Idosos costuram e oferecem roupas para os bebés prematuros do Hospital de Braga

Iniciativa solidária da Câmara e da Associação de Idosos do Centro Histórico
Foto: CM Braga

A Câmara de Braga, em parceria com a Associação de Idosos do Centro Histórico (AICH), realizou, esta quarta-feira, a tradicional doação de roupas para os bebés prematuros do Serviço de Neonatologia do Hospital de Braga.

A iniciativa foi acompanhada pelo grupo de cavaquinhos da AICH que participou na semana das comemorações de Natal com uma atuação dedicada aos utentes do hospital.

Conforma explica a autarquia em comunicado, a doação de roupas aos bebés prematuros do Serviço de Neonatologia acontece há 12 anos e tem sido um “suporte bastante significativo para algumas famílias mais carenciadas”.

Foto: CM Braga

Durante a sessão, Carla Sepúlveda lembrou que nas últimas décadas deu-se uma considerável evolução científica na área da saúde, contribuindo para a melhoria dos cuidados prestados aos recém-nascidos prematuros. “Esta é uma fase de maior vulnerabilidade para os pais, mas acredito que estes gestos de carinho possam representar algum aconchego para estas famílias”, disse.

A vereadora da Inovação e Coesão Social agradeceu à equipa de profissionais deste serviço que permitem a estes bebés e pais um ambiente acolhedor, amigável e cheio de afeto.

“Obrigada por proporcionarem um meio envolvente seguro e protetor, em que a presença dos pais junto do bebé, como parceiros na prestação de cuidados, juntamente com a equipa de profissionais de saúde, se revela fundamental neste período mais vulnerável”, referiu.

Destacou ainda “o gesto de responsabilidade social da AICH que, a partir dos recursos de que dispõem, prestam generosidade e apreço a estes bebés e respetivas famílias”.

“É com base na premissa dos afetos que algumas das associadas da AICH se dedicam graciosamente à confeção de delicadas peças que serão usadas por alguns dos bebés prematuros, uma forma de trazer um pouco daquele que é o espírito natalício às famílias destes bebés”, acrescentou.

De acordo com a autarquia, a prematuridade é uma realidade cada vez mais comum e esta ação solidária permite também chamar a atenção para uma problemática bem presente, dando ênfase à importância de tratar e proteger da melhor forma os recém-nascidos prematuros.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Gil Vicente perde com Porto e está fora da Taça da Liga

Próximo Artigo

Braga: Aparatoso capotamento junto ao Minho Center

Artigos Relacionados
x