do concelho de Braga”, tratando-se do caso ao início da noite de quarta-feira, na Rua Veiga de Água, da freguesia de Tenões, em Braga, relatado por O MINHO ainda na noite de quarta-feira.

“O detido, de 57 anos de idade, atuando num quadro de instabilidade emocional e por motivos fúteis, durante a noite, com recurso a chama direta, terá ateado fogo à habitação da qual era arrendatário”, afirma o Departamento de Investigação Criminal de Braga da PJ.

“Com tal conduta, provocou a destruição parcial do imóvel e não tivesse sido o rápido alerta por populares e a pronta intervenção dos bombeiros, o incêndio teria consumido todo o edificado”, salienta a PJ, informando que “as diligências realizadas por esta Polícia Judiciária permitiram a recolha e consolidação de substanciais elementos de prova”, daí ter sido presente ao juiz de instrução criminal.

EM FOCO

Populares