Seguir o O MINHO

Cávado

Governo anuncia um milhão de euros para dragagem do porto de Esposende

Economia

em

Foto: Divulgação / CM Esposende

O ministro do Mar anunciou hoje estar garantida a dragagem do porto de Esposende ainda em 2021, um investimento de um milhão de euros ao qual se seguirão operações de manutenção em 2022 e 2023.

Presente naquele concelho do distrito de Braga para a inauguração das obras de modernização da Doca de Pesca, Ricardo Serrão Santos referiu que as duas fases desta obra totalizaram 1,8 milhões de euros e que, entre 2018 e 2020, a Docapesca investiu na reabilitação, melhoria das condições de segurança e segurança alimentar no edifício da lota um total de 76 mil euros.

“Esposende merece este investimento por ser um município que é e que promove a sua maritimidade”, afirmou o governante.

Segundo Ricardo Serrão dos Santos, “justifica-se [o investimento] numa lota que tem tido um crescimento significativo no valor de pescado transacionado nos últimos três anos e confirmado pelos resultados do primeiro trimestre de 2021, que apresenta um crescimento de 103%, face ao período homólogo de 2020”.

Em 2018, a lota transacionou 50 toneladas de pescado, sendo que em 2020 foram 94 toneladas.

Na cerimónia, o autarca de Esposende, Benjamim Pereira, alertou para as condições da barra de Esposende.

“Urge promover ações no sentido da sustentabilidade da navegabilidade do estuário e da barra de Esposende, bem como promover as diligências necessárias para promover uma intervenção com caráter mais resiliente e mais duradouro”, assinalou.

A empreitada hoje inaugurada foi feita no âmbito do Mar 2020, correspondendo a um investimento superior a um 1,5 milhões de euros, com comparticipação de 500 mil euros pela autarquia de Esposende.

A obra traduziu-se na instalação de um guincho na rampa-varadouro e das plataformas flutuantes, beneficiação das pontes de acesso pedonal, instalação de uma plataforma para armazenamento exterior de aprestos de pesca e melhoria da iluminação pública, entre outros trabalhos.

Populares