Seguir o O MINHO

Futebol

I Liga: Médio francês Denis Poha emprestado ao Vitória pelo Rennes

Médio polivalente

em

Foto: Divulgação / VSC

O médio francês Denis Poha vai representar o Vitória de Guimarães na época 2019/20, por empréstimo do Rennes, anunciou hoje o clube da I Liga portuguesa de futebol no sítio oficial na Internet.


Os vimaranenses têm ainda a opção de, no final da época, comprarem o jogador francês, de 22 anos, que se definiu como um “polivalente no meio-campo” e tem ambição de ganhar o maior número de jogos possível no novo clube.

“Eu sou um jogador ambicioso. Jogar na Liga Europa significa defrontar equipas e jogadores fortes. Quero jogar com os melhores e ganhar o maior número de jogos”, referiu, em declarações ao sítio oficial dos minhotos.

Natural de Lannion, na região francesa da Bretanha, Denis Poha integra os quadros do Rennes desde 2011, tendo-se estreado pela equipa principal em época 2016/17, numa derrota por 7-0 para a Taça da Liga francesa, frente ao Mónaco, já então orientado pelo português Leonardo Jardim.

Sem espaço no clube da I Liga gaulesa, o médio jogou no segundo escalão do país, ao serviço do US Orleães, na época 2017/18, tendo marcado quatro golos em 36 partidas, e do Nancy, na segunda metade da época passada, com um registo de 14 jogos e um golo.

Internacional pelas seleções jovens gaulesas, o futebolista sagrou-se campeão europeu de sub-19 em 2016, tendo sido titular nos cinco jogos desse torneio, e disputou ainda quatro partidas no Mundial sub-20 de 2017, no qual a França atingiu os oitavos de final.

Denis Poha é o oitavo reforço do Vitória de Guimarães para a época 2019/20, depois do guarda-redes Jhonatan, dos defesas Lucas Soares e Bondarenko, dos médios Mikel Agu e Blati Touré e dos avançados André Pereira e João Pedro.

Anúncio

Futebol

Davidson confirma saída do Vitória rumo à Turquia

Futebol

em

Foto: DR / Arquivo

O extremo Davidson confirmou hoje que vai jogar no Alanyaspor, da I Liga turca de futebol, a partir da próxima época, após ter cumprido as duas últimas temporadas no Vitória SC.

“Este é o momento [para sair]. Estou eternamente grato ao Vitória, mas tenho 29 anos e este é o momento de seguir novos rumos, e o Alanyaspor apostou em mim. Também vou porque [a equipa] está na Liga Europa. É um desafio promissor para a minha carreira”, disse o jogador brasileiro, numa entrevista ao canal 11.

A caminho do quinto classificado da I Liga turca em 2019/20, que vai disputar a terceira pré-eliminatória da Liga Europa, o atacante considerou que a última época em Guimarães foi “boa individualmente” – realizou 44 jogos e marcou 10 golos, repartidos pela I Liga, pela Taça de Portugal, pela Taça da Liga e pela Liga Europa.

Natural do Rio de Janeiro, Davidson chegou a Portugal no verão de 2015, para representar o Sporting da Covilhã, clube da II Liga ao serviço do qual apontou 13 golos em 67 partidas, em época e meia.

O atacante mudou-se para o Desportivo de Chaves em janeiro de 2017 e marcou seis golos em 53 encontros oficiais pelos transmontanos, até ao final da temporada 2017/18, antes de se transferir para o Vitória, clube pelo qual fez 10 golos em 39 desafios na primeira época.

Continuar a ler

Futebol

Famalicão contrata defesa esquerdo ao Chaves

Ibrahim

em

Foto: DR

O Famalicão, da I Liga portuguesa de futebol, anunciou hoje a contratação de Abdul Ibrahim, defesa esquerdo, com um vínculo válido até ao final da temporada 2022/23.

“Assinar pelo Famalicão é mais um passo importante na minha carreira. Conheço o projeto que o clube delineou e estou muito entusiasmado para ajudar o clube a continuar o seu processo ascendente no futebol português”, referiu o ganês, de 21 anos.

O jogador chegou a Portugal em 2017 para jogar nos juniores do Chaves, clube que o descobriu na Academia WAFA.

Abdul Ibrahim manteve-se em Trás-os-Montes até ao final da época transata, durante a qual atuou na equipa satélite dos flavienses, que competiu no Campeonato de Portugal.

Continuar a ler

Futebol

Paulo Sousa deixa comando técnico dos franceses do Bordéus

Futebol

em

Paulo Sousa. Foto: DR / Arquivo

O português Paulo Sousa rescindiu hoje o seu contrato com o Bordéus, 12.ºs classificados da Liga francesa quando foi a competição foi cancelada devido à pandemia de covid-19, confirmou à Lusa a assessoria do treinador.

Paulo Sousa, de 49 anos, deixou o clube ao qual chegou em março de 2019, devido ao incumprimento com o projeto desportivo proposto, explicou a mesma fonte, acrescentando que o português já tinha assumido a vontade de rescindir o contrato que o ligava ao clube até 30 de junho de 2022.

O antigo médio de Benfica, Sporting, Juventus, Borussia Dortmund, Inter Milão, Parma, Panathinaikos e Espanyol estreou-se como treinador nas seleções jovens portuguesas, seguindo-se passagens por Queens Park Rangers, Swansea, Leicester, Videoton, Maccabi Telavive, Basileia, Fiorentina e Tianjin Quanjian.

No seu historial como técnico, Paulo Sousa sagrou-se campeão na Suíça (2014/15) e em Israel (2013/14), tendo ainda conquistado uma Taça de Israel (2013/14), uma Taça da Liga húngara (2011/12) e duas Supertaças da Hungria (2011/12 e 2012/13).

Continuar a ler

Populares