Hoje à tarde há mais Pimenta e Ramalho em Ponte de Lima (agora no mesmo caiaque)

Mundiais de canoagem
Foto: Vand Sport

Os canoístas Fernando Pimenta e José Ramalho regressam este domingo ao circuito de canoagem do rio Lima para o último dia dos Mundiais de maratonas de Ponte de Lima, competindo na maratona de K2 masculinos a partir das 14:00 horas.

Dos dois dias anteriores, trazem medalhas na bagagem, Pimenta uma de ouro, conquistada na sexta-feira, em K1 Short Race (mini-maratona), e Ramalho a de prata, no sábado, na maratona.

Pimenta despertou no sábado com a notícia do falecimento do avô, mas, ainda assim, decidiu competir na sua terra natal, na qual foi acarinhado por muitos milhares de adeptos ao longo do percurso da maratona: terminou a 17,39 segundos do ouro, numa especialidade na qual não competia internacionalmente há 10 anos.

Hoje, na prova de K2 com José Ramalho, o objetivo é terminar a época, que vai longa, dando mais uma alegria aos conterrâneos.

José Ramalho conforta Pimenta no final da maratona em K1. Foto: Canoe Marathon Portugal

“É descansar, recuperar e depois terei tempo para fazer o luto pelo meu avô. Não me vou deixar afetar. Custa e dói muito, mas vou tentar manter-me focado no grande objetivo de representar os portugueses. Demonstrar a todas as entidades que têm o direito e dever de nos apoiar que estamos aqui, somos humanos e precisamos do apoio deles”, disse.

Pimenta muito solicitado na sua terra natal. Foto: Canoe Marathon Portugal

Por sua vez, José Ramalho lembra que esta será a primeira prova internacional que a dupla realizará em K2, a segunda juntos (depois da seletiva nacional).

“O barco anda muito bem, mas nunca se sabe. É mais uma prova, um objetivo dos dois. Estamos bem treinados, com a cabeça no sítio, vamos dar tudo. Seja qual for o resultado, quando acabarmos não vai haver Fernando ou Ramalho no final, será até ficarmos com a língua de fora”, confessou o vilacondense, sete vezes campeão da Europa.

Ramalho abraçado pela esposa depois de conquistar prata na maratona K1. Foto: DR

Portugal tem seis medalhas nestes Mundiais, nomeadamente o ouro de Fernando Pimenta na short race e da júnior Beatriz Fernandes em C1 na distância longa, com a atleta limiana a ser igualmente bronze na short race, aberta a todos os escalões etários.

José Ramalho em K1 garantiu a única prata da seleção lusa que celebrou ainda o bronze dos juniores Ana Pereira (Ponte de Lima) e Joel Miranda (Esposende), ambos em C1.

No medalheiro, Portugal é terceiro com dois ouros, uma prata e três bronzes: a Hungria lidera com cinco ouros e sete pratas, seguida da Espanha com quatro ouros, duas pratas e cinco bronzes.

Os Mundiais de maratonas juntam em Ponte de Lima 890 canoístas, oriundos de 36 países.

Programa para domingo:

08:50 K2 júnior masculinos.

08:55 C2 masculinos.

11:15 K2 femininos.

14:00 K2 masculinos.

 
Total
0
Partilhas
Artigo Anterior

Adeptos do Benfica identificados e levados para a esquadra em Braga

Próximo Artigo

Famalicão recebe Boavista em busca de melhores lugares na tabela

Artigos Relacionados
x