Ibrahimovic ‘justifica’ Paulo Fonseca com identidade de jogo e estilo ofensivo

Ex-SC Braga é o novo treinador do AC Milan
Foto: DR

A antiga ‘estrela’ do futebol Zlatan Ibrahimovic explicou hoje que a escolha de Paulo Fonseca para novo treinador do AC Milan subsiste no “fio de jogo” e “estilo ofensivo” que o clube italiano deseja.

“Estudámos com muita atenção o que ele [Paulo Fonseca] tem feito, como prepara os seus jogos. Queremos trazer a sua identidade de jogo, o seu estilo ofensivo, para a nossa equipa, aos nossos jogadores. Depois de cinco anos, queríamos algo novo, com todo o respeito que temos por Stefano Pioli [antigo treinador]”, justificou Ibrahimovic.

Coube ao antigo internacional e ex-jogador do AC Milan, em representação do proprietário do clube, o anúncio hoje da contratação do treinador português, que regressa a Itália, onde orientou no passado a Roma.

Paulo Fonseca, de 51 anos, será o primeiro treinador luso da história do AC Milan, clube no qual vai encontrar o também português Rafael Leão, um dos futebolistas convocados por Roberto Martínez para o Euro2024.

Será, assim, um regresso do treinador português a Itália, depois de ter orientado a Roma durante duas épocas, em 2019/20 e 2020/21, na primeira em quinto lugar na Série A e, na segunda, na sétima posição.

O AC Milan, a segunda equipa com mais títulos europeus e a terceira com mais campeonatos, é um dos desafios mais ambiciosos na carreira de Paulo Fonseca, depois de ter orientado o FC Porto, em 2013/14.

Nos ‘rossoneri’, o português sucede a Stefano Pioli, treinador nas últimas cinco temporadas e que levou a equipa milanesa à conquista do ‘scudetto’ em 2021/22, 10 épocas desde a última vez.

Em Portugal, Paulo Fonseca conquistou apenas uma Supertaça com os ‘dragões’ e uma Taça de Portugal com o SC Braga, tendo as suas maiores conquistas na Ucrânia, com três campeonatos, três taças e uma supertaça com o Shakhtar Donetsk, entre 2016 e 2019.

A experiência na Ucrânia foi a primeira no estrangeiro, numa carreira iniciada na formação do Estrela da Amadora e que prosseguiu nos seniores em escalões inferiores – 1.º Dezembro, Odivelas e Pinhalnovense -, antes de assumir o Desportivo das Aves, da II Liga, em 2011/12.

O bom desempenho em Vila das Aves, a dois pontos da subida, valeu a entrada na I Liga em 2012/13, no Paços de Ferreira, numa época em que alcançou um impressionante terceiro lugar e o apuramento para o play-off da Liga dos Campeões, eliminado pelo Zenit e relegado para a Liga Europa.

A temporada no Paços ‘catapultou’ Paulo Fonseca para o FC Porto, mas, nos ‘dragões’, não resistiu até final da época de 2013/14, sendo despedido ainda no início de março.

Na seguinte, o treinador voltou ao Paços de Ferreira, que então se manteve no principal escalão via play-off de manutenção, e voltou a colocar a equipa nos lugares cimeiros, em oitavo, a um ponto do lugar de acesso à terceira pré-eliminatória da Liga Europa, mas distante do terceiro lugar conquistado na sua estreia.

Os bons resultados levaram, uma vez mais, o treinador a um patamar acima, assumindo em 2015/16 o SC Braga, que terminou o campeonato em quarto e conquistou a Taça de Portugal.

O AC Milan será o quarto clube estrangeiro de Paulo Fonseca, que, depois de Shakhtar Donetsk (2016/17, 2017/18 e 2018/19) e Roma (2019/20 e 2020/21), ainda orientou nas duas últimas épocas o Lille (2022/23 e 2023/24).

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Paulo Fonseca é o novo treinador do AC Milan

Próximo Artigo

Estudo avaliou reações do cérebro de bombeiros em situações críticas de incêndios

Artigos Relacionados
x