Seguir o O MINHO

Ave

Homem de Famalicão admite em tribunal que matou a mulher de 36 anos

Crime

em

Foto: Arquivo

Um homem de 44 anos que tinha sido detido por suspeitas de homicídio sobre a esposa, de 36, em Famalicão, admitiu no tribunal de Guimarães que teve intenção de matar a mulher, embora alegue que o fez sem premeditação.

Segundo o Jornal de Notícias, Jorge Branco contrariou a acusação do Ministério Público que o acusa não só da intenção do homicídio como ainda terá planeado desmembrar o cadáver.

O homicida disse em tribunal que deu “dois esticões” com um garrote e que ela “ficou inanimada”, na habitação de ambos em Ribeirão, concelho de Famalicão, transportando-a depois para a mala do carro.

Confessa que conduziu até uma casa de amigos, em Fradelos, que estava desabitada na altura, e que ouviu os gemidos da mulher na mala do carro, mas só parou no destino.

Arrastou depois a vítima até à porta da habitação, colocou-lhe um lençol na boca e “pressionou” para a asfixiar. Confessou ainda que tinha ideia de chamar a emergência e suicidar-se de seguida, mas foi capturado pela GNR depois de um alerta de vizinhos que ouviram os gritos.

O julgamento prossegue.

Populares