Seguir o O MINHO

Futebol

“Holanda não está a 100%, mas vai dar tudo para vencer”, diz Van Dijk

Holanda defronta a Inglaterra em Guimarães

em

Foto: DR

O defesa Virgil van Dijk afirmou hoje que a seleção da Holanda, apesar de não estar no topo das capacidades físicas, vai dar tudo para vencer a Inglaterra, na quinta-feira, na meia-final da Liga das Nações de futebol.

O central do Liverpool, que se sagrou vencedor da Liga dos Campeões no dia 01 de junho, disse já estar “completamente em modo seleção nacional”, à espera de um duelo para o qual a equipa de que é capitão está cheia de “confiança”, apesar de não estar na sua melhor forma física, à semelhança da Inglaterra.

“As duas equipas não estão a 100%, porque toda a gente teve uma época completa atrás deles. Há uma hipótese de vencermos um troféu. Vamos dar tudo o que temos, se bem que vai ser difícil”, disse, na conferência de imprensa decorrida no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, palco do jogo.

O jogador, de 27 anos, acrescentou que a presença de vários elementos das duas seleções na última final da ‘Champions’ – o holandês Wijnaldum e os ingleses Alexander-Arnold, Gomez e Henderson, colegas no Liverpool, e os ingleses Rose, Dele Alli, Dier e Kane, do Tottenham – pode dar ao jogo uma “dimensão adicional”, de maior conhecimento entre as duas seleções.

Van Dijk falou concretamente sobre Harry Kane, o habitual titular no eixo do ataque inglês, tendo dito que o avançado, de 25 anos, é o “melhor” que a seleção opositora possui e merece jogar, apesar de não estar a 100%.

Além da vitória na Liga dos Campeões, o central atravessa ainda um momento de destaque a nível individual, já que não é ‘driblado’ há 64 jogos consecutivos. O central desvalorizou, porém, o registo, tendo dito que, em cada partida, só está focado em “defender” e em ajudar a sua equipa ou seleção.

O futebolista recusou, porém, estar no patamar de alguns dos melhores defesas nos últimos 30 anos, como Maldini, Costacurta e Nesta.

“Tenho de me manter bem e humilde. Ainda não estou nessa categoria. Fiz uma boa época, mas só quero continuar a jogar, a progredir e a vencer troféus com o Liverpool, mas também com a seleção nacional”, salientou.

A seleção da Holanda defronta a Inglaterra às 19:45 de quinta-feira, em jogo das meias-finais da Liga das Nações, a disputar no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Anúncio

Futebol

Tomás Esteves é o defesa mais jovem a estrear-se no FC Porto em 94 anos

O segundo defesa mais jovem de sempre

em

Foto: Twitter

O apontamento é lançado pelos aficionados da estatística, playmakerstats, através do Twitter. Tomás Esteves, futebolista natural de Arcos de Valdevez, que se estreou esta quinta-feira pela equipa principal do Futebol Clube (FC) do Porto, é o defesa caloiro mais novo, em 94 anos, dos dragões.

Torna-se, também, o segundo defesa mais jovem, de sempre, a alinhar pelos bicampões europeus, depois de Temudo, defesa que, em 1925, se estreou com 17 anos e sete meses, menos um que o defesa direito minhoto (17 anos e oito meses).

Aos 17, Tomás Esteves estreou-se na equipa principal do FC Porto: “Realizei um sonho”

O jovem agradeceu à mãe pela “paciência” de se deslocar de Arcos de Valdevez até ao Porto, de todas as vezes que necessitou de boleia para os treinos.

Continuar a ler

Futebol

Aos 17, Tomás Esteves estreou-se na equipa principal do FC Porto: “Realizei um sonho”

Futebolista de Arcos de Valdevez

em

Foto: FC Porto

Tomás Esteves, natural de Arcos de Valdevez, estreou-se esta noite pela equipa principal do Futebol Clube (FC) do Porto, frente ao Casa Pia, em jogo da fase de grupos da Taça da Liga.

O lateral direito, de 17 anos, entrou aos 75 minutos para o lugar de Manafá, quando o marcador ditava um triunfo confortável (3-0) no marcador.

Sérgio Conceição reforça assim a aposta em jogadores que venceram, na época passada, a Youth League ao serivlço dos dragões.

Em declarações no pós-jogo, o atleta refere ter cumprido um sonho, ao jogar pelo clube do coração. Agradeceu à mãe pelo “sacrifício” ao ter que levar o jovem até aos treinos.

O nome do jovem parece estar a subir, em termos de tendência, no Twitter, depois de alguns adeptos portistas inluentes divulgarem o agradecimento à mãe.

Na atual temporada, o arcuense soma oito jogos pela equipa B.

Continuar a ler

Futebol

SC Braga demarca-se de falhas de segurança no jogo com Wolverhampton

Após queixa dos ingleses na UEFA

em

Adeptos ingleses à porta do estádio, em Braga. Foto: O MINHO

O Sporting Clube (SC) de Braga demarcou-se hoje de quaisquer responsabilidades relativamente a eventuais falhas de segurança relacionadas com o acompanhamento dos adeptos do Wolverhampton no jogo da Liga Europa de futebol.

A posição tomada pelo clube minhoto surge na sequência da queixa formal apresentada hoje à UEFA por parte do clube inglês, por causa de questões de segurança relacionadas com os seus adeptos que acompanharam a equipa a Braga, na semana passada.

“Em momento algum são imputadas responsabilidades ao Braga pelos factos relatados ao Wolves pelos seus adeptos. É importante realçar a ausência de ocorrências no interior do Estádio Municipal e que ao longo da partida tenha prevalecido um ambiente salutar”, pode ler-se no site oficial dos bracarenses na internet.

Na mesma nota, o Braga, tal como a equipa inglesa, frisa “levar extremamente a sério a segurança dos adeptos”, depois de os ingleses terem recebido um “número sem precedente de reclamações de adeptos que ficaram dececionados, angustiados e, em alguns casos, feridos durante a entrada no Estádio Municipal de Braga”.

O clube português adianta que “ainda não foi notificado pela UEFA” e assegura que vai “acompanhar com todo o interesse os relatos de todas as partes envolvidas e procurar confirmar os excessos eventualmente cometidos por alguns adeptos, bem como os procedimentos adotados pelas forças policiais e de segurança”.

A terminar, os arsenalistas falam em “vasta e sucedida experiência junto da UEFA na organização de jogos a contar para as competições europeias”, lembrando que os adeptos visitantes “têm sido bem acolhidos pelo clube e cidade”.

SC Braga e Wolverhampton defrontaram-se na passada quinta-feira, em Braga, na quinta jornada do grupo K da Liga Europa, tendo o jogo terminado com um empate 3-3.

No recinto bracarense marcaram presença cerca de 6.000 adeptos da equipa inglesa, orientada por Nuno Espírito Santo e na qual alinham vários portugueses, como os internacionais Rui Patrício, Rúben Neves, João Moutinho ou Diogo Jota.

Continuar a ler

Populares