Idosos do Centro Social de Ribeirão, em Famalicão, testaram todos negativo à covid

Pandemia
Foto: Centro Social Paroquial de Famalicão

O Centro Social Paroquial de Ribeirão, em Famalicão, tem funcionários infetados com covid-19 em todas as valências da instituição, mas os idosos testaram todos negativo, avançou hoje a instituição através das redes sociais.

De acordo com a publicação, todos os utentes das estruturas residenciais, e os do Serviço de Apoio Domiciliário que fizeram o teste deram resultado negativo.

Recorde-se que o lar tinha entre seis a dez funcionários infetados com o novo coronavírus, como confirmou uma diretora técnica a O MINHO: “Desde a parte da infância, à terceira idade e deficiência, há entre um e dois casos positivos nas respostas todas”.

Como os funcionários são de valências diferentes e “não há ligação entre eles”, a instituição não consegue “perceber de onde vem esta cadeia de infeção”.

“[Os funcionários infetados] não estão em contacto entre eles, cada casa tem a sua independência”, refere a fonte, acrescentando que “nenhum” deles contactou com o pároco Manuel Joaquim Fernandes, também ele infetado.

Foi, aliás, após notícia de padre ter testado positivo à covid-19 que todos os funcionários foram testados, acabando por revelar vários infetados.

“Estamos a tentar perceber o que se está a passar”, sublinha a diretora técnica.

Entretanto, foram suspensas as visitas ao lar, bem como a atividade das restantes valências, como a creche.

“Fechamos as respostas, algumas das quais já estavam em redução de horário devido ao encerramento do ano letivo, como a parte da infância. A direção, juntamente com a delegação de saúde, achou por bem encerrar já a parte de infância e centro de atividades. E pedir às famílias que possam colaborar no serviço apoio domiciliário”, explica a fonte, sublinhando que os espaços já estão a ser desinfetados.

Na semanada passada, O Centro Social Paroquial de Ribeirão comunicou que o seu presidente, monsenhor Manuel Joaquim Fernandes, se encontrava infetado.

Consequentemente, a instituição “decidiu por sua iniciativa realizar exames/testes a todos os seus colaboradores em serviço de funções”.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

De Lavradas a Lindoso: Jovens descobrem Ponte da Barca em tempos de pandemia

Próximo Artigo

Homem baleado na Póvoa de Varzim

Artigos Relacionados
x