Seguir o O MINHO

Futebol

“Hoje foi uma tristeza jogarmos sem adeptos”

Pepa

em

Foto: Arquivo

Declarações dos treinadores após o Vitória SC – Gil Vicente (5-0), jogo da 34.ª e última jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado em Guimarães:

– Pepa (Treinador do Vitória SC): “É sempre importante [vencer o último jogo]. Tinha dito que há sempre aquela ansiedade no primeiro e no último jogo da temporada. Quando chegámos ao último jogo, há sempre aquela nostalgia que nos marca sempre, pelo que trabalhámos ao longo da época. Foi um jogo aberto, em que criámos mais oportunidades de golo. Mas o Gil Vicente também as teve. Tivemos muita tranquilidade com a bola, e fizemos um jogo a roçar a perfeição.

Temos de crescer com isto para sermos mais regulares nos resultados e nas exibições, porque é isso que nos vai levar para o patamar seguinte. Fizemos um grande jogo contra uma equipa que fez um campeonato de excelência. Depois de tantos jogos a sofrer consecutivamente, conseguimos ser o quinto melhor ataque e a quinta melhor defesa [do campeonato]. E está identificado aquilo que precisamos de melhorar.

Não sou de dar notas, mas foi [uma época] positiva. Temos uma tendência a olhar para quem conquista as coisas, mas, se tivéssemos aqui ‘18 Guardiolas’ ou ‘18 Klopps’, só tínhamos um campeão. O ‘mercado de inverno’ não foi muito positivo para nós, com as saídas do Sacko, do nosso capitão [André André] e do Marcus Edwards, que, pelo que está a mostrar, é só um dos melhores alas do campeonato. É com as adversidades que temos de crescer. Temos de olhar para a frente e querer mais e melhor.

Foi um prazer trabalhar com estes jogadores. Estou até um bocado triste [pelo fim do campeonato]. O primeiro e o último jogo deixam sempre marcas. O primeiro deixa pelo que envolve e o último também, ainda por cima sem os nossos adeptos e alguns jogadores, que vão à sua vida, para outros clubes. Foi um prazer trabalhar com estes jogadores, e o Ricardo [Quaresma] não é exceção.

Há situações de irregularidade de que já falei. Acredito que, com mais um ano, serei capaz de ajudar ainda mais quem está. Queremos ser melhores no próximo ano. Esse é o grande desafio. Estamos juntos para isso.

Parabéns a todos os agentes desportivos pelas épocas que fizeram, não só àqueles que cumpriram os seus objetivos, e aos adeptos, principalmente aos do Vitória. Hoje foi uma tristeza jogarmos sem adeptos [devido ao jogo à porta fechada no Estádio D. Afonso Henriques]”.

Populares